terça-feira, 30 de julho de 2013

IDH ladeira abaixo: A década que o Brasil perdeu nas garras do PT

IDH do Brasil é hoje menor do que aquele deixado pelos 'perversos' tucanos. Pernambuco sobe três posições, 23 para 20, mas tombo nacional tira brilho do nosso crescimento uniforme. As coisas e precariedades do campo num município ou estado com população rural afeta desempenho, caso típico de cidades com população dividida entre urbana e rural.

Se olharmos o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) publicado em 2003 com o apresentado hoje, pelo IPEA, temos um quadro que pode estar expressando uma década perdida, marcada pelas duas gestões de Lula. O IDH 2013, que cobre a gestão do petista, é menor do que o IDH 2003, que abrange a gestão tucana. Ao que parece, de forma esperta, o IPEA resolveu analisar 20 anos, em vez de 10 anos. O que faz desconfiar que existe, aí, uma manipulação deliberada par esconder que o programa de estímulo à preguiça deu resultado negativo. Nem era preciso provar com dados do IPEA: Bastava confinar na Bíblia, onde se ensina que é preciso dar a vara e ensinar a pescar em vez de simplesmente distribuir o peixe.
Resumo: Acabou a popularidade e em seguida o discurso da turma de mensaleiros que planejava assaltar a Nação, colocando uma pequena parte para trabalhar e pagar impostos, outra (maioria) para explorar e ver o tempo passar e uma pequena fatia da burguesia para 'tomar conta' do caixa.

PROCURA-SE UM LÍDER
O Brasil precisa urgentemente de um líder que não esconda a verdade, que não fuja dos problemas, que não engane com discurso falacioso nem venda a ilusão de que é possível viver num mundo competitivo apenas esperando uma bolsa cair do céu, sacrificando uma minoria que trabalha duro, empreende, arrisca e sobretudo paga impostos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário