sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

Entrando e saindo

Estou voltando aos poucos. Ainda sem muita pegada, mais parecido com Anderson Silva mas com cuidado redobrado para não quebrar a perna (de ninguém). Voltando mas sem aquele compromisso de não tirar o pé do acelerador - ou 'de dentro' . As vibrações não são tantas e as postagens estarão atreladas a três coisas fundamentais: novidades, verdades e vibrações. Portanto, aniversário de 'boneca' e 'batida de moto' não promovem vibrações por aqui. Como sempre neste aspecto.
Como de costume, estaremos contribuindo para fuzilar a hipocrisia. Como aquela farsa de 'vender' a ilusão que Anderson Silva teria alguma chance de enfrentar um lutador quase perfeito, que além de forte e mais novo, domina todas as técnicas de quase todas as lutas.
Por falar em lutadores, suas forças e fraquezas, só a Rede Globo poderá salvar Dilma de uma surra nas urnas. Se depender dela, do seu desempenho nos palanques e na telinha, do desempenho da economia nacional e das imagens negativas de um país desigual que cresce feito rabo de cavalo (perdendo para todos as repúblicas de bananas da América, em crescimento do PIB), o neto de Arraes vai passear no tablado de 2014. Devemos reconhecer que a Globo pode muito, inclusive inventar (e ser acreditada) que Anderson Silva só aguardava o momento de recuperar o cinturão de campeão quando na verdade o bravo brasileiro não tinha chance (desde a primeira luta) de sequer acertar um chute baixo no adversário.
Pois bem: Se depender apenas da conjuntura, das potencialidades, do cenário, dona Dilma é como Anderson Silva naquela luta em particular: um gigante que não terá capacidade sequer de chutar a canela dos adversários quando a luta verdadeira começar e as ruas forem tomadas pelos brasileiros de fibra, de vergonha, de centro, de esquerda, de direita e de tudo isso junto querendo mudança.
Se a Globo insistir em tapar o sol com a peneira,em mentir, esconder as bolhas da economia e corroborar as planilhas mentirosas do IBGE e IBOPE, o facebook e as demais ferramentas estão todas aí para juntos promovermos o DIA NACIONAL DO DESLIGA DA GLOBO. Será um belo começo. Melhor ainda se ocorrer nos jogos do Brasil. Só assim a TV dos Marinho mudará essa programação ridícula e tendenciosa, que tenta a todo custo transformar o Brasil num lugar sem futuro e sem cérebro, e de gente ridícula (carioca) que insiste em atrair turista exibindo e balançando a bunda sem a proteção de uma única tira de pano.
Viva o Frevo e o Maracatu! Viva o Rei do Baião! Quando a Copa passar, o Lampião das urnas vai aparecer de olhos mudados para provar quem é valente.
Reforçando: Estou voltando sem aquele 'compromisso' de nunca tirar o pé. Entendam que é muito difícil andar expondo o que se pensa, mais ainda quando se pensa como uma 'ampla' minoria. O preço é alto para tudo, até para expor opinião.

ME DIRIGINDO diretamente e de forma clara aos esclarecidos que entram aqui, a MISSÃO é combater o UFANISMO que o sistema dominante, Globo à frente, tenta impor aos desprovidos de discernimento no intuito de manter tudo como está. As postagens têm esse cunho e não o de abarrotar páginas com notícias e 'furos' espetaculares.

Nenhum comentário:

Postar um comentário