sexta-feira, 21 de junho de 2013

Lula por trás, com os seus infiltrados praticando o fogo amigo. Jornada Mundial da Juventude com protesto é o que ele quer, antes de posto de candidato.

Ex-presidente Lula quer o povo nas ruas para que Dilma desista e ele apareça como o "Salvador da Pátria"
O ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, disse nesta sexta-feira (21) que a Jornada Mundial da Juventude – evento católico que reunirá milhares de jovens de várias partes do mundo no Rio de Janeiro, em julho, com a presença do Papa – poderá ocorrer “num clima em que esteja ocorrendo manifestações”. Carvalho fez a declaração durante a abertura de uma reunião entre a Presidência e organizadores da Jornada Mundial da Juventude, no Palácio do Planalto.
“Nós temos que ter clareza de que ela [jornada] pode ocorrer dentro de um clima - não vou dizer igual ao dos dias de hoje, porque a conjuntura evolui tão rapidamente que você não tem muito como profetizar, dizer se vai acontecer isso ou se vai acontecer aquilo, seria temerário - mas nós temos que estar preparados para jornada acontecer inclusive num clima em que esteja ocorrendo manifestações no país”, declarou. (G1)

Nenhum comentário:

Postar um comentário