terça-feira, 7 de abril de 2015

2016: Valmir Filho prepara a estrutura. Supostos vices aparecem nas conversas.


O médico e vice-prefeito de Araripina, Valmir Filho, vem intensificando as ações em torno de sua pré-candidatura a prefeito, considerando que o pleito ocorrerá em 2016.
Recentemente ele foi contemplado com o horário gratuito que cabe ao PMDB no município, e fez veicular mensagem direcionada à infraestrutura de estradas e drenagem. No dia de ontem teve longa conversa com o prefeito Alexandre Arraes, com quem 'definiu algumas metas', segundo relatou, sem entrar em detalhes.
O pré candidato vem recebendo sugestões para a definição de um nome (único) para usar na política. Alguns aliados vêm sugerindo que ele use apenas o nome Dr. Valmir, para associar de forma direta ao padrão de administração e seriedade do seu pai, que foi prefeito do município. Outros sugerem Dr. Valmir Lacerda Filho e há quem defenda apenas Valmir Filho. Ainda sem ter feito testes em grupo, o médico apenas avança na montagem de sua estrutura de som para a campanha. Está decidido a reformar o trio elétrico que ganhou de presente do tio Antônio Lacerda e os três carros-de-som que já dispõe.  Sua meta é montar seis carros próprios, chegando a um total de 15 no decorrer da campanha, sendo nove alugados.

FILIAÇÕES
O PMDB está de olho na reforma política que tramita no Congresso para decidir a melhor forma de atuar neste pleito em relação a filiações. Há duas tendências, uma com o fim das coligações e outra caso sejam mantidas as regras atuais. Nos dois casos, o partido pretende eleger um terço da câmara atual.  Valmir Filho vem mantendo contatos com diversos pré-candidatos e estimulando nomes que podem somar e levar uma mensagem nova ao eleitor.

ESCOLHA DE VICE: Evilásio Matheus estaria entre os cogitados.
Questionado sobre preferência de nomes para compor sua chapa, a resposta foi evasiva: "É muito cedo. Chapa se decide com grupo, de preferência coeso", esquivou-se. "Não tratei desse assunto com Jarbas Vasconcelos nem com Raul Henry", despistou mais ainda, com sorriso incontido, certo ele de que tais assuntos se discute é no âmbito local e que as conversas já acontecem a algum tempo.
Evilásio não foi localizado pelo blog, mas especula-se que o mesmo não aceitaria perder a indicação no seu grupo, "nem mesmo que chegue outro para somar', como gostam de dizer aqueles que vêem o líder de Lagoa do Barro apenas como eterno vereador.
Há rumores também de que o vereador Luciano Capitão leva a simpatia de muitos integrantes do grupo e é um velho amigo de Valmir Filho, com quem sempre conversa e se aconselha em vários assuntos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário