sábado, 11 de outubro de 2014

Dilma veta pergunta de jornalistas em debates e Folha desiste de participação



A “Folha de S. Paulo” anunciou nesta sexta-feira que deixou o debate que faria em parceria com o SBT, a rádio Jovem Pan e o UOL na próxima quinta-feira (16 de outubro) porque não entrou em acordo com a campanha da candidata à reeleição, Dilma Rousseff.

A petista não permitiu que jornalistas fizessem perguntas aos candidatos e, por isso, o jornal diz não ter visto motivos para participar. O editor-executivo da “Folha”, Sérgio Dávila, considerou a proibição “um passo atrás inaceitável”. Apesar do desacordo, o debate foi mantido, inclusive com transmissão ao vivo também pelo UOL, que pertence ao Grupo Folha.

— Os debates já são bastante engessados por imposição da Lei Eleitoral e dos próprios candidatos. As regras impostas já vetam o direito à réplica para jornalistas. Proibir também as perguntas dos jornalistas é dar um passo atrás inaceitável. Assim, a Folha deixa de fazer parte da organização do evento, pois considera que não terá nenhuma influência para representar os direitos e interesses de seus leitores nele — disse Dávila.

Nenhum comentário:

Postar um comentário