sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Marina Silva ambientalista e ongueira encosta em Aécio para a transferência máxima de votos.



O primeiro ato público de Aécio Neves (PSDB) e Marina Silva (PSB) foi marcado por trocas de elogios e uma declaração enfática de apoio e voto da ex-senadora para o tucano. O presidenciável classificou a aliança como um momento histórico para a política e o mais importante de sua "caminhada" até aqui. Aécio disse que Marina teve um gesto de "brasilidade" e "patriotismo" ao apoiar sua candidatura.

Marina, que ficou fora do segundo turno, enalteceu a união em nome da "mudança". "Algo maior do que nós, só pode ser feito por todos nós. Tem que ter a humildade de entender que algo grandioso não se faz por um grupo, um partido ou uma pessoa", declarou a pessebista. O tucano ficou visivelmente emocionado ao agradecer o gesto. Disse que o fazia em seu nome e em nome de sua família, momento em que embargou a voz.

"A partir de agora você trabalha como um movimento da mudança, uma mudança que não é mudança pela mudança, mas é a mudança qualificada, que preserva as conquistas, que encara os desafios", disse Marina em evento em São Paulo, ao lado de Aécio.

"É por isso que, neste momento, eu estou aqui como parte desse movimento que se dá em cima de um compromisso que, no meu entendimento, pode ajudar a melhorar o Brasil para todos nós e a unir o Brasil pelo bem de todos nós", acrescentou Marina, apontando compromissos assumidos por Aécio como a recuperação dos fundamentos macroeconômicos e a ampliação das políticas sociais.

Marina participou com Aécio, nesta sexta, do primeiro evento público após ela ter declarado apoio formal ao candidato tucano no segundo turno da eleição contra a presidente e candidata à reeleição, Dilma Rousseff (PT).

Nenhum comentário:

Postar um comentário