segunda-feira, 30 de junho de 2014

Aécio e Aluísio: Política café com leite oferece um 'pão com pão' na chapa mineiro-paulista.


Eduardo Campos não terá do que se reclamar da escolha de Aécio Neves na composição de sua chapa presidencial. O senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) foi confirmado na manhã desta segunda-feira (30) como o vice na chapa presidencial do tucano Aécio Neves. Ex-deputado estadual, federal, ministro de duas pastas (Justiça e Secretaria-Geral da Presidência) na gestão Fernando Henrique Cardoso e secretário de José Serra na Prefeitura de São Paulo e no governo do Estado, Aloysio, 69, foi escolhido após fracassarem as tentativas de Aécio de usar a vaga de vice para atrair mais um partido de porte grande para a sua coligação.
Eduardo Campos, o outro adversário de Dilma, foi mais rápido e feliz na composição da chapa. Trouxe simplesmente para sua vice a terceira colocada na campanha eleitoral de 2014, a ambientalista e ex-senadora e ministra de Lula, Marina Silva.
Aécio acaba de provar que a reedição da política café com leite, aquela que tenta unir os votos de São Paulo e Minas para se contrapor ao resto do Brasil, desta vez virou sanduíche de pão com pão. Que seja bom apenas para Eduardo Campos e que sirva para o eleitor mais consciente, aquele que conhece as fragilidades do governo petista, fazer logo uma escolha pragmática no primeiro turno, a fim de levar para a disputa final com a turma da papuda um candidato com chances reais de vencer e de governar sem muitas tensões. O Brasil precisa vencer a estagnação e os preconceitos. Eduardo se mostra mais apropriado para o momento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário