terça-feira, 7 de outubro de 2014

Aécio quer voto dos nordestinos? Pois venha ao coração do Nordeste firmar compromissos e assinar em cartório. Depois peça os votos.


Eu votei em Marina. Era eleitor de Eduardo Campos. Não sou marinheiro, sou pernambucano, do Sertão do Araripe, alguém que quer que o Brasil passe dessa fase obscura para outra de crescimento e luz. Agora voto em Aécio. Mas conheço muita gente que acha uma maravilha viver do Bolsa Família e assim sendo desistiu do futuro. Conheço gente que vive do bolsa família se escondendo do trabalho. Essa mesma gente tira os filhos da escola e os coloca nas esquinas para pedir esmolas. Também coloca nas praças, à noite, essas mesmas crianças, para perderem a vergonha junto com o futuro para nunca mais recuperá-los. Mas sei que esse contingente, somado a outro universo de gente que se acomodou sem perder a dignidade, que vota de olho no Bolsa Família, forma a grande maioria. Teme perdê-lo. E ainda conheço uma minoria 'escravocrata' que vota no PT fingindo que defende os pobres, mas na verdade defende seus privilégios, sabendo bem o mal que faz a cada criança que vive até os dez anos acreditando que o bolsa família vai levá-lo a vida de luxo no futuro.
O Bolsa Família já foi bem melhor na era FHC. Juntava PETI, Vale Gás e Bolsa Escola. Era mais digno porque induzia as famílias a tirarem as crianças de trabalho análogo a escravidão para colocar na escola. Na verdade, obrigava pais irresponsáveis que usavam os filhos para pedir esmolas nas barbas do Conselho Tutelar a colocá-los numa escola o dia todo - o Chamado PETI, ou Programa de Erradicação do Trabalho Infantil.

ARRODEIO NÃO É COMIGO: AÉCIO QUE VENHA AQUI FALAR CONOSCO E CONVENCER OS TEMEROSOS.
Aécio é candidato a mudar o Brasil. Aécio é o que temos para embalar os sonhos sonhados por Eduardo Campos. Pensa parecido com o neto de Miguel Arraes, embora não consiga falar com a mesma clareza nem saiba usar os punhos para gesticular tão bem.
Aécio precisa dos votos do Nordeste para se eleger. Precisa de parte deles, pois vem com maioria do Sul e do Sudeste. Contudo, precisa firmar compromissos antes de pedir votos. O voto dos esclarecidos que não sugam a máquina pública ele já tem. Mas isso é minoria. O mineiro precisa mesmo é de parte da maioria. Por isso, Aécio precisa fazer o seguinte, e com urgência:

1. Fazer uma romaria pelos principais municípios do polígono das secas com o seguinte propósito:
a) Abrir firma em cartório e assinar TERMO DE COMPROMISSO com a manutenção do Bolsa Família e com uma parcela extra anual (13) do auxílio;

b) Assinar a primeira página e reconhecer firma, mandando dezenas de outras para serem assinadas por agricultores e pessoas da periferia, que serão testemunhas do TRATO;

c) Registrar em cartório cada calhamaço assinado,  em cada cidade que recolheu assinaturas;

d) Processar nessas cidades cada petista e o próprio PT sempre que for acusado de querer acabar com o programa;

e) Assinar compromisso junto aos prefeitos e também registrar em cartório, de destinar a cada município uma máquina perfuratriz e um aparelho dessalinizador para cada poço com vazão significativa, quando este apresentar água salina. Também, se comprometer com a transferência de recursos visando a aquisição de sistemas fotovoltaicos que sirvam para funcionar as bombas que farão sucção da água desses poços, para assim acabar com a indústria da seca;

f) Assinar TERMO DE COMPROMISSO com representantes de cada SETOR PRODUTIVO das regiões secas com soluções para seus problemas, a exemplo do setor gesseiro, apicultura, avicultura, ovinocaprinocultura, mandiocultura, etc.

g) Comprometer-se com a criação de universidades nas principais cidades polo do semiárido e o mesmo para a criação de Cursos Técnicos voltados para atender as cadeias produtivas locais;

h) Firmar Termo de Compromisso para a construção do Canal do Sertão, obra que livrará do atraso toda região Araripe e Sertão Central;

i) Estipular prazo para concluir a Transnordestina;

j) Estipular prazo para concluir a Transposição;
l) Estipular prazo para implantar o Parque Eólico da região Araripe;
m) Estipular prazo para implantar um parque Siderúrgico no vizinho Piauí, onde abunda o ferro;


ROREITO DE VISITAS

O candidato deve otimizar seu tempo. Num único final de semana, deve realizar carreata e comício relâmpago na feira-livre de Araripina (sábado), que faz fronteira com Piauí e Ceará e recebe gente de vários lugares aos sábados, inclusive milhares de agricultores. Deve falar na frente do Mercado Hortigranjeiro, depois de ir ao Cartório de Dr. Jorge abrir firma para reconhecer após assinar os compromissos acima, e em seguida registrá-los;

Deve ir a Salgueiro no período da tarde para também firmar os mesmos compromissos, onde será recebido por políticos e militantes do Ceará e Paraíba;

À noite, conclui a primeira jornada indo a Juazeiro do Norte, para ser recepcionado por todos que o apoiam nos Cariris cearense e paraibano e Araripe pernambucano e cearense, a exemplo de Exu e Campos Sales.

Em dois outros dias, faria jornadas em cidades que tenham comunicação com dois ou três estados, como Paulo Afonso (BA), Penedo (AL) e Patos (PB), por exemplo. O importante nesse 'passeio' é olhar a linha que divide estados para atender a muitas partes e muitos interesses a um só tempo.
E nada de visitar Petrolina, Caruaru e Capina Grande, pois repetir isso é errar dez vezes, haja vista que no Sertão que sofre já se espalhou a versão de que todo candidato só pensa no conforto de chegar num aeroporto e depois dar adeus sem sentir o calor de verdade. Ademais, Petrolina,  Caruaru e Campina Grande já são vistas como capitais e não representam o sofrimento do sertanejo. Aliás, só Petrolina está no Sertão, mas Sertão com rio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário