quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Eduardo Jorge e PV declaram apoio a Aécio

Aécio Neves, Eduardo Jorge, 2º turno (Foto: André Dusek/Estadão Conteúdo)Após reunião da Executiva do PV, o candidato do partido, Eduardo Jorge (dir.), foi a evento de campanha de Aécio Neves para anunciar apoio ao tucano  (Foto: André Dusek/Estadão Conteúdo)
O presidente do Partido Verde, José Luiz Penna, e o candidato derrotado da legenda à Presidência, Eduardo Jorge, anunciaram na tarde desta quarta-feira (8), em Brasília, apoio ao tucano Aécio Neves, que disputará o segundo turno da eleição presidencial contra Dilma Rousseff (PT).
O anúncio foi feito após reunião da comissão executiva do PV, que decidiu, por 33 votos a favor, seis contra e três abstenções.
Eduardo Jorge terminou o primeiro turno em quinto lugar, com 630.099 votos (0,61% do total)
"É claro que nós temos nossas diferenças [em relação a Aécio Neves], mas entendemos que é hora de marcar o nosso interesse pela alternância de poder no Brasil", afirmou José Luiz Penna.
Segundo Eduardo Jorge, a decisão do partido é uma autocrítica em relação à posição adotada em 2010, quando Marina Silva concorreu pelo PV e terminou em terceiro lugar. Naquela ocasião, o PV declarou neutralidade no segundo turno entre Dilma e José Serra (PSDB).
"Chegamos a uma conclusão de que, embora o programa do Aécio fique muito aquém do nosso, é o [programa] que fica mais próximo", declarou Eduardo Jorge.
O PV elaborou um documento de quatro páginas, que foi entregue nesta quarta-feira à campanha de Aécio Neves. O texto explica o apoio do partido e as posições da legenda para o segundo turno. Em quatro blocos, defende temas como a reforma política, o fim do financiamento privado de campanhas, a redução da jornada de trabalho de 40 horas e a defesa do meio ambiente.
Eduardo Jorge afirmou que existem semelhanças entre as propostas do partido e as do atual governo, do ponto de vista de políticas sociais. Mas ele criticou a política ambiental da presidente Dilma Rousseff.
saiba mais
Vice de Marina Silva diz que maioria dos eleitos do PSB é pró-Aécio
Luciana Genro diz que PSOL não apoiará ninguém no segundo turno
Pastor Everaldo anuncia apoio do PSC a Aécio Neves no segundo turno
PPS anuncia apoio formal a Aécio Neves no segundo turno
“O governo do PT é praticamente uma aversão ao equilíbrio ecológico e desenvolvimento ambiental”, disse o candidato do PV, ao criticar a prioridade ao petróleo como principal fonte de energia.
Eduardo Jorge disse o PV dará apoio a Aécio de forma “crítica e independente”. Segundo ele, o partido não irá “arriar as bandeiras” que defende. Também afirmou que o PV não pede nada em troca do apoio. “Entre A [Dilma] e B [Aécio], a candidatura de B é a mais próxima de nossas teses.”
Questionado se o eleitor que votou no Partido Verde no primeiro turno concordará com o apoio a Aécio, Eduardo Jorge afirmou que a razão do partido não é “absoluta” e que a decisão do partido foi feita em um “esforço baseado em argumentos racionais”.
“Minha verdade pode estar parcialmente errada”, disse Jorge. “Nós queremos argumentar. Ninguém é inimigo da gente. Podemos ser adversários em algumas ideias, mas não somos inimigos”, declarou, em referência a Dilma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário