quarta-feira, 31 de julho de 2013

SAÚDE: Quando Araripina terá hospital público, UTI ou solução para o HMSM?

Enquanto Ouricuri, a 60 km, recebe uma UTI com dez leitos e acompanha a construção de uma UpaE, unidade de saúde para trabalho de médicos especializados, Araripina continua penando nas filas do HMSM ou na estrada. Olhando desta forma, pareceria perseguição. Mas não é. Nem de longe seria provocação ao povo da maior e mais promissora cidade do interior do Estado (exceto Petrolina). Na verdade, o que existe é uma política nacional de saúde que define atendimento regionalizado e, embora a distância entre Araripina e Ouricuri seja a mesma para quem mora nas duas cidades, a cidade mais antiga leva vantagem pelo fato de ter recebido muito antes, quando Araripina ainda era 'São Gonçalo', o Hospital Regional Fernando Bezerra.  A tão argumentada 'centralidade' de Ouricuri não se sustentaria se confrontada com a distância para gente de Trindade e Ipubi se deslocar. Tampouco para gente de Bodocó e até mesmo Exu chegar à sede de Araripina por cima da serra, via PE 585.  Até mesmo para quem mora em Santa Filomena e Ouricuri, nas imediações de Nascente e Lagoa do Barro, fica mais perto procurar hospital em Araripina, restando maior proximidade  a Ouricuri os municípios menores, que são Granito, Moreilândia, Santa Cruz e sede de Santa Filomena. De qualquer modo, é ato desumano forçar tamanhas viagens tanto para quem está em Araripina quanto para quem está em Ouricuri e imediações, quando a necessidade é  atendimento médico. Conta a favor de Araripina o fato de fazer fronteira com os estados do Piauí e Ceará, cercados de cidades, muitas delas do mesmo porte ou maiores do que as cidades vizinhas a Ouricuri. Basta citar Simões, Marcolândia, Caldeirão e Salitre.
É mais do que oportuno o investimento feito pelo governo do Estado em Ouricuri. Aliás, é tardio e só chegou graças ao arrojo do atual governador, que criou as condições para que uma UTI possa funcionar no interior do estado, como de fato já funciona em Salgueiro e Serra Talhada - pois UTI depende mais de gente especializada do que de aparelhos. Por outro lado, querer e merecer uma UTI, no caso de Araripina, não significa tentar anular os direitos adquiridos e as conquistas de Ouricuri. Nem se trata de querer ser superior ou mais merecido. Apenas igual. Igual no sofrimento, diga-se de passagem. O que não podemos de forma alguma é tentar esconder um problema que na verdade é um drama: A falta de saúde, que no caso de Araripina tem foto estampada diariamente na falta de condições para bem funcionar do Hospital Santa Maria.
Isto leva a uma reflexão: Gastar com novas paredes e novos equipamentos e esperar o tempo angustiante das licitações e execuções de novas instalações ou apenas investir em gente e equipamentos no Hospital Santa Maria (já existente)? - como acontece em Barbalha, onde as Santa Casas (todos os santos - Antônio e Inácio) atendem tão bem que mereceram destaque em reportagem do Globo Repórter?
A pergunta é mais direta: Quem é contra investimentos e transferência dos médicos filhos de Araripina ou aqui residentes para atender no  HOSPITAL SANTA MARIA?

HMSM
O Hospital e Maternidade Santa Maria não é público. Foi uma doação de cristãos, que se materializou através da igreja, mais precisamente da Diocese de Petrolina. Inicialmente, quem irrigou as contas da instituição "Medianeiras da Paz' foi dinheiro alemão (não mais Nazista à época). Em seguida, recursos italianos ajudaram na modernização. E recursos de Araripina, de Pernambuco e do SUS foram ampliando e melhorando a estrutura paulatinamente.
Hoje, o estado avança com a obra de uma Unidade de Hemodiálise no interior do Hospital Santa Maria. A conversa de alguns 'entendidos' no assunto deixa a entender que é pouco prudente funcionar Hemodiálise sem UTI e sem um centro de hemodinâmica, e que por isso as duas outras conquistas estariam asseguradas, ou atreladas. É um alento. Mas primeiro é preciso concluir e fazer funcionar a Hemodiálise. Neste particular aspecto, pois urgente mesmo é lotar aquele corredor de consultórios do HMSM com médicos de renome, como aliás já aconteceu em tempos atrás, quando circulando por lá se via as placas com os seguintes nomes, todos em fila: Dr. Mimi, Dr. José Raimundo Pimentel, Dr. Oscar, Dr. Djalma, Dr. Mathias, Dr. Divanágoras, Dra. Regina, etc.
Esta é uma forma de informar que, antes de um certo prefeito que passou (por aqui) assinar um documento no Consórcio Regional transferindo para aquele mesmo consórcio o direito de centralizar o atendimento em Ouricuri, Araripina era mais respeitada e seu povo sofria menos na fila do único hospital que dispõe.

SAÍDA URGENTE
Portaria do secretário de saúde do Estado, Antônio Figueira, transferindo todos os médicos que são de Araripina e trabalham no Hospital Regional de Ouricuri para dar plantão no Hospital Santa Maria, com compensação financeira ao hospital pelos gastos adicionais e correspondente medida de remessa de materiais para procedimentos, assim como reforço no quadro de auxiliares. E, sobretudo, ampliação das AIH (Autorização de Internamentos Hospitalares), bem como tudo que possa assegurar ao HMSM as condições para bem funcionar e adequadamente atender ao nosso sofrido e paciente povo.
Sem contar que, se fortalecendo como polo médico, Araripina poderá ser opção mais confortável para nossos queridos vizinhos do Piauí e Ceará, que hoje andam muito para buscar atendimento em Picos e no Cariri.

ALERTA
 Cabe à sociedade local se movimentar. Chorar na fila ou falar mal das freiras  é covardia ou falta de noção, ou as duas coisas juntas, somadas à falta de amor próprio e até de caráter.

FORA DO TEMA
Futucar  feridas de quem está vido magoa. Eis aí o principal motivo de cada vez menos eu ter aparecido aqui para fazer novas postagens. Digo isto para provocar você e qualquer um outro que goste de ver as feridas sangrando e sendo abertas para que a cura apareça, mas guarda seu dedidnho em lugar bem confortável e  seguro, aguardando que pessoas destemidas e comprometidas com as causas comuns avancem sozinhas na luta por justiças e melhorias. O povo está 'na rua' e você aí confortável? Que diabo de gente é você?

Governador inaugura a UTI de Ouricuri.

Sertão do Araripe ganha primeira UTI com 11 leitos

O governador Eduardo Campos inaugurou, nesta terça-feira (30/07), a primeira Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Sertão do Araripe, que funcionará no Hospital Regional Fernando Bezerra, em Ouricuri. São 10 leitos, beneficiando cerca de 320 mil pessoas de 11 municípios da região. Os investimentos para implantação da unidade foram de R$ 2 milhões.

O Araripe era a única região pernambucana que não contava com a UTI, situação que obrigava os pacientes a se deslocarem mais de 100 quilômetros em busca da assistência intensiva em Salgueiro ou em Petrolina.
 
'Quando cheguei ao governo, tinham 240 leitos no Estado. Esse era um direito antes restrito a alguns da capital, de ter sua UTI para salvar a vida. Quase 70% das pessoas acolhidas numa UTI têm a alegria de continuar suas vidas', afirmou Eduardo.

A nova unidade está equipada com cardioversores, monitores multiparamétricos e ventiladores pulmonares, além de cinco médicos, cinco enfermeiros, 25 técnicos de enfermagem, três fisioterapeutas e profissionais de outras especialidades.
A rede estadual de saúde chega agora a 1.110 leitos de UTI. 'Não podemos ter pernambucanos de primeira e outros de segunda categoria, todos precisam ter o direito do acesso à saúde, é fundamental', acrescentou o governador.

Ainda em Ouricuri, Eduardo entregou à população a Farmácia de Pernambuco, voltada para a distribuição de medicamentos excepcionais. Num primeiro momento, a farmácia atenderá a cerca de 100 pacientes do Programa de Glaucoma.
 
'Essa é uma obra simples, mas muito importante. Temos hoje 40 mil pessoas no Estado que precisam desses medicamentos, que são caríssimos. Antes, tinham de procurar no Recife, em Caruaru ou em Petrolina. É um ato de zelo para com essas pessoas', explicou Eduardo.

A expectativa é de expandir esse número até 3 mil usuários. Os investimentos são da ordem de R$ 505 mil. O atendimento ao público é de segunda a sexta, das 7h às 16h. Agora, são 25 farmácias desse tipo funcionando em Pernambuco.

O governador vistoriou também obras da UpaE de Ouricuri, e de melhorias na distribuição de água do município, que ficam prontas até outubro deste ano. São 11 quilômetros de tubulações e a construção de um reservatório, que garantem melhor controle operacional à Compesa.  
 

EDUCAÇÃO - No município de Trindade, o governador Eduardo Campos visitou a ampliação da Escola de Referência em Ensino Médio (Erem) Governador Muniz Falcão, que necessitou ser reconstruída em 2007. Na ocasião, Eduardo entregou tablets para alunos da rede estadual.
 
Ao todo, serão distribuídos 650 equipamentos para três escolas da região. Além da Governador Muniz Falcão, serão agraciados estudantes da Escola Estadual Hortência Pereira Lima e da Escola Professora Antonia Marinho Apolinário.

terça-feira, 30 de julho de 2013

IDH ladeira abaixo: A década que o Brasil perdeu nas garras do PT

IDH do Brasil é hoje menor do que aquele deixado pelos 'perversos' tucanos. Pernambuco sobe três posições, 23 para 20, mas tombo nacional tira brilho do nosso crescimento uniforme. As coisas e precariedades do campo num município ou estado com população rural afeta desempenho, caso típico de cidades com população dividida entre urbana e rural.

Se olharmos o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) publicado em 2003 com o apresentado hoje, pelo IPEA, temos um quadro que pode estar expressando uma década perdida, marcada pelas duas gestões de Lula. O IDH 2013, que cobre a gestão do petista, é menor do que o IDH 2003, que abrange a gestão tucana. Ao que parece, de forma esperta, o IPEA resolveu analisar 20 anos, em vez de 10 anos. O que faz desconfiar que existe, aí, uma manipulação deliberada par esconder que o programa de estímulo à preguiça deu resultado negativo. Nem era preciso provar com dados do IPEA: Bastava confinar na Bíblia, onde se ensina que é preciso dar a vara e ensinar a pescar em vez de simplesmente distribuir o peixe.
Resumo: Acabou a popularidade e em seguida o discurso da turma de mensaleiros que planejava assaltar a Nação, colocando uma pequena parte para trabalhar e pagar impostos, outra (maioria) para explorar e ver o tempo passar e uma pequena fatia da burguesia para 'tomar conta' do caixa.

PROCURA-SE UM LÍDER
O Brasil precisa urgentemente de um líder que não esconda a verdade, que não fuja dos problemas, que não engane com discurso falacioso nem venda a ilusão de que é possível viver num mundo competitivo apenas esperando uma bolsa cair do céu, sacrificando uma minoria que trabalha duro, empreende, arrisca e sobretudo paga impostos.

Uma melancia para um 'palhaço'

Um caçador de holofotes que não mede distância para alcançar manchetes. Pode assim ser definido este exibicionista que se aproveita de tudo, inclusive do ataque de tubarões. Sem nominá-lo, este que desceu de Ministro para vereador da capital, quer que o 'Pernambuco que deu certo'  indenize o Pernambuco que toma banho em mar aberto  desafiando tubarões, onde estão eles escondidos.
Quem conhece Boa Viagem sabe bem  que o que sobra por lá são placas de advertência. Passar dos corais é tão ou mais imprudente quanto colocar a mão num buraco aonde estão uma cobra e uma colmeia de abelhas africanas.

Leia e julgue. É nosso dever combater a pirotecnia política.

Jungmann aciona Ministério Público contra Suape

















O vereador Raul Jungmann (PPS) se encontra nesta terça-feira (30), às 16h30, com o promotor do Meio Ambiente do Ministério Público de Pernambuco, Ricardo Coelho, para dar entrada em um pedido de inquérito civil público contra o Porto de Suape por danos ambientais que, segundo ele, resultaram no aumento de ataques de tubarões nas praias do Recife.

'Há um consenso entre todos os especialistas que é a partir do início da operação do Porto de Suape que os tubarões são deslocados para o estuário do Rio Jaboatão e daí para as costas do Recife e Olinda, ocasionando 25 mortes em 59 ataques registrados, segundo estatísticas oficiais, em que pese o evidente subregistro dos ataques e vítimas fatais', afirmou o pós-socialista.

Para o vereador, Suape deveria destinar um percentual da sua receita para custear estudos e pesquisas sobre o problema, além de formular projetos e soluções que minimizem os riscos, ações que poderiam ser realizadas através de amplas e massivas campanhas educativas.

ETE de primeiro mundo: Eduardo Campos inaugura o 'futuro' em Araripina


Com entusiasmo juvenil e fôlego de maratonista, o governador de Pernambuco e presidenciável Eduardo Campos (PSB), cercado de jovens e 'escoltado'  por um exército de políticos aliados deu por inaugurada, na noite de ontem (29/07), a ETE de Araripina, um equipamento de ensino com estrutura e cara de primeiro mundo, que em nada nos remete ao que hoje conhecemos em qualquer parte do Brasil.
A ETE Pedro Muniz Falcão, erguida no Alto da Boa Vista, bairro mais populoso de Araripina, deixa para trás em termos de estrutura e equipamentos as mais caras e badaladas escolas particulares do Nordeste e do Brasil. Em Recife, por exemplo, nem procurando com lupa se encontrará uma escola com seis laboratórios, quadra coberta, tanto espaço adequado e requinte.

Mais apoio ao anfitrião, parente e prefeito Alexandre Arraes: Mais obras de impacto anunciadas para a região.

Com discurso de presidenciável, tão ou mais entusiasmado que outro feito no já longínquo 2005, na biblioteca da AEDA, quando ainda não chegava a 4% da preferência dos pernambucanos para governar o estado, Eduardo Campos fala de educação como se estivesse na Korea do Sul e espera de nossos jovens o mesmo resultado alcançado no País asiático, que investiu pesado em escola e tecnologia e hoje colhe os frutos. "A inauguração do que entregamos hoje só vai acontecer daqui há dez anos, quando os jovens começarem a colher os frutos do que aprenderam", resumiu profético, para surpreender ainda mais a plateia: "Esta obra é mais importante do que as indústrias, estradas, portos e tantas outras obras que surgiram na nossa administração e nos colocam como o gestor mais bem avaliado do País". "Esta escola vai dar aos jovens mais carentes o mesmo futuro que escolas caras da capital e do exterior dão aos filhos de pessoas das classes mais alta". "Abracem essa escola, agarrem a oportunidade", repetia, dirigindo-se sempre a alunos e professores presentes. A Escola que encantou a todos oferecerá ensino técnico e será integral, assim como a maioria das equipamentos  que o governo do Estado está construindo e inaugurando, provavelmente para se transformar em bandeira de campanha e plataforma de governo - rumo ao Planalto. A ETE Pedro Muniz Falcão custou mais de R$ 7 milhões e os equipamentos elevarão este custo para R$ 10 milhões, sem contar o valor do terreno, doado ao estado por João Bosco Lacerda, ex-prefeito de Granito e amigo pessoal de Eduardo Campos, de quem recebeu calorosa homenagem e agradecimento público.



OBSTINAÇÃO E MUITA MOTIVAÇÃO

Revolução silenciosa: Jovens e governante se entendendo sobre o futuro, e se ouvindo.

Já no penúltimo ano de seu segundo mandato à frente do governo de Pernambuco, Eduardo Campos seduz os eleitores, sobretudo a juventude que em outros cantos tomam as ruas em protesto, mais pela capacidade de arranjar alegria no fundo da alma e do corpo cansado de longa maratona do que propriamente pelas inúmeras obras que entrega. O neto de Arraes é de fato um obstinado, alguém que nasceu diferente da grande maioria, um ser que vai buscar inspiração e vontade de transformar onde menos se imagina e poucos sabem que existe. Parece um ritual. Ele chega aclamado, distribui abraços e beijos, tira fotos à vontade, é convidado a compor a mesa como figura central, olha em volta e começa a corrigir as falhas do cerimonial, apontando discretamente na direção dos que deveriam está ao seu lado (alguma forma de gratidão ou reconhecimento), mas ali não estão. Em seguida, um a um, os velhos e novos aliados vão sendo chamados ou anunciados. Em seguida abaixa a cabeça, ouve discursos, cruza informações com assessores e  na hora de falar faz uma PALESTRA MOTIVACIONAL, onde aparecem números, informações precisas, citações e sobretudo fé no futuro, aquela fé que as massas precisam para seguir em frente com confiança e vontade de transformar.
Eduardo é mesmo diferente da maioria dos políticos. Tão diferente quando a escola que acaba de entregar no bairro mais populoso de Araripina se comparada às demais escolas do País. Ou tão diferente quanto a nova perimetral e a estrada asfaltada de Rancharia, se confrontadas com a realidade anterior.

MARATONA
O governador chegou ontem à noite em Araripina já vindo de Petrolina, o lugar mais 'cheio de direitos' e exigente de Pernambuco, onde uma UPA Especialidades foi entregue à comunidade junto com outras obras. Hoje Eduardo Campos percorre outras cidades do Araripe,  inaugurando obras em Trindade, Ipubi, Exu, Bodocó e Ouricuri.

sábado, 27 de julho de 2013

Sem surpresas, Lew faz da forma que a 'galera' do mal deseja. Volta logo, Joaquim!


Nos poucos dias em que está comandando o STF, substituindo Joaquim Barbosa, o ministro Ricardo Lewandowski não está frustrando os poderosos. Declarou ilegal uma greve de médicos na Bahia, onde o governo é petista; suspendeu o pagamento de uma multa de R$ 200 mil que o blogueiro chapa branca e processado por racismo Paulo Henrique Amorim deveria pagar a Daniel Dantas; interrompeu o processo de impeachment contra Guilherme Afif, por ocupação de um ministério mesmo sendo vice-governador de São Paulo; e, finalmente, indeferiu liminarmente o mandado de segurança impetrado pela AMB contra o Programa Mais Médicos. Sem dúvida alguma, Lewandowski é o sonho de STF dos governistas e petistas.

Ex-namorada de Dilma exige pensão.

 
Veronica Maldonado que namorou com Dilma Rousseff vai exigir pensão na Justiça

A doméstica Verônica Maldonado, afirma que teve um longo romance com a ex-guerrilheira e atual presidente da república, Dilma Rousseff.
Verônica disse que pode provar a relação amorosa com Dilma, por que tem fotos, cartas e outros documentos e por isto vai mover uma ação contra a ex-guerrilheira pedindo o direito à uma pensão mensal, já que, por mais de quinze anos a doméstica deixou de trabalhar e de estudar para se dedicar apenas a vida conjugal com Dilma.


O advogado Celso Langoni Filho, citou o artigo 226 da Constituição, dizendo que a família é um bem da sociedade e que tem proteção especial do estado. A doméstica que amava Dilma foi escanteada logo depois que a guerrilheira foi trabalhar em Brasília.

Governador entre nós: Depois de aparecer como o governante e político mais bem avaliado do Brasil, Eduardo Campos vem a Araripina e região entregar e anunciar obras.

O governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB) chega à Araripina nesta segunda-feira (29) para inaugurar uma série de obras do Governo do Estado na cidade. A agenda de Eduardo Campos será acompanhada pelo prefeito Alexandre Arraes (PSB). O governador permanece na cidade até a manhã da terça-feira (30).

A agenda será extensa começando na noite da segunda quando Eduardo Campos inaugura a Escola Técnica localizada no bairro do Alto da Boa Vista, investimento na ordem de R$ 8 milhões. Na ocasião, o Governador entrega tablets para alunos da rede estadual e assina o lançamento do edital da Academia das Cidades.

Em seguida a comitiva segue para a Avenida Perimetral onde além da inauguração da nova Avenida Perimetral, serão entregues 100 títulos de propriedade rural pelo Instituto de Terras e Reforma Agrária de Pernambuco – ITERPE, e a assinatura de Ordem de Serviço para a perfuração e instalação de poços artesianos, cisternas e barragens do Programa Água para Todos.

Na manhã da terça-feira será a vez da inauguração da pavimentação asfáltica do acesso ao distrito de Bom Jardim do Araripe (Rancharia). São 9,5km que ligam o distrito de Araripina à PE 615 e foram investidos R$ 5 milhões do Governo do Estado.

De acordo com o prefeito de Araripina, Alexandre Arraes, a visita do Governador Eduardo Campos à cidade é uma grande manifestação de respeito ao povo de Araripina, pois ele havia selado estes compromissos durante a sua administração interina de prefeito em 2012 e muitas pessoas afirmavam que estes benefícios nunca chegariam  ao povo. “Somos gratos ao Governador que destravou estas importantes obras e mostrou o seu compromisso com a população. A nova Perimetral, a estrada da Rancharia e a Escola Técnica já são uma realidade e tenho certeza que muitas outras obras virão nesta parceria entre Estado e Prefeitura para beneficiar a nossa gente”, afirmou.

Ao final da agenda de inaugurações em Araripina o Governador Eduardo Campos segue para a cidade de Trindade e logo após Ouricuri, Granito, Bodocó e Exú e encerra sua agenda no Araripe no distrito de Serrolândia (Ipubi) na quarta-feira (31).

quarta-feira, 24 de julho de 2013

IBOPE: Eduardo é o melhor do Brasil. Dilma desaba mais; Sérgio Cabral também desaba.


Sai nova pesquisa IBOPE. Eduardo Campos continua sendo o governador mais bem avaliado do Brasil e Dilma encosta na rejeição máxima  permitida. A maioria dos governadores está no chão da impopularidade, junto com a petista.
Veja dados preliminares do Blog de Noblat:

Ibope: Aprovação do governo Cabral é a mais baixa. Cai a de Dilma

O governo Sérgio Cabral (PMDB), do Rio de Janeiro, foi o pior avaliado entre onze governos pesquisados este mês pelo Ibope para a Confederação Nacional da Indústria (CNI).
Apenas 19% dos cariocas entrevistados consideram o governo Cabral ótimo ou bom.
O Ibope ouviu 8 mil pessoas para aferir o desempenho dos governos dos 11 principais Estados.
O de Eduardo Campos (PSB), em Pernambuco, foi o mais bem avaliado - 58% de ótimo e bom.
Os governos do Rio Grande do Sul e de Goiás aparecem muito mal na pesquisa.
A média de ótimo e bom das administração dos 11 Estados ficou em 35%.
A aprovação do governo Dilma continua caindo.
Em junho último, 13% avaliavam o governo de Dilma como ruim ou péssimo. Agora, algo próximo de 30%.
A pesquisa Ibope-CNI será divulgada amanhã.

Ciro está solto novamente: "Dilma governa assentada na putaria"


O ex-ministro Ciro Gomes esqueceu o 'medicamento' na casa de uma das Patrícias outra vez. E como sempre acontece, soltou o verbo. Não se assuste. Pior que é verdade.

terça-feira, 23 de julho de 2013

Joaquim Barbosa evita cumprimentar Dilma. Teria aplicado a Lei da reciprocidade.


Em eventos recentes, a presidente Dilma chegou a ficar quase uma hora sentada ao lado de Joaquim Barbosa sem dirigir-lhe a palavra e ainda teria feito comentários em virtude de cor, em momentos posteriores. Mesmo estando diante do Papa Francisco, o presidente do Supremo não se conteve e aplicou a lei da reciprocidade: 'Gelo' para todo o planeta ver e comentar.
De falsidade ele não pode ser acusado.

sábado, 20 de julho de 2013

Médicos endurecem o jogo após serem despespeitados.

Entidades médicas reagem ao Mais Médicos e deixam comissões do governo

Flávia Perry, O Globo

Quatro entidades que representam os médicos se preparam para travar uma guerra contra o governo por causa do programa Mais Médicos, após decisões que eles classificam como “autoritárias” e que atropelaram os debates com a classe. Elas anunciaram, nesta sexta-feira, que deixam de participar das comissões e grupos de trabalho do governo que fazem parte. Além disso, as entidades estão preparando ações judiciais questionando o Mais Médicos.

A Federação Nacional dos Médicos (Fenam), o Conselho Federal de Medicina (CFM), a Associação Médica Brasileira (AMB) e a Associação Nacional dos Médicos Residentes (ANMR) justificam que decidiram sair dos grupos após o governo agir de forma “unilateral e autoritária”. Eles afirmam que suas propostas foram tratadas com indiferença nos conselhos e grupos.


Leia mais em Entidades médicas reagem ao Mais Médicos e abandonam comissões do governo federal

SAIBA QUE:
1) O PT completará 12 anos no poder sem resolver a o problema da carência de médicos. Por ganância, apenas autorizou a criação de faculdades particulares em lugares inviáveis, deixando de ampliar as vagas e melhorar o ensino onde a saúde é avançada e as instituições formam bons profissionais de medicina;

2) Enquanto a Espanha, Portugal e todos os países europeus só aceitam brasileiros para trabalhar de prostituas ou faxineiras, negando empregos decentes, a presidente Dilma faz o contrário, esquecendo a lei reciprocidade;

3) Enquanto o PT sucateava as universidades públicas, pais gastavam o orçamento doméstico para formar filhos em medicina;

4) Como sabe que esses profissionais não serão bajuladores do regime em implantação no País, Dilma decidiu retaliar, ameaçando com  a importação de cubanos, médicos escravizados lá e em qualquer parte, pois trabalham pela comida, enquanto o governo cubano exige que seu salário seja depositado numa poupança cuja finalidade é sustentar a corrupção e o luxo de uma casta, para que mantenha seus privilégios sufocantes.

sexta-feira, 19 de julho de 2013

Sincronismo lulista: Dilma desaba no IBOPE e Lula volta a falar para afirmar que não tem câncer.

É candidato a candidato. Só assim podemos definir. Se você for nas mais antigas, vai ver que alertamos aqui que Lula estava preparando a base corrosiva para destruir os 'pés de barro' do 'gigante' que ele criou e apelidou de poste. Lula quer voltar. E quer voltar agora, pois sabe que se não for o candidato pelo PT a presidência da República muda de mãos e o PT sai do Planalto rumo ao orfanato, enquanto muitos de seus líderes partem para solitárias prisões destinadas desde já aos mensaleiros.
Pode anotar a cronologia. Lula ameaçou com caravanas pelo País; Lula reuniu-se com sindicalistas no instituto que leva o seu nome; a turma de Lula na Caixa Econômica Federal antecipou pagamento da Bolsa Família e espalhou o boato de que a esmola iria acabar, provocando as ondas de ataques à CEF; as bases ligadas a Lula no movimento Passe Livre incendiaram o País a partir de São Paulo, onde Lula nasceu politicamente; Lula se reuniu novamente com os sindicatos e estes pararam o Brasil por um dia. Enquanto isto, o amigão de Lula com cadeira privilegiada ao lado de Dilma, o Gilberto Carvalho, começou a criar problemas dentro da base ao convencer Dilma a brigar com médicos, com portuários, com aliados interessados nos Portos. Deu nisso. Dilma não tem mais ninguém.
Cinicamente, Lula volta a falar para a imprensa nacional. Afirma que Dilma é sua candidata, mas adverte que não está com câncer. É tudo que os mensaleiros e associados em pânico querem ouvir: Lula está vivo e na disputa.
Anotem aí: Dilma pode dizer o que bem lhe for conveniente, mas como guerrilheira que nunca perdeu a essência ela só queria dizer uma coisa ao criador: "Faça o seu último pedido"! O PT está em guerra. Em guerra para não largar o osso gordo, meu amigo.

quarta-feira, 17 de julho de 2013

Orgânicos em novo dia

Araripina já conta com dois dias para comprar produtos orgânicos, fresquinhos, ainda com cheiro da roça e sem cheiro de veneno. A prefeitura municipal destinou o galpão próximo à Justiça do Trabalho para abrigar os produtores às quartas e sábados. A novidade maior é a comercialização às quartas-feiras, acabando com aquela rotina de cidadela dos cafundós, onde virou 'lei' a feira de verdura existir em apenas um dia da semana.

BEIJU COM CARNE ASSADA
Vai fazer sucesso aquele que aparecer com beiju de forno e carne de bode assada no recinto. A tendência é virar hábito tomar café da manhã ou mesmo almoçar na feira de orgânicos, onde se pretende oferecer aquilo que enche os olhos e o 'bucho' nos sítios e serras de Araripina. Beiju de forno ou tapioca com quase tudo, passando por queijo, carne assada e ovo de capoeira. Difícil será 'selecionar' os vendedores vindos da zona rural.
O prefeito Alexandre Arraes e a secretária de Desenvolvimento Econômico, Maria Ramos, responsáveis pela novidade, fizeram também as maiores compras na abertura do espaço.

FPM: Refresco à vista

Há luz no fim do túnel para prefeitos, prefeituras e munícipes desiludidos com suas 'aldeias'. O senador Clésio Andrade (PMDB-MG) anunciou que nesta quarta-feira (17) será votada, na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, a Proposta de Emenda Constitucional (PEC 33/2011), de sua autoria, que tem como objetivo elevar a arrecadação do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) de 22,5% para 26,0%.
É parte da solução na divisão do bolo. Hoje, qualquer presidente coloca prefeitos e governadores de joelhos, pois abocanha quase todo o bolo e divide só pequena parte com estados e municípios. É uma coisa estranha, como se houvesse País sem municípios, sem bairros, sem ruas e sítios, onde a vida existe realmente e os problemas se mostram aflitivos.
Torçamos.

terça-feira, 16 de julho de 2013

"Foi fava"

Estive sumido mais uma vez deste blog. Fui resolver problemas de soluções intransferíveis. Resolvi. É bem verdade que eu estava ficando 'empanzinado' com as notícias recentes. É muita repetição do mesmo. Recebi cobranças de leitores que têm o meu número telefônico e nas ruas também. Resolvi abreviar o 'recesso'. Para simplificar a justificativa, repito Luiz Gonzaga: "Foi fava".

A NOTÍCIA
Dilma fica sem médico.
Certa de que não vai ser bem recebida por nenhum médico brasileiro, Dilma não sabe a quem recorrer para curar-se de várias doenças, entre elas Pibinho, Ibopinho e Antipatia crônica. Sem cara para enfrentar quem curou seu câncer, Dilma cogitou recorrer a médicos americanos, mas temeu retaliação dos médicos cubanos, os mesmos que mataram o venezuelano Hugo Chaves. Dilma está no mato sem cachorro. O 'pai' e conselheiro Lula teme contaminação e por hora se esconde. Já temendo efeito colateral, passou a evitar os médicos do Sírio Libanês e faz visitas frequentes a curandeiro de Goiás.
Não estranhe. O diagnóstico é este mesmo. A imprensa nacional é que não sabe usar as palavras certas.

Desalienação

Alienação é uma palavra ruim. Não importa a forma de colocar. Pega mal de qualquer jeito. Pois o Brasil está se desalienando. As pesquisas recentes provam que o brasileiro começou a 'existir' ("penso, logo existo"). Politicamente falando, milhões saíram da fase aguda de mente dominada por terceiros.
Perguntar não ofende: Você é ou foi alienado?

DEFINIÇÕES
A palavra alienação tem várias definições: cessão de bens, transferência de domínio de algo, perturbação mental, na qual se registra uma anulação da personalidade individual, arrombamento de espírito, loucura. A partir desses significados traçam algumas diretrizes para melhor analisar o que é a alienação, e assim buscar alguns motivos por quais as pessoas se alienam.
O fato concreto, na política nacional, era de alienação da mente. O aparelho do PT transforou até intelectuais em "Maria vai com as outras". A maioria acordou.

Era uma vez

A pesquisa CNT/MDA aponta que 44,7% dos entrevistados não votariam em Dilma "de jeito nenhum". Acima de 40% de rejeição, é praticamente impossível um candidato ser eleito.
O governo da presidente Dilma Rousseff é avaliado de forma positiva por 31,3% dos entrevistados. No último levantamento, em junho, o porcentual era de 54,2%. A avaliação negativa do governo atual subiu de 9% em junho para 29,5%. Positivo e negativo estão meio a meio.
Com este quadro, uma união das oposições tem plenas condições de derrotar Dilma no segundo turno. Eleitor é bicho complicado, mas já deu para entender que Dilma não deu pro gasto. Em números arredondados, o placar do primeiro seria o seguinte: Oposições 43% x Dilma 33%, com tendência de quadro terminal do 'poste'.

quarta-feira, 3 de julho de 2013

PMDB da Bahia anuncia que não apoia o PT

Secretário nacional do PMDB e presidente da legenda na Bahia, Geddel Vieira Lima explicou os principais pontos discutidos em uma reunião da executiva nacional do partido, destinada a debater e avaliar o atual momento político do país e o posicionamento do grupo às vésperas das eleições de 2014.

“O partido debateu questões como voto obrigatório, eleição direta, reforma política e eu defendi que se explicasse o que é reforma política e eleitoral. Está se discutindo reforma política e se falando na verdade de reforma eleitoral. Fim do voto secreto no parlamento faz parte de reforma política ou eleitoral?”, questionou.

Geddel também garantiu que está disposto a dialogar com os partidos que hoje fazem oposição ao governador Jaques Wagner (PT) e trabalhar pela união das oposições, mesmo que isso possa lhe custar a candidatura. “Defendo a unidade das oposições na construção de um projeto político-administrativo diferente deste que está aí. Se eu tiver capacidade de unir esse grupo eu serei candidato, se não, eu terei humildade para apoiar aquele que tiver condições de abraçar esse novo modelo mais voltado para mais resultados e menos políticas.”

Por fim, o peemedebista garantiu que mesmo que o diretório nacional continue a apoiar o Partido dos Trabalhadores, ele continua na oposição aos governos de Dilma Rousseff e Jacques W

Caso para internação: Deputado sugere tratamento psiquiátrico para Dilma.

O deputado Fernando Hugo (PSDB) fez duras críticas à presidente Dilma Rousseff (PT) durante sessão desta quarta-feira (3), na Assembleia Legislativa do Ceará. Segundo ele, a presidente não tem capacidade para governar o Brasil e “precisa ser internada em um hospital mental”.

O tucano criticou ainda a equipe que compõe o Palácio do Planalto “Ela [a presidente Dilma Rousseff] não tem uma assessoria que preste”, disse o parlamentar.

Para ilustrar seu discurso, Fernando Hugo citou o fato de Dilma ter consultado seu marqueteiro político, João Santana, antes de ir a público falar sobre as manifestações que têm ocorrido pelo país.

Além disso, o deputado apresentou proposta para que a ALCE envie nota de repúdio ao ministro Alexandre Padilha (Saúde), isso porque o parlamentar se diz contrário à proposta de trazer médicos do exterior para trabalharem no Brasil, apresentada pelo Governo Federal como uma das formas de melhorar o atendimento nos postos e hospitais.

Polícia Federal em ação outra vez.


A Polícia Federal faz na manhã desta terça-feira uma operação para desarticular uma organização criminosa suspeita de desviar recursos público de mais de uma centena de cidades em 11 Estados: Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo, Pará, Sergipe, Santa Catarina, Rio de Janeiro, Pernambuco, Paraíba, Maranhão e Bahia. Mais de 100 policiais participam da ação, batizada de "Violência Invisível". Ao todo, estão sendo cumpridos 53 mandados judiciais: nove de prisão temporária, 20 de busca e apreensão, 21 de sequestro de valores, bens móveis e imóveis, e três para prestar depoimento à Polícia.
De acordo com a polícia, a quadrilha, formada por empresas, pessoas físicas, servidores públicos e ex-prefeitos, fraudava processos licitatórios, direcionando as contratações a uma das empresas integrantes do esquema. Essa empresa vencia as licitações com o compromisso de fazer a compensação entre precatórios judiciais e as dívidas das prefeituras, sob o argumento de uma economia de até 30% sobre os valores devidos ao INSS, prática proibida expressamente pela lei.
Em Minas Gerais, a ação do grupo foi detectada nos municípios de Águas Vermelhas, Capelinha, Caratinga, Ipatinga, Itambacuri, Janaúba, Montes Claros, Pirapora, Rio Pardo de Minas, Várzea da Palma, Varzelândia, além do Consórcio intermunicipal de Saúde da Rede de Urgência do Norte de Minas (Cisrun). Somente nesse Estado, foram desviados mais de R$ 70 milhões.
Os presos responderão por crimes contra a administração pública, formação de quadrilha, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro, fraude em licitações, corrupção ativa e passiva, dentre outros. Se condenados, as penas máximas aplicadas aos crimes ultrapassam 30 anos.
Os trabalhos contam com a participação do Ministério Público Fedeeraal em Minas Gerais e da ReceitaFederal do Brasil. Pela complexidade, a atuação da organização criminosa será julgada tanto pela Justiça Federal, quanto pela Justiça Estadual.

Felipão ofendido

Na entrevista de ontem, Dilma Rousseff foi questionada se o seu governo é "padrão Fifa". "Não, é padrão Felipão", respondeu, em referência ao técnico da seleção campeã da Copa das Confederações.
Felipão só escala 11. O PT já escala 39 ministros, muitos dos quais nem se conhecem e também nunca sentaram à mesa com a 'chefa'.
Aliás, Dilma evita reuniões ministeriais completas porque não conseguiu encomendar uma mesa suficiente. E também porque teme uma foto devastadora da inoperância.

Base minguando. Quando o PSD de Kassab dará a mesma notícia?

A Mesa recebeu do Senador Eduardo Lopes, Líder do Partido Republicano Brasileiro, o PRB, a seguinte comunicação: Com meus cordiais cumprimentos, nos termos regimentais, comunico a V. Exª que o Partido Republicano Brasileiro (PRB) deixa de integrar, nesta data, o Bloco de Apoio ao Governo. Na oportunidade, apresenta sinceros agradecimentos à Presidência.

Marcelo Crivella (PRB-RJ) continua ou cai do Ministério da Pesca? O PRB adere ao bloco União e Força, formado pelo PTB, PR e PSC.

Serra vem mesmo aí? Leia o que ele disse ao Globo. Se vier, é ótimo para a democracia e maravilhoso para Eduardo Campos.

Ex-governador de São Paulo, José Serra (PSDB) concedeu entrevista ao GLOBO. Ele defende um entendimento entre as oposições. “Com uma ou mais candidaturas, nós temos que trabalhar por essa unidade. Isso é muito importante para o Brasil”, diz Serra.

Considerando que o Congresso já demonstrou que não deseja uma reforma política e que o PSDB rejeita a proposta de plebiscito, qual é a alternativa?
Eu, pessoalmente, sempre defendi mudança do sistema eleitoral. Mudança até na forma como é feito o horário gratuito... Não implica em fazer plebiscito, tá certo? Aliás, a reforma política pode ser feita sem plebiscito. É só ter a emenda e ter a tramitação normal. E aprovar. O surpreendente é ter essas manifestações no Brasil e isso ser apresentado como uma espécie de pílula mágica para resolver tudo. É tipicamente uma coisa oportunista para desviar a atenção dos problemas verdadeiros. O governo tem que funcionar melhor. Por exemplo, em nome da razoabilidade, e até da respeitabilidade, a presidente tem de dar um tiro no trem-bala e anunciar que o dinheiro dessa obra será destinado ao metrô. A sensação é que sobra desperdício no Brasil. Falta capacidade de governar direito.

O senhor acredita que o ex-presidente Lula poderá ser o candidato do PT em 2014?
O PT não quer perder o poder e eles vão fazer de tudo para não perder. Se eles acharem que a Dilma não tem chance, eu não tenho dúvida de que porão Lula.

E o senhor, quer concorrer em 2014?
A gente não deve especular agora em torno de questão eleitoral. Fui crítico da antecipação da campanha eleitoral. Isso fez mal para o Brasil. Os fatos mostraram que eu estava certo. Este é o momento para procurar soluções. Para procurar ajudar o país a sair dessa situação, não é o momento para discutir ou recolocar assunto de campanha eleitoral.

Mas há chance de o senhor ser candidato em 2014?
Aposentar da vida pública, eu não vou aposentar. Eu sou contra aposentadoria prematura. Mas, exatamente, que candidatura? O que disputar e etc? É coisa que vem depois.

O senhor acredita que a candidatura do senador Aécio Neves pelo PSDB é fato consumado?
É uma questão que está posta dentro do PSDB. Mas, como eu digo, realmente, o importante agora é nos concentrarmos na questão atual, os impasses que o Brasil está vivendo. As coisas estão mudando muito no Brasil. Se você olhasse o dia de hoje com uma lente, uma bola de cristal, de ontem, ele seria irreconhecível. Eu acho que o dia de amanhã será irreconhecível com uma bola de cristal de hoje. As coisas estão mudando muito no Brasil. Eu acho que, realmente, não convém tocar para diante o debate eleitoral agora.

Muito se fala da possibilidade de o senhor sair do PSDB para disputar a Presidência por outro partido de oposição. Isso pode acontecer?
São especulações. Mas uma coisa é importante: nós temos que trabalhar pela unidade das oposições. Para ter uma mudança no Brasil. Ter um entendimento entre as oposições. Com uma ou mais candidaturas, nós temos que trabalhar por essa unidade. Isso é muito importante para o Brasil.

Inflação 4 vezes maior que a média mundial

A inflação do Brasil é quatro vezes maior do que a dos 34 países desenvolvidos ou emergentes que compõem a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Nestes países, a média é de 1,5%. Aqui estamos rumando para 7%. Este é o maior sinal de que o custo de vida está fora de controle. Em nenhum lugar do mundo, quando existe crise econômica, os preços sobem com a velocidade brasileira. Ao contrário. Os preços se estabilizam e até caem. Há uma grande maquiagem na condução da economia do país. PIB baixo, indústria parada, comércio desabando, falta de investimento, falta de infraestrutura, juros subindo, consumo parando e inflação disparando é algo difícil de entender. Com a palavra os economistas. Menos a Dilma e o Mantega, os responsáveis por sermos o país com a inflação mais alta entre os 34 membros da OCDE.

Poder das ruas faz congresso derrubar 1.478 vetos presidenciais

Numa resposta ao Palácio do Planalto, o Congresso declarou nesta quarta-feira (3) a anulação de 1.478 vetos que se acumulavam sem votação pelo Legislativo há mais de dez anos. A nulidade abre caminho para que os deputados e senadores retomem a votação dos vetos, que estava parada no Congresso, permitindo aos congressistas barrar decisões da presidente Dilma Rousseff e até mesmo colocar para andar uma "pauta bomba" de vetos para o governo, como o fim do fator previdenciário.

Os vetos foram declarados nulos por se relacionarem a leis que já foram revogadas, ou a matérias que perderam a validade --como no caso de antigos orçamentos da União. "O que não faria sentido era votar vetos inócuos, superados pelo tempo", disse o presidente do Congresso, senador Renan Calheiros (PMDB-AL). Como há mais de três mil vetos na pauta do Congresso que não foram votados até hoje, os deputados e senadores ainda terão que analisar cerca de 1.500 --mas discutem um mecanismo para reduzir esse número.

Entre os líderes da Câmara e do Senado, ganha força a manobra para que cada sigla escolha dois vetos, entre os restantes, a serem analisados. Os que não forem "escolhidos" seriam automaticamente declarados prejudicados. Renan marcou para a próxima quarta-feira reunião com os líderes dos partidos para definir qual critério será adotado para a votação dos vetos restantes.

"Temos que ouvir a todos. Está havendo a obstrução das votações dos vetos em função da inexistência de critérios para que os vetos possam ser apreciados. A apreciação dos vetos é a última etapa do processo legislativo. Enquanto isso não acontece, o processo legislativo não está completo", disse Renan.

O líder do governo na Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP), reclamou dessa ideia de escolhas aleatórias dos vetos para votação. "Se for definir veto por reivindicação, você não tem uma regra clara para ser votada. Pode parecer democrático, mas não é estável", disse.

Deputados cobram do Senado a votação de um projeto de resolução que estabeleça que os vetos passem a trancar a pauta de votação do Congresso se não forem analisados em 30 dias. A Constituição estabelece apenas que eles precisam ser analisados em um mês, prazo que não é cumprido pelo Legislativo, mas não determina o trancamento da pauta --o que impede a votação de outras matérias pelo plenário do Congresso.

O primeiro veto que será analisado pelo Congresso, segundo Renan, é o que permite a familiares de taxistas que morrerem herdarem a concessão do táxi. O Legislativo aprovou o benefício, mas ele foi vetado pela presidente Dilma Rousseff. De acordo com a AGU (Advocacia Geral da União), a derrubada de parte dos vetos que estão nas gavetas do Congresso pode gerar um prejuízo de R$ 471,3 bilhões aos cofres públicos.

O governo teme a análise de "vetos bombas", como o do fator previdenciário, Código Florestal e a revisão do crédito tributário prêmio do IPI, aprovado em 2010 por meio de uma medida provisória que, se cair, vai gerar impactos de R$ 280 bilhões aos cofres públicos.(Folha Poder)

Boa notícia

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado aprovou nesta quarta-feira (3) o fim do voto secreto no Congresso Nacional, uma das cinco medidas sugeridas pela presidente na proposta de reforma política enviada ontem aos parlamentares. A medida consta de Proposta de Emenda à Constituição (PEC 20/2013) de iniciativa do senador Paulo Paim (PT-RS), que contou com voto favorável do relator, senador Sérgio Souza (PMDB-PR). O texto segue agora para o plenário do Senado, onde terá dois turnos de votações. Se aprovada, a PEC seguirá para a Câmara dos Deputados.

Atualmente, o voto secreto no Congresso é previsto em mais de 20 casos, entre eles, a análise de vetos presidenciais no Congresso, a cassação de congressistas, eleição para a Mesa Diretora (incluindo a escolha do presidente da Câmara e do Senado) e a indicação de conselheiros para o TCU (Tribunal de Contas da União). Na semana passada, a CCJ da Câmara aprovou a proposta semelhante, mas mais restrita, que acaba com o voto secreto em processos de cassação de mandato. A proposta, que já foi aprovada no Senado, vai agora a uma comissão especial da Câmara que será criada para analisá-la. Em seguida, precisa ser aprovada em dois turnos no plenário da Casa. (Informações do UOL)

Do tempo que o PT era forte e se considerava imbatível

Este blog é 'muito velho'. É do tempo que o PT se achava o último biscoito do saco e imbatível nas urnas, mesmo sabendo que representa um bando e não um grupo com ideais louváveis.
O tempo passa rápido mesmo. Antes, somente este blog e mais alguns de olhos mais abertos enfrentavam a 'unanimidade' (burra como todas as demais) posta pelo IBOPE e seus apêndices. Hoje, todos batem sem piedade no partido mais corrupto e incompetente de todos os tempos no Brasil. Ironicamente, este blog se deu um merecido descanso. Pudera: Hoje é dispensável. Todo mundo vai às ruas e chama Dilma 'daquilo'.

O 'Melhor São João" continua repercutindo na capital e nos quatro cantos do Estado

Continua rendendo muito na imprensa estadual o resultado do São João 2013 de Araripina.
Veja o que publicou Magno Martins tantos dias depois:

"Araripina comemora o resultado do São João 2013

A Prefeitura de Araripina, no Sertão do Estado, divulgou, há pouco, o balanço dos quase 40 dias de festejos juninos realizados na cidade. A administração municipal ressaltou o saldo positivo da festa que, este ano, resgatou as tradições do interior do estado e as conciliou com os ganhos da modernidade, resultando assim numa festa que valorizou o forró-de-serra ao mesmo tempo em que trouxe artistas nacionais para o seu São João.

De acordo com o prefeito Alexandre Arraes (PSB), o sucesso do evento se deu por motivos como o aconchego do lugar, a geração de empregos e renda, segurança e pelo destaque dos ritmos e valores locais, traduzidos no público médio de 40 mil pessoas.

O prefeito aproveitou para minimizar os ataques a festa de São João. Alexandre disse ainda que as críticas são fruto de “alguns políticos adversários, que insistem em distorcer fatos e criar factoides”, políticos estes estes que, segundo ele, pagam a terceiros para falar mal do seu governo criando um “ambiente de especulações vazias, inoportunas e irresponsáveis”.