sábado, 7 de dezembro de 2013

FLÁVIO LEANDRO E O NOVO HINO DO SERTÃO SOFRIDO E CASTIGADO POR POLÍTICOS E PELA SECA, NESTA ORDEM.

É sacrilégio comparar qualquer coisa atual com a obra de Luiz Gonzaga. Contudo, Flávio Leandro é uma de suas crias e a música que acaba de fazer tem tudo para virar hino, canção de resistência e de esclarecimento. É muito atual, quando poderia já ser velha, se levado em conta que o Rei Luiz já partiu e suas canções fazem parte da história.
Já que os políticos mais sérios não conseguem emplacar um discurso nem impor novas ideias, que chegue o poeta-cantador Flávio Leandro, o novo patrimônio vivo do Araripe, para levar nossa mais fiel mensagem de protesto e repúdio aos desmandos e ao atraso a que somos submetidos.
Consciência, Brasil!