quarta-feira, 25 de março de 2015

Preso outra vez, agora Baiano fala.


A Justiça Federal (JF) decretou, hoje, uma nova prisão preventiva contra o lobista Fernando Soares, conhecido como Fernando Baiano. Ele já está preso em Curitiba desde novembro de 2014.

Segundo o Ministério Público Federal (MPF), Baiano é suspeito de pagar propina a deputados para obstruir a CPI da Petrobras ocorrida no Congresso Nacional entre 2009 e 2010.

Baiano é apontado pelo Ministério Público Federal (MPF) e pela Polícia Federal como operador do PMDB no esquema bilionário de corrupção, desvio e lavagem de dinheiro atuante na Petrobras desvendado pela Operação Lava Jato. O partido nega a acusação. Na prática, a decisão de hoje impede que Baiano seja libertado, caso haja um alvará de soltura relacionado ao primeiro pedido de prisão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário