sábado, 30 de julho de 2011

Aliado inconveniente 'entrega' Eduardo Campos a Dilma: Ele é candidato a presidente.



O deputado federal Ribamar Alves (PSB-MA) deixou escapar ontem (28), que o governador do Pernambuco e presidente de seu partido, Eduardo Campos, é candidato à sucessão da presidenta Dilma Rousseff na. “Vamos buscar espaço nesse Maranhão para crescer o PSB e fortalecer o partido em 2014 e lançar nosso querido Eduardo Campos presidente do Brasil”, afirmou Alves durante um discurso. Ainda segundo o parlamentar, Campos não admite publicamente que vai concorrer. “O Eduardo Campos jamais vai dizer que é candidato, mas é. Ele é aliado da presidente Dilma, mas o PSB não vai ficar a vida toda a reboque do projeto do PT.

Quem está rindo dessa conversa é Aécio Neves, certo que está de que será candidato a presidente contando com o pernambucano de vice, formando assim a chapa batizada de 'netinhos do Brasil'.

Sérgio Guerra escala um testa de ferro sem 'futuro' e sem 'credenciais políticas' para bater em Serra, que teve 44 milhões de votos.

PSDB se prepara para deixar de ser o principal partido de oposição. Quer ser apenas oposição de faixada.

Leia o que foi publicado na imprensa pernambucana, a mando de Sérgio Guerra:

"O que muitos tucanos não têm coragem de dizer em público, o cientista político, professor da UFPE e presidente da secção pernambucana do Instituto Teotônio Vilela, André Régis, teve: José Serra já deu o que tinha de dar ao PSDB e não deve ter uma terceira chance para disputar a presidência da República, disse ele. A vez agora é do senador Aécio Neves, que pode até ter menos bagagem do que Serra, mas tem mais carisma, mais empatia com o eleitor jovem e não é desagregador, acrescentou.

Para Régis, José Serra errou redondamente ao forçar a barra dentro do partido para assumir o cargo de presidente no lugar de Sérgio Guerra. A seu ver, quem perde uma eleição em segundo turno, como ele perdeu, tem que arrumar as malas e aguardar uma convocação. Se esta não for feita é porque o partido entende que deve marchar com um novo candidato. Serra fez tudo ao contrário, disse o professor. Tentou ser eleito presidente - do partido ou do Instituto Teotônio Vilela. E ficou sem nada.

Ele diz também que Serra não tem legitimidade para reclamar do PSDB porque foi candidato a presidente duas vezes e em nenhuma delas defendeu o ideário do partido. Foi crítico do Plano Real e da política macroeconômica do presidente FHC, não fez a defesa das privatizações e quando recebeu aperto do PT em 2010 partiu para o desespero: assumiu as mesmas bandeiras dos petistas. Quando foi além delas, como a defesa do salário mínimo de R$ 600,00, não teve aderência na sociedade".


NOSSO COMENTÁRIO
O PSDB de Sérgio Guerra não fez campanha para José Serra no Brasil nem para Jarbas em Pernambuco. Quem é do ramo sabe disso. O blog ouviu uma gravação do 'moço que cria cavalos' fazendo comentários de moleque, numa serra de Araripina, conspirando contra as majoritárias que dizia defender e, mais do que isso, debochando de Raul Jungmann, a quem chamava de 'psicopata'.
Quem participou da última campanha sabe perfeitamente que Sérgio Guerra fez tudo para atrapalhar José Serra; que a campanha foi feita pela militância; que ele entregou o comando do segundo turno a gente que traiu Serra no primeiro, almofadinhas que fazem 'careta' para o povo, e prova disso é que pulou fora do partido tão logo a eleição se encerrou.

Aécio Neves, o traidor defendido por 'esse tal' de André Régis, é candidato a perder para qualquer um. Não passa de um 'boy' das noites cariocas, que não resiste a um bafômetrro, muito menos a outros exames toxicológicos.
Com tais declarações, fica claro que os horizontes de José Serra se abrem mais. Ele tem a chance de sair desse partido de vaidosos e traidores para entrar, enfim, no PSD de Kassab e assim se livrar de vez dos 'carimbos de mal' colados pelo PT nessa sigla mal vista e mal falada que mancha 'a honra' de um pássaro belo chamado tucano.
Sérgio Guerra pode armar uma rede para esperar envolvimento da militância numa empreitada de defender o nome de Aécio Neves. A vida eterna não tem fim.
Apostem aí: Caso houvesse rompimento entre Dilma e Lula, sendo Aécio candidato, sequer chegaria ao segundo turno. Dilma e Lula disputariam o comando da nação. Somente Serra tem nome e discurso para entrar na luta e porfim ao reinado petista. Outro nome é perdido.

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Saneamento de Araripina e Oucicuri começa a ser feito em agosto

O Minstro Fernando Bezerra Coelho deu ordem de serviço, autorizando o início das obras de saneamento de Araripina e Ouricuri. As empreiteiras terão 37 meses para concluir o saneamento das duas maiores cidades do Araripe. Na prática, serão quatro anos de quebradeira de ruas. Considerando que a Compesa veio aqui e quebrou apenas um lado de algumas ruas e promoveu aquele transtorno, é de se prever o que acontecerá com uma obra de quase 40 milhões, com empresas querendo apresentar buracos para liberar recursos.
Caberá à sociedade o papel de pressionar e exigir que as obras aconteçam com o menor impacto negativo possível na vida das pessoas. Vale salientar que as obras da Compesa ainda não foram concluídas. Serão, tavez, feitas agora, junto com o saneamento, para 'livrar' a empresa que operou no 'encanamento' dos gastos finais.
Por enquanto, os canos colocados só geraram transtornos e buracos definitivos. Água, que é bom, nem pensar.
Que venha o saneamento definitivo. Araripina merece.

Pense num marqueteiro... Pense numa viúva 'sentida'...


No dia em que Cristina Kirchner, presidentA da Argentina vem ao Brasil fazer fotos abraçada com Dilma, também lança na TV a sua campanha para reeleição. Tudo marqueteiramente organizado. O vídeo acima mostra muitas cenas do velório de Nestor Kirchner. Pela primeira vez, ela aparece em uma cena de branco, sem o luto. Um comercial bem argentino. Pobrecita, pero espertita!

Cérebro do Bode do Araripe assume cargo de Diretor Técnico da FPF.


Dr. Leonardo Cruz, que ajudou o bode com trabalho, conhecimento e experiência, agora é homem forte da Federação Pernambuca.
Em 14 de julho, o presidente da Federação Pernambucana de Futebol, Dr. Carlos Alberto Oliveira, baixou ato nomeando o Dr. Leonardo Cruz, ex-dirigente do Araripina Futebol Clube, como diretor técnico de futebol profissional daquela entidade..

O convite foi feito pelo presidente da entidade, levando em consideração sua trajetória bem-sucedida como desportista, onde consta, o cargo de diretor de patrimônio e em seguida de futebol do Sport Club do Recife no ano de 2002, e no ano de 2009, junto com Valmir Bezerra no início dos trabalhos para a subida do Bode do sertão para a primeira divisão do Campeonato Pernambucano, intento que obtiveram êxito..

O advogado Leonardo Cruz substitui o secretário geral João Caixero de Vasconcelos Neto, que exercia o cargo interinamente..

Leonardo Cruz foi considerado uma das peças fundamentais no “Bode do Araripe” desde a solidez na organização da agremiação sertaneja, fazendo empatia com os torcedores, uma vez que é natural de Recife, o que contribuiu para a ascensão da agremiação à Série A1, ainda no ano de sua fundação.

Em 2011, em que pese muitos não terem presenciado o dirigente nas partidas da segunda fase da competição e nas finais, onde o Bode conquistou o título da Taça do Interior, sua atuação perante a FPF como representante, foi determinante para a conquista do sertanejo..

O novo diretor de futebol da FPF, no entanto, mesmo honrado prefere deixar o passado recente de lado e cuidar do exercício da função que assume:
“Tenho agora duas responsabilidades. Um delas é administrar com isenção a Diretoria que me está sendo confiada. A outra é a de substituir à altura o meu antecessor, o doutor João Caixero cuja competência dispensa comentários”..


Enviado por um leitor e conferido pelo Meu Araripe.

Batata que assa

Lula é “O Cara” dos banqueiros em NY
Anda incerto o futuro do Bolsa Família com esses tempos de corte no governo, mas a certeza é que o bolso do ex-presidente Lula se enche de dólares a cada “palestra”. O BTG Pactual o contratou para conferência dias 5 e 6 de outubro no Hotel Waldorf Astoria, em Manhattan, Nova York, a meca do capitalismo mundial. Lula vai falar para banqueiros e especuladores dos cinco continentes. Barack Obama estará de olho.


Dupla
Além de Lula, o ex-presidente da Colômbia Alvaro Uribe dividirá as atenções com a lábia do “Cara”. Na plateia, muitos banqueiros do Brasil.


Clubinho
O BTG vai fechar parte do Waldorf Astoria, o mais luxuoso de NY, para receber seus convidados. Uma diária não sai por menos de US$1,1 mil.


Caroneiro
O dono do BTG Pactual é o jovem banqueiro brasileiro André Esteves, que levará Lula em seu jatinho Gulfstream G450 para Nova York.

Lendo a sequência de Cláudio Humberto, ficamos sem dúvida: ele quer voltar e seu desafio será o de tirar de Dilma as condições de permanência no Palácio. Tendo cercado o poste de ex-ministros conspiradores, de ONGs famintas e de banqueiros agourentos, e tendo tanta gente para custear sua vida de 'conferencista' e sua campanha à reeleição; e sendo ele o queridinho do andar de baixo, ´fica a certeza de que o PT 'dellas' vai ter que encarar o PT delle. Vai parecer uma disputa entre Dallas e Las Vegas. E é.

Inculta e feia?

"Não podemos incorrer no erro de comprometer tudo que conquistamos, não porque quiséssemos ou pelos erros que cometêssemos, mas pelos efeitos da conjuntura internacional desequilibrada".


Dilma Rousseff, a incompreensível presidenta da República.

De rabo preso, a Rede Globo só critica a cor das cortinas palacianas.

Hoje o jornal O Globo condena, em editorial, o uso de dinheiro do BNDES, de dinheiro do estado e de dinheiro da prefeitura para doar um estádio para o Corinthians, em São Paulo. Tem toda a razão. Mas perde o direito de contestar quando não fala nada do aumento de R$ 300 milhões na obra do Maracanã e, especialmente, do evento de amanhã, para o sorteio das chaves da Copa de 2014. Ele é organizado por uma empresa de promoções que pertence à Rede Globo e torrará R$ 30 milhões do governo Cabral em quatro horas, com direito a roubar um aeroporto dos brasileiros, para que o barulho dos aviões no Santos Dumont não atrapalhem as negociatas ao pé do ouvido que envolvem a emissora de TV e os corruptos da CBF e da FIFA. É este tipo de parcialidade que enoja na imprensa brasileira.


Aliás, Ricardo Teixeira respondeu com desaforo a uma jornalista afirmando que só teme alguma denúncia quando ela aprecer no Jornal Nacional. Ele está certo de que isto não acontecerá.

Prefeito afastado: começa assim, pela oposição.

O prefeito de Araçoiaba (PE), Severino Sobrinho(PMDB), foi afastado do cargo ontem, por decisão da juiza da 1ª Vara Cível de Igarassu, Maria do Rosário Monteiro, acatando liminares do Ministério Público. A medida tem o objetivo de impedir que o prefeito atrapalhe as investigações a que vem sendo submetido sob a acusação de fraudes em licitações e na contratação de empresas, desvios de merendas, entre outras. Tão logo foi informado de que a notficação de seu afastamento estava a caminho, o prefeito retirou-se de seu gabinete, para não ser notificado.

Esse 'coitado' é de oposição. Imagine se lhe aconteceria alguma coisa se fosse ligado ao governo. Ele é segundo. O primeiro foi o 'melhor' prefeito do interior, Leandro Duarde, de Santa Maria da Boa Vista, exatamente do DEM.
Mas isso é bom. Começa com os de oposição e depois vem a 'vingança', atingindo os de situação, justamente os que entram no jogo para lavar dinheiro das emendas federais.

Diretor de TV informa que gente da Rádio Folha só entrevista com dinheiro na frente

O diretor da TV Pernambuco assanhou a imprensa pernambucana ao fazer uma denúncia em Garanhuns, nas barbas de todos, inclusive de jornalistas e politicos. Disse ele que na Rádio Folha, da Folha de Pernambuco, só é entrevistado quem paga. Ou seja: só tem direito a ser notícia quem cai com dinheiro antes. Todo mundo ouviu e se fez de "Migué". Nem mesmo o governador teve coragem de demitir o diretor língua solta.

Para quem não sabe, o programa de entrevistas levado ao ar por Magno Martins é produzido nesta emissora.
Mas, como sabemos, Magno é seletivo: só come bode saudável, de boas intenções e se for apenas cortesia dos bons anfritiões, como Lula Sampaio. Magno é gente fina, não vende entrevista nem fabrica notícias.
Briga comigo quem afirmar o contrário.
Como diz Salomé de Passo Fundo: "Eu juro, juro, juro, juro!"

Efeito do bode na manchete do blog (de Magno)

O bode que Magno Martins comeu da mão de Lula Sampaio é mesmo radioativo. Hoje ele foi fundo, ao requentar uma 'marmita' que já foi requentada duzentas vezes. Tenho gravações da época que Valdeir Batista ainda era prefeito e Gonzaga Patriota anunciava a aprovação do projeto de saneamento.
Pois tome bode:

O efeito do Bode no Blog de Magno
"Araripina terá verba federal para saneamento
Convidado para participar da solenidade de abertura da Fenagri - Feira Nacional de Agricultura Irrigada, em Petrolina, o prefeito de Araripina, Lula Sampaio (PTB), garantiu o contrato para execução da maior obra de esgotamento sanitário no município por parte do ministro da Integração, Fernando Bezerra Coêlho. "Assim, teremos toda área urbana saneada para em seguida pavimentá-la e com isso a população desfrutará de mais saúde e qualidade de vida. Araripina se prepara para o melhor", disse Sampaio.

Na ocasião, ele recebeu também do ministro do Desenvolvimento Agrário, Afonso Florense, a promessa de que os projetos na área da Agricultura Familiar, notadamente os da mandiocultura, serão tocados com recursos daquela pasta. Lula ouviu do secretário de Agricultura, Ranilson Ramos, por sua vez, a garantia da ampliação e reestruturação do mercado municipal de hortifrutigranjeiros"


Quantas vezes você já ouviu essa mesma ladaínha?

Que vai sair vai. Mas é bom parar de anunciar, pois meu avô dizia que quem coloca os baldes para aparar água de chuva quando ela ainda está apontando no Iracema manda a as núvens embora.

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Ivete Sangalo esvaziará Araripina

Sou de um tempo que Ivete Sangalo cantava para pouca gente no Clube de Engenheiros de Petrolina. A vi cobrar com o 'abuso' que poucos conhecem um pouquinho de reconhecimento e aplauso. Talento ela sempre teve, mas no início dos anos 90 cantava música para 'intelectuais' e, asim sendo, cantava para poucos.
Agora a coisa é diferente. Ivete arrasta mutidões. Ao cantar em Trindade, fará um arrastão que esvaziará Araripina. Por outro lado, causará muita inveja na turma que trouxe Reginaldo Rossi para o São João de nossa terra.
Além de Ivete Sangalo, Trindade traz Limão com Mel para a Feira Internacional de Gesso.

Perguntar não ofende: Quando Araripina voltará a trazer artistas de nível para São João e Vaquejada?

Um coveiro cavando a cova da chefe ataca as ONGs

O governo que mais abriu as porteiras para as ONGs foi o de Lula. O homem forte de Lula que fazia interface com o terceiro setor era Gilberto Carvalho.
Pois é o próprio Gilberto, chamado por petistas amigos de 'coveiro do partido', que trata de cavar a cova de Dilma. A briga que ele compra com as ONGs tem exatamente este objetivo.
Leia o que ele diz:
"O ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, afirmou hoje, que o governo tem trabalhado para evitar "a picaretagem que infelizmente cresce" entre as organizações não governamentais (ONGs). Segundo o ministro, é difícil separar o "joio do trigo" nesse setor. “É preciso criar um departamento monstro para dar conta de nota por nota, dessa questão de manter fiscalização para evitar a picaretagem que infelizmente também cresce nessa área. Ao lado de tantas entidades beneméritas, nós sabemos de ONGs e entidades que são criadas para auferir recursos para as próprias pessoas, que são fraudes".

Se há picaretagem foi o governo que segue quem 'inaugurou' .

O interesse de Gilberto é único: enterrar Dilma para trazer Lula de volta. Se você é um ongueiro e quer o mesmo que Gilberto, comece a 'movimentar' os encontros que defendem a ampliação da dita 'transversalidade'. Todo mundo sabe que é nos encontros de ONGs que se difunde as ideais do ABC. Foi Lula quem mandou...

2012: Um silêncio ensurdecedor

Se alguém disser que existe algo de novo no cenário eleitoral de 2012 pode chamar de mentiroso.
Quem diz que tem dinheiro e que por isso é merecido, continua escondendo o dinheiro para não entregá-lo aos 'poetas';
Quem tem muita vontade, mas conta com pouco dinheiro, continua deixando a turma comendo pelas beiradas, para não acabar com o pirão antes da hora;

As novidades restringem-se às pesquisas.... falsas. Todas falsas. De um lado e de outro. Como sempre, falsas. Desenvergonhadamente, falsas. Uma coloca Valmir Filho com 29% e outra coloca o médico com 55%. Nenhuma encomendada por ele, o que só prova que é falsa, pois seus adversários não o colocariam em patamar tão elevado e por cima divulgariam. Nem em sonho mostrariam esse resultado.

Numa outra, o atual prefeito aparece com 18%, e num pulo atinge 29% num cenário quase idêndito. Para ver, também, que ambas são falsas.

De agora em diante o mercado lucrativo das falsas pesquisas vai explodir bolsos. Com lucro para donos de 'institutos' e blogueiros de caráter duvisodo que comem bode para divulgar qualquer 'encomenda'.
Podem esperar.

Mais falso do que as tais pesquisas, somente um 'líder' de distrito sem mandato, que sai por aí espalhando resultado de pesquisas que não viu, na tentativa de erguer gente que já desistiu.

E assim segue 2012 em Araripina. Uns escondendo dinheiro; outros escondendo o jogo; e outros desavergonhados inventando pesquisas para não se afastar do circo.

Quando você se deparar com o nosso silêncio por aqui sobre esse tema, tenha uma certeza: estamos evitando ser chato; crítico ácido. Pois é isso que merecem aqueles que fingem governar e também aqueles que fingem fazer oposição.
Por falar em oposição, quede-a?

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Marina esnoba Aécio.

Não existe negociação em curso para que eu apoie candidatos do PSDB mineiro. Meu compromisso é com o movimento por uma #novapolitica, afirmou Marina Silva, ex-PV, atual lobista do agronegócio internacional, pelo twitter, hoje à tarde. Até a Marina está chamando o que o Aécio faz de política velha

Prisão de luxo para atirador norueguês


Quarto da prisão de luxo Halden Fengsel, em Halden, Noruega

O ato terrorista de Anders Behring Breivik, autor confesso da explosão no centro de Oslo e do massacre na ilha de Utoya, que juntos deixaram 76 mortos na Noruega, chocou o mundo na última sexta-feira.

Diante do mais cruento episódio do país desde a II Guerra Mundial, era de se esperar uma pena severa ao sociopata. Surpreendentemente, a legislação norueguesa impede tal desfecho. Breivik deve permanecer, no máximo, 30 anos na cadeia -- ou cerca de cinco meses por cada assassinato cometido

Mudando de assunto: Eis aí a terceira camisa do Santa Cruz.


Só mudo de assunto aqui para falar do Santa Cruz. Como sou casado não posto foto de mulher nua. Só das feiosas do PT (Dilma e Ideli).

Uma não manchete com cheiro de bode. É de fazer vergonha ao jornalismo pernambucano

Esta é de lascar.
Veja que 'bela' manchete 'divulgou' o blog de Inaldo Sampaio:
"Prefeito Yves Ribeiro foi a única autoridade presente na inauguração da fábrica da Votorantim que não estava de paletó"
Tem ou não cheiro de bode numa pérola dessas? Esse tipo de não notícia só interessa mesmo ao prefeito sem paletó, que certamente já ordenou que todas as rádios sob seu controle difundam a 'falsa simplicidade' e 'não virtude'. Este não humilde, na verdade, é um populista que virou prefeito itinerante a propagar populismo e arruinar finanças por onde passou. Solução para os problemas, até hoje nenhuma. A sempre criticada ausência da prefeitura ele tenta combater com o não uso de paletó.
Está cada vez mais difícil dar uma entradinha nesses blogs de política de Pernambuco.

Um ministro de Dilma que votou em Serra

Demita-se o inimigo na trincheira.

Não há outra medida a não ser a demissão de Nelson Jobim, ministro da Defesa, do PMDB, que declarou ter votado em José Serra e não em Dilma. Se um deputado ou senador pode perder o mandato ao votar contra a orientação do seu partido, um ministro deve levar um pé nos fundilhos ao declarar que votou contra o chefe e contra o vice-chefe, que é do seu partido e que banca a sua indicação. É infidelidade partidária. A não ser que tudo isso faça parte da "concertação" que a Dilma está promovendo com o tucanato

Preservativo encontrado em lata de molho de tomate

Engraçado: a patroa ou o patrão nem chegaram a desconfiar um do outro; a acreditar que a lata virou esconderijo de última hora para o preservativo que poderia estar sendo usado 'na cozinha' em ato de traição. Parece coisa do PT. Não tendo como se explicar, processa o além.
O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul condenou a Unilever a indenizar uma consumidora que encontrou um preservativo na lata de extrato de tomate. O valor da indenização, por danos morais, será de R$ 10 mil.

A autora da ação narrou que depois do almoço foi retirar da lata o que havia sobrado do extrato de tomate da marca Elefante. Percebeu um pouco de mofo na lata e mexeu mais um pouco no conteúdo, quando encontrou um preservativo masculino enrolado no meio do molho. Ela afirmou ter usado um pouco do extrato para o preparo de almôndegas e que após a localização do objeto, ela e a família se sentiram nauseados, inclusive com vômitos.

Indignada com o ocorrido, ela procurou o fabricante. Através de ligação telefônica, a empresa disse que iria substituir a lata por outra e que a consumidora procurasse os seus direitos.

Uma CPMF para o jogo proibido e para a lavagem de dinheiro

A bancada do jogo voltou à carga e está se articulando para tentar legalizar cassinos, bingos e o jogo do bicho no país. Na expectativa de seduzir o governo Dilma Rousseff, governadores e prefeitos estão sugerindo que a receita da jogatina, estimada em R$ 10 bilhões, seja toda ela vinculada aos gastos da União, de estados e de municípios com a Saúde. O financiamento do setor, desde o governo Lula, tem sido um entrave à votação da Emenda 29.

O jogo foi combinado: idiotas de língua espanhola, ou outra qualquer, serão chamados a desaprender no Brasil.

Amadorismo sem fronteiras.

Ontem, na mesma hora em que Dilma e Mercadante - que dupla! - lançavam o Programa Ciência sem Fronteiras, que vai mandar quase 30.000 estudantes de graduação, entre segundo e terceiro anos do curso, para fazer intercâmbio no exterior, o novo presidente da UNE andava em sentido contrário. Como bom pelego, o comunista Daniel Iliescu visitava o também comunista Flávio Dino, presidente da Embratur, para fazer decolar um projeto de? Bingo! Tornar o Brasil um destino de intercâmbio! Ou seja: a Dilma e o Mercadante vão mandar estudante para fora do país porque o ensino aqui é uma porcaria. Já o presidente da UNE quer buscar estudante lá fora porque aqui o ensino é ótimo! Dá para entender?

Vinte Bilhões de Dólares lá pra fora

Com a política cambial maluca do PT, o Dólar não para de cair e os gringos não param de sorrir. Isto resulta em desindustrialização aqui, com o fechamento de milhões de postos de trabalho e consequente avalanche de produtos importados. Até o final de 2011, cerca de 20 bilhões de verdinhas terão pegado o 'avião' com destino ao exterior.
Cláudio Humberto resume o drama assim:
"Os brasileiros gastaram US$ 10,2 bilhões no exterior desde janeiro com o dólar furado. Americanos agradecem a salvação de seus empregos".

Brasil sem Saúde

Nos próximos dias, Dilma deve oficializar o Programa Brasil Sem Saúde. Depois de seis meses de governo, não construiu nenhuma UBS, Unidade Básica de Saúde. E também não ergueu nenhuma UPA, Unidade de Pronto Atendimento. Havia prometido 8.000 UBS e 500 UPA. Até agora, nada!


Por falar em investimento Zero, estamos esperando milhões de creches, uma por esquina, prometidas durante a campanha.

Ela gosta!

O diretor de Infraestrutura Ferroviária e diretor interino de Administração e Finanças do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Geraldo Lourenço de Souza Neto, é réu em uma ação penal no Tocantins, na qual é acusado pelo Ministério Público de corrupção passiva e falsidade ideológica.Segundo a promotoria, Lourenço integrava, em 2003, uma quadrilha que explorava jogos de azar. À época, ele era o delegado titular da Delegacia Estadual de Crimes Contra os Costumes, Jogos e Diversões. De acordo com os promotores, o diretor do Dnit recebia semanalmente R$ 1.500 de um contraventor para se abster de combater a exploração de máquinas caça-níqueis e também trabalhava para a "aniquilar" a concorrência do homem que lhe pagava a propina.

Propina até para cisternas

No governo Fernando Henrique Cardoso, as ONGs foram chamadas a colaborar com ensinamento de técnicas e fabricação de cisternas comunitárias. Milhões delas foram construídas e centenas de pessoas da zona rural se qualificaram para realizar o serviço em outras comunidades. Mas tem um porém: esse tipo de obra não permite distribuição de propina com políticos.
É evidente que isso desagrada ao PT. Então, eles encontraram a solução: em vez de fazer cisterna comunitária junto com a população, deixando o dinheiro com ela e com o mercado local, decidiram comprar cisterna feita, copiando um modelo de país que não tem disponibilidade de mão de obra na zona rural. Querem também a lasquinha da famigerada propina. Povo sem jeito!
Vamos ver se as ONGs vão reagir. Se ficarem caladas é porque estão levando alguma coisa nisso.

Veja o que noticia a imprensa que aceita cabresto:
"As 750 mil cisternas que o Governo Dilma pretende construir ao longo do seu Governo no Nordeste, através do programa "Água para todos", não serão importadas, conforme noticiei na coluna, mas produzidas no Brasil a um custo unitário de R$ 3,3 mil. Segundo o ministro da Integração, Fernando Bezerra Coelho, nomeado por Dilma para coordenar o programa, o modelo dessas cisternas, pré-fabricadas, já foi implantado com sucesso na Austrália, México e Malásia"

terça-feira, 26 de julho de 2011

Dólar derrete e assusta o governo

O Banco Central bem que tentou, mas não conseguiu evitar, ontem, mais uma queda do dólar, que, pela primeira vez em 12 anos, foi cotado abaixo de R$ 1,55. Na intervenção mais pesada desde abril, a autoridade monetária comprou pelo menos US$ 500 milhões por meio de dois leilões no mercado à vista e, segundo especialistas, se comprometeu a arrematar quantia semelhante por meio de contratos a termo com vencimento em 2 de agosto. Mesmo assim, a moeda norte-americana caiu 0,77% ante o real, negociada a R$ 1,543, nível sem precedentes desde 18 de janeiro de 1999, cinco dias depois de o governo mudar o regime cambial, de taxas fixas para flutuantes.

Quase burra? Longe de ser isso?

“Com esse projeto, nós não estamos dizendo de automático que vamos formar 75 mil cientistas individuais, ou 75 mil Einsteins, nós estamos dizendo o seguinte: nós vamos formar a base de pensamento educacional do país”.

Esta foi a incompreensível declaração de Dilma Rousseff, hoje, no lançamento de um incompreensível programa chamado Ciência sem Fronteiras, inventado pelo genial Mercadante, que mandará 27.000 estudantes de graduação para fazerem intercâmbio em instituições de ensino superior do mundo inteiro.


Alguns pequenos problemas para resolver depois. Os jovens brasileiros de graduação não falam inglês o suficiente para fazer um intercâmbio, a não ser uma elite que pode pagar por ele. O governo vai pagar as bolsas, mas está pedindo entre U$ 20 e 40 mil para a iniciativa privada para a subsistência dos mesmos no exterior. E por aí vai. Ou não vai.

Bode de Lula causa primeira 'infecção' severa em Magno Martins: Pimentel o desmente.

Todos sabem que o deputado bateu pesado no prefeito e não em Bringel. Mas o bode servido ao bloguero da capital tem efeito raioativo, a ponto de Magno chegar a retirar Lula do conflito e colocar Bringel em seu lugar. O jornalismo está se acabando com os 'bodes' servidos.
O blogueiro da capital, Magno Martins, esteve na região. Antes de chegar, recebeu o prefeito Lula e parte de sua equipe, tendo à frente integrantes da comunicação terceirizada. Quando esteve em Araripina, o blogueiro foi sincero ao agradecer à equipe pelo evento que realizou. Em seguida, 'comeu o bode' oferecido pelo prefeito, inclusive se deixando fotografar.
Daquele momento em diante, a notícia deixou de existir. Passou a funcionar o recado da prefeitura. A coisa foi tão longe que desandou. Sem se preocupar com a verdade dos fatos, o blogueiro citou 'informações' de uma 'fonte eletrônica' da equipe do prefeito para informar que Pimentel bateu duro no ex-prefeito Bringel.
A 'infecção' que o bode causou em Magno Martins teve um custo. Pimentel foi 'duro' na resposta-tratamento.
Leia:
'Caro Magno,

Lamento afirmar que a nota publicada em seu blog, hoje, não é verdadeira. Não concedi entrevista, fazendo referências ao ex-deputado Bringel. Falei, de fato, na última quinta-feira no programa do jornalista Martinho Filho tratando apenas de prestar esclerecimentos à população de Araripina sobre as razões do meu rompimento com o Prefeito daquela cidade. Portanto, é importante que um jornalista da sua dimensão e importância, tenha a clareza das informações que chegam ao seu blog, para que estas não sirvam apenas para fomentar intrigas e divergências pessoais'.

Pimentel sem resposta: Até agora, nada de Lula falar

Até agora, o deputado Raimundo Pimentel não 'mereceu' uma resposta 'à altura' do prefeito de Araripina, Lula Sampaio. Tudo indica que esta resposta será adiada para o dia de 'são nunca'. "O prefeito está ocupado, vai viajar para Recife e de lá para Brasília e não lembra ou não ouviu o que o deputado disse", ironizou um aliado do prefeito.
Ironias a parte, fica mais ou menos explícito o jogo na prefeitura: Não rivalizar com o deputado para 'diminuir' sua importância e tamanho. Ou, no mínimo, para não ampliar o 'estrago' da entrevista. Há quem veja outra razão: o prefeito estaria decidido a não pemitir que Pimentel se posicione de modo a virar um anti-Lula, ocupando mentes do eleitor oposição.
É mesmo difícil entender esse jogo de ex-aliados que cansaram de se ver e se cumprimentar.

Maluf: o caçador caiu no bico da caça

A cara suja do Brasil.

Hoje o Estadão publica que Paulo Salim Maluf, deputado federal pelo PP de São Paulo, tido como um dos maiores criminosos fiscais do Brasil, aluga um prédio no centro da cidade para a Procuradoria da Fazenda Nacional, pos 1,3 milhão ao ano. Quem deveria estar no encalço do Maluf para saber de onde veio o dinheiro para construir o prédio, vira o inquilino do imóvel. É ou não é a carasuja do Brasil? A lei diz que parlamentares eleitos não podem ter negócios diretos pessoas jurídicas de direito público. A lei vale para os dois lados. Neste caso, a culpa não é do Maluf. É do Ministério da Fazenda, que sabe muito bem de quem está alugando o prédio. E como sabe!

Brasil sem miséria será apenas outro Brasil com mais propaganda

Basta aumentar os valores e o alcance do Bolsa Família. Mas o Poste quer luz para 'enterrar' seu criador.

E lá vai dinheiro fora em mais uma peça de marketing: Brasil Sem Miséria. É dinheiro público. É dinheiro que pode ser melhor aplicado. O Brasil sem Miséria é um programa que tem um conceito muito fraco. Ao mesmo tempo em que o governo petista prega que tirou 40 milhões da miséria com a Bolsa Família, um programa criado por Fernando Henrique Cardoso, quer vender que o país, depois do pai, precisa de uma mãe dos pobres. No entanto, falta miséria para dar massa crítica ao programa. A miséria é pouca. Mercadologicamente, são apenas 16 milhões, 8% da população do país. Basta ampliar o Bolsa Família, já que a escolha da esquerda é dar dinheiro na mão, em vez de educação, emprego e cidadania. Vejam como a idéia é fraca: para explicar o Brasil sem Miséria, Dilma, ontem, recorreu a uma analogia absurda: tiramos uma Argentina da pobreza, mas sobrou um Chile.Poderia ter dito: tiramos um São Paulo e sobrou um Maranhão, mas aí Sarney não iria gostar. O Brasil Sem Miséria é papo furado, é um tiro no pé. Não tem consistência. É mais dinheiro público sendo jogado em clientelismo e corrupção para vender a imagem de uma governante fraca. Vão insistir. Não vai decolar. Vai custar cada vez mais caro.

Fanático norueguês critica diversidade no Brasil

Em seu manifesto de 1.518 páginas divulgado na Internet, o atirador norueguês Anders Behring Breivik, 32 anos, citou o Brasil como um "catastrófico" exemplo de miscigenação que não deve ser seguido.

No texto "A European Declaration of Independence - 2083" (Uma declaração de Independência Europeia - 2083, na tradução livre), Brejvik defende que os conservadores europeus se unam através de uma combinação de "luta armada e democracia" para combater o avanço da miscigenação nos próximos 70 anos. Caso contrário, o continente seguiria um modelo de "bastardização, muito similar ao do Brasil".

Segundo Brejvik, a miscigenação cultural brasileira resultou em uma falta de coesão nacional, o que teria tornado o País "permanentemente disfuncional" e seria responsável pelos altos índices de corrupção, falta de produtividade e eterna disputa entre "culturas conflitantes".

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Dilma enfrenta protesto em Alagoas

Servidores em greve da UFAL (Universidade Federal de Alagoas) fizeram uma manifestação em frente à AABB (Associação Atlética do Banco do Brasil), em Arapiraca, onde ocorre uma solenidade com a presidente Dilma Rousseff, segundo a Folhaonline.

Cerca de 50 servidores da universidade protestam com carro de som, megafones e cornetas. Eles estão também com um boneco gigante representando a presidente, onde está escrito 'Dil-má, mas que horror. Tem dinheiro 'pra' banqueiro, mas não tem 'pro' servidor'.

Dilma irá lançar no início da tarde o programa Água para Todos e o plano Brasil sem Miséria - Nordeste. Ao chegar em Alagoas, ainda no aeroporto de Maceió, Dilma deu entrevista a duas rádio locais

Exército também entrou no rolo

De tanto ver a roubalheira dos petistas prosperar, militares entraram na dança - Já não podemos mais convocar os homens de farda para por ordem no galinheiro.
Investigações revelam um novo braço de fraudes e irregularidades nas obras do Programa de Aceleração de Crescimento, o PAC: os Batalhões de Engenharia do Exército. A Procuradoria de Justiça Militar, o Ministério Público Federal e o Tribunal de Contas da União apuram o envolvimento de militares no roubo de materiais de construção, favorecimento de empresas, direcionamento de licitações e atrasos. O Exército brasileiro tornou-se uma das grandes empreiteiras do PAC com participação em obras de relevância nacional, como rodovias, aeroportos e o Projeto da Transposição do Rio São Francisco. O orçamento verde-oliva é superior a R$ 2 bilhões e pelo menos 2,7 mil homens atuam nos canteiros.

Uma das principais obras do PAC, a duplicação da BR 101, no Nordeste do país, foi dividida em seis lotes. Cinco estão nas mãos de empreiteiras, com fortes indícios de fraude, má execução e pagamento de propina, como aponta a Polícia Federal. O último lote é executado pelo 2º Batalhão de Engenharia do Exército. A Procuradoria de Justiça Militar em Recife já denunciou militares envolvidos com o furto de material de construção em alguns trechos da obra. O delito torna-se mais grave em obras públicas e que se arrastam há anos. A previsão era de que a obra ficasse pronta no fim de 2011, mas os próprios órgãos do governo federal atestam que o cronograma está comprometido. Entre as justificativas, a devolução de um lote, antes sob responsabilidade do Exército, para a iniciativa privada.

A BR 163, na divisa do Mato Grosso e Santarém, no Pará, também é feita no modelo que mescla lotes militares e privados. O 8º Batalhão de Engenharia de Construção controla cerca de 1.000km, entre Santarém e Rurópolis, também no Pará. Cinco convênios foram firmados entre o Departamento Nacional de Infraestrutura (Dnit) e Exército para a construção da rodovia, somando mais de R$ 300 milhões. O último relatório do TCU aponta sobrepreço de serviços — num total de R$ 5,6 milhões — e deficiência por parte do Dnit na prestação de contas. O tribunal também já identificou irregularidades na atuação dos militares nas obras da Transposição do São Francisco.

A farsa do Itaquerão e o funo no bolso do bobo

Tudo foi muito bem engendrado. Como passar oito anos no cargo de presidente da República e não deixar um legado para o timão do coração?

Eureca!

A oportunidade do legado é a Copa do Mundo de 2014.

O timão do coração tinha o terreno, doado pela prefeitura de São Paulo, mas não tinha a grana para construir o estádio.

O presidente convoca então um empreiteiro amigo para formatar a engenharia financeira da construção do estádio que em troca ficaria a cargo de sua construtora.

Em paralelo, outro amigo poderoso do presidente tratou de criar empecilhos para que o maior e melhor estádio da capital paulista não fosse o escolhido para sediar os jogos da Copa do Mundo em São Paulo.

Enquanto isso, o ministro do Esporte, o prefeito e o governador afiançavam que não seria colocado um tostão de recursos públicos no estádio do timão de coração do presidente.

Tudo de mentirinha.

Lula, Emílio Odebrecht, Ricardo Teixeira, Orlando Silva, Gilberto Kassab e Geraldo Alckmin os personagens desta farsa agiram em harmonia.

Tudo foi muito bem planejado para satisfazer o desejo de um apaixonado torcedor, que por oito anos esteve presidente da República.

A engenharia financeira montada pelo empreiteiro construtor do estádio não envolverá um tostão privado. Tudo sairá do bolso do contribuinte.

A montagem ficou assim:

- na hipótese de um estádio com capacidade para 48.000 espectadores ao custo de R$ 820 milhões, metade dos recursos para a construção será financiada pelo BNDES a juros subsidiados e a outra metade será bancada a fundo perdido pela Prefeitura de São Paulo;

- caso o estádio seja escolhido para a abertura da Copa do Mundo de 2014, o governo estadual se comprometeu a gastar R$ 70 milhões para a montagem de uma estrutura provisória de mais 20.000 lugares para cumprir a exigência da FIFA de 68.000 assentos.

Resumo da ópera.

A farsa construída para satisfazer o desejo do torcedor-presidente já frutifica e estarrece o país, haja vista que a permanência de Neymar, jogador do Santos, se transformou em “questão de Estado”, segundo declarou o presidente do clube, Luis Alvaro, ao jornal espanhol "As”.

Para tanto, o dirigente afirmou que se encontrará com a presidente Dilma Rousseff para discutir a possibilidade de um apoio estatal que ajude a bancar a permanência do jogador no Brasil.

Se alguém tinha dúvida, ela não existe mais. Essa é a pátria das chuteiras.

Araaripina e Ouricuri têm direito a construir dois postos do PSF

Prefeituras terão que doar terrenos. Que não se livrem da despesa com aquisição, empurrando postos para qualquer lugar, longe da clientela.
Sessenta e cinco municípios de Pernambuco vão receber este ano R$ 23,7 milhões do Programa de Aceleração do Crescimento II para construir 106 novas Unidades Básicas de Saúde (UBS). Esses postos devem abrigar equipes do Saúde da Família e, em parte dos casos, terão também sala de observação e atendimento de urgência para garantir atenção integral às comunidades mais carentes. A informação foi divulgada nesta quinta-feira pelo Ministério da Saúde, que garante ter liberado a primeira parcela dos recursos. O investimento total, no País, é de R$ 336,8 milhões.

Recife e Jaboatão dos Guararapes são as cidades com maior número de postos novos a serem financiados pelo PAC II em Pernambuco. A capital terá 15 UBS e Jaboatão, 13. Petrolina e Caruaru, polos do interior, também terão seis e cinco postos, respectivamente, financiados pelo programa. Olinda, Araripina, Ouricuri, Garanhuns e Serra Talhada terão duas unidades básicas.

Lula quer voltar em 2014. Dilma não sabe o que quer.

"Oposição é como jogador no banco (de reservas). Torce para o titular quebrar a perna." Há várias maneiras de interpretar essa tirada de pretenso humor de Lula, desta vez proferida na sede da Fiesp, onde o ex-líder metalúrgico foi homenageado com um jantar e uma exposição de fotos de seus dois mandatos na Presidência da República. Quem está atento à sucessão de episódios relacionados a denúncias de corrupção que têm exposto divergências da turma do ex-presidente no governo com a sucessora Dilma Rousseff pode perceber que, na verdade, quem anda fazendo oposição à titular do Planalto são os fiéis seguidores de Lula, à frente Gilberto Carvalho, ministro-secretário-geral da Presidência. E se o ex-presidente e seus fiéis escudeiros estão convencidos de que Dilma anda pisando na bola, e com isso comprometendo o projeto petista de uma longa permanência no poder, não há por que imaginar outra coisa: Lula já se pôs em campo como candidato a retornar à Presidência, não em 2018, mas já em 2014. E como todo jogador que está no banco, como ele diz, torce para o titular quebrar a perna

domingo, 24 de julho de 2011

Hoje é o dia: Lula responderá de fato a Pimentel ou fará de conta que o deputado não representa muita coisa?

Hoje, segunda, provavelmente o prefeito Lula Sampaio responderá ao deputado Raimundo Pimentel. Do tom de sua fala será possível tirar conclusões sobre o tamanho que o prefeito atribui ao ex-aliado. Se elevar o tom, é porque o considera muito valioso, forte; se adotar 'fogo brando', é porque atribui ao deputado um peso irrelevante.
Resta saber se a sua avaliação é precisa.
Vamos ouvir. Se você ler depois da fala, este post terá ficado velho. Mas valerá para melhorar seu entendimento.

Estradas sonrisal

Juiz que comanda processos contra Dnit no Ceará diz que rodovias se dissolvem com água; investigações apontam prejuízos de R$ 58 mi

Marco Antônio Martins, Folha de S. Paulo

No Ceará, as estradas se dissolvem com a água.

Investigações conduzidas pela Justiça Federal apontam relação de causa e efeito entre os desvios no Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) e as más condições das rodovias federais no Estado.

Em maio, a situação motivou o governador Cid Gomes (PSB) a chamar o Dnit de "antro de roubalheira" e o então ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento (PR), de "incompetente e desonesto".

Agora é tarde

Hoje o Estadão publica dois absurdos: o primeiro é que o Brasil é o país onde existe a carga tributária mais alta do mundo sobre a folha de pagamento, quase 33%. O segundo é a solução proposta por quem patrocinou o estudo, a FIESP, de que as empresas deixem de pagar os 20% de previdência social, o que teria um impacto final nos preços da ordem de menos 1,81%, aumentando a competitividade do país em nível internacional.
Por que a turma da Paulista que toma vinho enquanto 'trabalha' na sede da FIESP não bateu nessa tecla no período eleitoral? Porque não exigiu medidas sérias antes de financiar a candidata oficial?

Para concorrer, PSD tem 75 dias para registrar,

A corrida de Gilberto Kassab contra o tempo para conseguir criar seu PSD até 7 de outubro - prazo limite para que a legenda possa participar das eleições de 2012-- encontra obstáculos não só na certificação pelos cartórios das quase 500 mil assinaturas de apoio. Após validá-las, a nova sigla terá que percorrer, para obtenção do registro, uma trilha que se inicia nos TREs e termina no TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Sem contar a hipótese de pedido de vista dos juízes eleitorais ou questionamento adicional do Ministério Público, a lei prevê cerca de 60 dias para esse trâmite, sendo que é comum estouro de prazos. A contar deste domingo, Kassab tem 75 para não só validar as assinaturas que faltam, mas superar o rito dos tribunais

'Gigante' da América do Sul

O Chile supera o Brasil em média de salários, educação, saneamento, habitação, democracia e segurança na América Latina, revela estudo da Fundação Ethos, do México, país que ficou em terceiro lugar no ranking.

sábado, 23 de julho de 2011

Como cantava....



Morre gênio sem juízo: Amy Winehouse é encontrada morta em Londres


A cantora Amy Winehouse, 27, foi encontrada morta em sua casa em Londres neste sábado. A notícia foi divulgada inicialmente pelo canal de britânico TV Sky News. Segundo o canal, a polícia confirmou a morte, mas ainda a considera "sem explicação".

Assista "Rehab", maior sucesso da carreira da cantora
Veja fotos da vida e da carreira de Amy Winehouse

A polícia foi chamada à casa de Winehouse, no bairro de Camdem Town, por volta das 16h deste sábado, respondendo a um chamado para atender uma mulher desmaiada, segundo nota divulgada.

"Ao chegar, oficiais encontraram o corpo de uma mulher de 27 anos que foi declarada morta no local", diz o comunicado publicado pelo TMZ.

Bode para toda imprensa nacional

Dilma está assustada com o tamanho da corrupção que comandou, enquanto mãe do PAC. Teme ser enquadada como chefe da organização criminosa que desviou bilhões de Reais dos cofres públicos.
Agora, está seguindo à risca os ensinamentos de 'oferecer bode' aos jornalistas e rebanhos inteiros aos grandes veículos de imprensa para que preguem uma farsa: Dilma está fazendo uma faxina nos ministérios, de onde varre a sujeira.
Mas como? Ela era a mãe do PAC; a gerentona; a mandona e a candidata que herdou tudo.
Só jornalista muito safado para tentar defender Dilma da roubalheira e atribuir tudo ao ex-presidente Lula.
A guerra começou. Logo a turma de Lula usará seus 'coveiros', entre eles Gilberto Carvalho, para por fim ao teatro.
Nós, que não temos nada com isso, vamos assistir de camarote.
Rouba, Brasil!

Araripina: Poetas trocando ligações

A propósito da postagem abordando os 'poetas' da política local, recebi uma informação curiosa. Tão logo um bem conhecido leu a 'curiosidade', disparou ligações para saber se outros amigos de 'vida mansa' já foram chamados de 'poeta' pela liderança que cativam e 'cultivam', em algum dos jantares.
Estamos sem as respostas dos interlocutores.
De qualquer modo: "Fala, poeta. Se abanque por aqui!"
Se não leu, desça e leia postagem mais abaixo.

É a cara de Dilma e o retrato do intestino do organismo chamado PT

Tem cara de terrorista?


Agora ficou difícil combater o terrorismo apenas pela cor da pele e tamanho da barba
O jornal britânico "Daily Mail" divulgou [ontem] imagens que seriam do responsável pelo ataque ao acampamento de verão de jovens no Partido Trabalhista, na ilha de Utoeya, ao noroeste de Oslo. De acordo com a publicação e com a rede de TV Sky News, o homem se chamaria Anders Behring Breivik e seria de extrema direita.

Na página no Facebook que sites noruegueses atribuem a Breivik, ele se classifica como "conservador e cristão".

Fale agora ou cale-se para sempre

O prefeito Lula Sampaio sofreu grandes baixas políticas recentemente. A mais visível foi a do deputado estadual Raimundo Pimentel, não só pelo peso político interno, mas sobretudo pelo poder de inquietação nas salas palacianas.
Acontece que Raimundo Pimentel não saiu calado. Ao contrário, saiu atirando com chumbo grosso. Garantem nossas fontes que o prefeito queria ir ao rádio dizer coisas com gosto de raiva e que o 'comitê de crise' jogou para a próxima segunda-feira a sua entrevista-resposta. Até lá, vão procurar as palavras certas para serem ditas, de modo que justifiquem a ida de um prefeito ao rádio. Se não encontrarem, vão jogar a fala para sexta-feira e quem sabe para nunca mais.
O problema é que Lula precisa se preparar para outras explicações de perdas políticas. Algumas de peso estão engatilhadas.

"Portanto, só vou ficar preocupado, meu amor, quando sair no Jornal Nacional" .

Em recente entrevista à revista Piauí, Ricardo Teixeira, presidente da CBF, disse a frase acima, a respeito das denúncias de corrupção contra ele. Agora vejam a notícia abaixo e tenham certeza que jamais vai sair no Jornal Nacional qualquer coisa contra ele...

A Geo Eventos, empresa de eventos das Organizações Globo e do Grupo RBS, vai receber R$ 30 milhões do governo estadual e da prefeitura do Rio de Janeiro para organizar o evento em que será realizado o sorteio preliminar das eliminatórias da Copa do Mundo de 2014, o chamado "Preliminary Draw". A empresa foi contratada em regime de exclusividade pelo Comitê Organizador Local (COL) da Copa do Mundo de 2014 para produzir e captar patrocínios para a cerimônia. O sorteio acontecerá no dia 30 de julho, às 15h, na Marina da Glória (zona Sul do Rio), e será transmitido ao vivo para cerca de 200 países. Porém, a partir desta terça-feira, a Fifa promoverá uma série de atividades em uma espécie de "aquecimento" para o grande evento de sábado.


Vencedora da disputa promovida pelo COL, a Geo Eventos foi ao mercado à caça de patrocinadores para bancar a festa. Encontrou apenas dois: a prefeitura do Rio e o governo estadual. Cada um assinou um contrato de patrocínio, publicado nos diários oficiais do município e do Estado, no valor de R$ 15 milhões cada. A quantia teria sido acertada entre a Geo Eventos e as autoridades públicas, baseando-se, de acordo com a empresa das Organizações Globo, "em negociações e custos de mercado".

É farra!

A revista Época publica uma série impressionante de vídeos, onde assessores da Agência Nacional do Petróleo, antro dominado pelo PCdoB, acerta propinas e achaques para liberar assuntos internos. Sintam, abaixo, o nível da turma que está roubando a ANP:

Advogada: Ele (Ardenghy) sempre me travou de uma forma muito inteligente. Só hoje consigo ver o que ele ganhava de um outro lado.

Moreira: (...) Era uma lógica muito à petista. Era muito pra ele e ele avançava também para todos os lados (...) Uma vez eu trouxe um caso, ele queria cobrar muito. Falei “Ardenghy, não é o momento de cobrar muito”. Ele falou “não, mas se a gente não cobrar muito (...) Se a gente cobrar pouco, você vê fantasmas todos os dias”.

A mãe do PAC, que era a Mão de Lula, quer que esqueçam o que fez e agora paga para ser chamada de Tia Faxina.


No dia em que Caron do DNI(P)T pediu demissão e que Pagot do PR avisou que também vai mandar a carta de renúncia, Dilma Rousseff chamou cinco jornalistas no Planalto, deu uma exclusiva para o Moreno de O Globo e partiu para faturar a "faxina" no Ministério dos Transportes. É a campanha para fazer o povo esquecer que Dilma foi a Mãe do PAC e a Mão do Lula no governo anterior. Por incrível que pareça, se alguém pode dizer que sabia de tudo é ela, a Dilma. Até mesmo Lula poderia dizer que não estava tão bem informado. Dilma não. Era a dona do pedaço. A gerentona. Dilma fazia relatórios completos em power point naquelas reuniões longas. Ali eram projetados no telão os valores planejados, licitados, empenhados, realizados e pagos. Ela sabia de tudo, mas estava muito ocupada em se eleger presidente. Agora quer fazer uma faxina. É a dona da vassoura. Combina. Ninguém melhor do que ela para saber onde está a sujeira grossa e a sujeira fina. Conhece cada cantinho. Não é à toa que ela diz que sairão todos do DNIT e da VALEC. Também poderia dizer o mesmo a respeito da ANP. Do Ministério dos Esportes. Da Petrobras. Haja vassoura. Haja faxineira. Dá-lhe, Dilma. Você conhece cada cantinho imundo deste governo. Como ninguém. Pena que deixou, durante cinco anos, acumular tanta imundície, não é mesmo?

'Amor' ferido

Dilma ficou abalada com a demissão de Erenice Guerra por Lula. E decidiu que pau que dá em Erenice, dá em Palocci e outros.
O título é nosso, mas a informação é de cláudio Humberto.

Frente Popular vai explodir

Ontem, Lula esteve em Pernambuco. Conversou reservadamente com Eduardo Campos. O governdor está preocupado com os passos de João Paulo, tido como imbatível na disputa pela prefeitura de Recife.Quer puxá-lo para o PSB a fim de que o futuro prefeito seja de seu partido. Sendo assim, sinaliza que vai encerrar a 'aliança' tática que mantém com a outra ala do partido comandada por Humberto Costa e Maurício Rands, a dupla que sustenta João da Costa na PCR.
É provável que João Paulo mude de partido. Pode ir para o PSB e colar em Eduardo Campos o carimbo de maior traidor da aliança que comanda; e poderá também ir para o PTB, dando a Armando Monteiro o impulso que falta para disputar o governo do estado.
Como podemos ver, não existe saída confortável para João Paulo. Qualquer que seja a sua decisão, está preparada a confusão. Indo para o PSB, a turma de Dilma cai em cima com força de navio cargueiro para eleger Humberto Costa. Neste caso, vai somar com muita gente que quer derrotar Eduardo Campos.
Este campo é ocupado por muita gente que não apenas Jarbas Vasconcelos. A turma do PT quer mais isso do que o ex-governador.

Códido Araripina: "Fala, poeta... se abanque por aí!"

Conheço uma ex-autoridade que usava de um truque sutil para distinguir diversos militantes de seu grupo político, especialmente quando estava recebendo visitas ilustres da capital, a ‘nível de deputado pra cima’.
Certo de que seria logo procurado na sala, ou cozinha, para ser cumprimentado por 'convidados' e também de que muitos queriam se aproximar dele para chegar perto e puxar prosa com a visita ilustre que chegava da capital (às vezes tentar acertos financeiros em troca de apoio futuro), esta ex-autoridade cuidava logo de evitar que o ilustre da capital desse muito ouvido ao militante 'espaçoso'. Para isto, tinha um código que, uma usado, era infalível e de imediato desabonava o ‘militante’ perante o ilustre:

- “Fala, poeta.... se abanque por aí”.

Na concepção desta ex-autoridade, poeta vive de brisa, é meio avesso ao trabalho e para manter a rima sacrifica a gramática, pegando o ‘vício’ para sempre, e quase todo ano pede patrocínio para um ‘trabalho cultural’. Por estar sempre atrás de uma rima, também está sempre fugindo de uma ‘empreitada’.
É pois, um código, chamar de poeta alguns militantes. Código devidamente combinado com o pessoal granfino da capital que adentra o sertão em busca de votos. Mais precisamente, o código serve para afastar qualquer possibilidade de perda de tempo de quem busca votos com quem tenta vender o que não tem. Os 'poetas' deste caso, são pessoas interessadas em vender votos ou auferir alguma vantagem por supostamente tê-los dados na eleição anterior. Poeta de verdade não se assemelha a isso, muito menos gosta de apertar mão de político.
Digo isto para alertar alguns leitores que também são militantes. Se algum dia chegar como convidado para fazer número nos salões preparados para receber autoridades da capital, evite ser chamado de poeta. E fique atento para saber quais são os “poetas” presentes. É uma coisa tão feia, desabonadora, vergonhosa, 'terrível'.

Setor LGBT do PSB

A briga pelo diretório do PSB é grande. Mas ninguém fala da necessidade de organizar o LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Travestis) do partido. Menos ainda de assumir a sua presidência. E olha que isso rende votos e simpatias fora do comum.

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Lixo da sexta

No dia de botar o lixo fora, como os políticos chamam a sexta-feira, quando aproveitam para largar todas as notícias ruins, os corruptos aproveitaram para dar a descarga final em Caron e Pagot. Mesmo assim, seguindo rigidamente o código de conduta dos safados, ambos tiveram o direito de mandar uma carta para Dilma, pedindo para serem demitidos. Saem, com a honra dos corruptos preservada, na mesma sexta, Caron do PT e Pagot do PR, um do Partido da Trambicagem ou outro do Partido da Roubalheira. Vão curtir a vida por aí, sem serem mais incomodados pelo TCU, CGU, AGU, MPU, PFU...

Caron do PT levou R$ 30 milhões do DNIT para casa.

Eles merecem esta manchete sensacionalista. Eles são desavergonhadamente corruptos. A última é que Hideraldo Caron, do DNIT, desviou R$ 30 milhões do Ministério dos Transportes, para construir uma conjunto residencial para favelados, a pedido do prefeito petista de Canoas, Jairo Jorge, um "unha e carne" com Tarso Genro, o governador petista do Rio Grande do Sul que não pára de elogiar o Caron. Ou seja: o Caron levou R$ 30 milhões do DNIT para casa

Oposição define 2012: Pesquisa com nomes de Valmir Filho, Alexandre Arraes e quaquer 'novato' que pretenda disputar.

Bringel lançou a candidatura de Valmir Filho a prefeito de Araripina no ano passado. Este apoio é sempre renovado pelo ex-deputado nos encontros que mantém com aliados e também em reuniões com lideranças comunitárias. É um apoio consolidade. Contudo, Bringel quer abrir o leque para que gente nova se incorpore ao grupo de oposição. Foi dele a ideia de aproximar Valmir Filho do vice-prefeito Alexandre Arraes. Bringel sempre repete em suas entrevistas que não será mais candidato, e que é hora de apoiar um nome que ainda não governou a cidade.

Um encontro decisivo
Em encontro dessas novas lideranças defendidas por Bringel, ocorrido neste dia 21 de julho, na Feira Nova, Valmir Filho e Alexandre Arraes, juntamente com os vereadores de oposição e várias lideranças jovens fizeram um pacto. A definição do candidato será por meio de pesquisa. Esta pesquisa apresentará os nomes dos que estão militando: Valmir Filho e Alexandre Arraes são os nomes mais certos da lista. O nome de outros interessados poderá também entrar, desde que autorizado pelo próprio. É quase certo que Dr. Divanágoras aceite compor este bloco e coloque seu nome para ser avaliado junto aos demais. Cogita-se, também, que o nome dos vereadores Zé Bolacha e Leonardo Farias entrarão na lista a ser apresentada. Este último é ligado a Lula Sampaio mas deve, em breve, tomar outro rumo. O grupo está fechado e aquele que se sair melhor receberá o apoio integral dos demais. Também ficou definido que na pesquisa não entrará nome de quem já esteve em disputa pela prefeitura no passado. Esta foi uma imposição do grupo de jovens que exige renovação. O resultado de uma pesquisa que aponta esse desejo do eleitor araripinense foi apresentado: 49% afirmam que só votarão em nomes que representem a renovação política e administrativa.

Valmir Filho tenta se consolidar com humildade

O médico e pré-candidato Valmir Filho foi enfático ao afirmar que o apoio que recebeu de Bringel é importantíssimo, e que vai seguir suas orientações para ampliar o palanque. "Só poderemos ampliar o palanque se mostrarmos maturidade e formos abertos ao diálogo, pois a vitória não pode se restingir às urnas, tem que prosseguir com conquistas para o povo', frisou. "Vamos colocar o nome dessas lideranças novas para que o povo julgue através de pesquisas. Quem, entre nós, estiver melhor nas pesquisas, será o candidato apoiado por todo grupo", completou o pré-candidato.


PMDB aguarda desfecho
O PMDB de Ararpina ainda não sentou com nenhum dos pré-candidatos. Espera a definição do indicado pela oposição para se posicionar. A decisão de não participar dos encontros tem uma explicação: não prometer o que não pode cumprir, ou não ser deselegante como convidado. O partido tem compromisso apenas com um dos pré-candidatos postos e não sendo este o escolhido lançará nome próprio na disputa pela prefeitura de Araripina, quando estará também iniciado o processo de construção de uma nova liderança local. Esta informação já foi repassada ao pré-candidato Valmir Filho e a seu pai, o ex-prefeito Valmir Lacerda com a devida antecedência, para que não haja alegação de surpresas mais adiante.

Com gosto de bode

Um blogueiro da capital comeu mesmo o bode 'radioativo'. Continua fazendo efeito o bode que Lula Sampaio serviu ao blogueiro Mago Martins em Zé Pelado. A nota que foi postada na coluna de hoje, e a 'palha' que saiu na versão on-line de ontem, é efeito do bode mesmo.
Pimentel ainda nem teve oportunidade de contar sua versão ao blogueiro e já havia espaço para defesa de quem não foi atacado. É um típico caso de 'ataque de quem já foi defendido". Vergonhoso para a imprensa de Pernambuco.

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Comitê de crise adia resposta de Lula

Com os últimos acontecimentos, a prefeitura criou uma espécie de Comitê de Crise. A este cabe decidir as questões mais agudas. A 'briga' do tal comitê, nesta quinta, foi conseguir adiar para segunda-feira a fala do prefeito Lula em resposta a Raimundo Pimentel. Os mais 'calmos' temiam uma fala muito emocional e pouco convincente. Há quem acredite que de segunda será jogado para sexta, e daí para nunca mais. Prevalece um forte temor quanto as rebordosas. Muita gente chegou à conclusão de que Lula sabia pouco do que se passava em diversas secretarias. Será?
Já apareceu alguém com a 'brilhante' ideia de tirar o prefeito do foco. A forma para isto acontecer seria Lula anunciar que está fora da disputa pela prefeitura. "Vai dizer isso a ele', esbravejou um dos mais corajosos. A assesoria que levou confusão para a sala do prefeito está na berlinda. Muita gente acha que a calmaria acabou com a chegada de alguns 'afoitos'. Começou a lavagem de roupa suja. Os alvos prediletos são justamente os recém-chegados e as pessoas com algum tipo de ligação ao empresário Valdeir Batista. A desconfiança aumenta a cada minuto e o clima é de caça às bruxas. "Ninguém mais confia em ninguém", afirmou uma fonte.

PR ameaça entregar cargos e até romper com o governo

Enfraquecido com a crise no Ministério dos Transportes e com a demissão em massa de indicados pelo partido, a cúpula do PR ameaça se antecipar e entregar os cargos que ainda tem no governo, saindo da base aliada no Congresso e, com isso, adotar uma postura de independência.

A proposta está em discussão entre os dirigentes e será analisada numa reunião do partido marcada para acontecer na primeira semana de agosto. A força do partido, ao fazer essa ameaça, está nos votos de seus 41 deputados e sete senadores.

Dilma ganha um décimo-terceiro inteiro em julho.

Na próxima sexta-feira, o Impostômetro vai mostrar uma arrecadação de R$ 800 bilhões de impostos. O valor está sendo alcançado 31 dias antes em relação a 2010. Isto significa que a Dilma está recebendo um décimo-terceiro integral em meio ano, para cobrir aquelas despesinhas extras do DNIT, do Ministério dos Tansportes, da Petrobras e mais aquelas outras que certamente virão com o RDC, Regime Diferenciado de Contratações das obras da Copa do Mundo e Rio 2016. O total é coisa pouca, uns R$ 100 bilhões a mais do que em 2010.

Festa no mundo inteiro: juros no Brasil sobem para 12,5% ao ano.

Comunicado do Copom:
"Avaliando o cenário prospectivo e o balanço de riscos para a inflação, o Copom decidiu, por unanimidade, neste momento, elevar a taxa Selic para 12,50% a.a., sem viés."
Tem festa no mundo inteiro! Nenhum brasileiro ganha mais de 6% ao ano. E os gringos vêm aqui e levam o dobro. Isto que é investimento produtivo.

Sérgio Guerra também gosta muito da fruta que o PT come

Eis o presidente do PSDB. Para que um inimigo melhor do que este?

Do Painel da Folha:


Discurso Petistas ironizaram a ida do presidente do PSDB, Sérgio Guerra (PE), ao Planalto ontem para encontro com Ideli. Um dia depois de criticar o governo pelo toma lá dá cá de cargos e emendas, ele discutiu com a ministra, entre outras coisas, verbas para Pernambuco. "Enquanto não tem um projeto para o país, a oposição vai atrás de emenda", alfinetou Paulo Teixeira (PT-SP).
................................................................................
Ontem Sérgio Guerra havia proposto a criação de um "shadow cabinet", ou gabinete da sombra, para monitorar o governo e alimentar a oposição para um trabalho crítico. Em seguida, o "shadow president" foi visitar, furtivamente, o Palácio do Planalto. Nenhuma surpresa para quem traiu desavergonhadamente a José Serra e Jarbas Vasconcelos, em nosso estado, nas últimas eleições, botando todos os prefeitos e deputados tucanos a trabalhar pelo PSB de Eduardo Campos.

Um lamaçal só

O esquema de controle e direcionamento do dinheiro público nas obras do Ministério dos Transportes montado pelo PR tem pontes com o Congresso e com o Tribunal de Contas da União (TCU). No TCU, o esquema criou um constrangimento para o ministro Augusto Nardes, relator dos gastos em obras rodoviárias, com a nomeação do irmão dele, Cajar Nardes, em 2008, para gerência de projetos do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). Cajar foi secretário de Estado no Mato Grosso até 2005, junto com o diretor-geral afastado do Dnit Luiz Antônio Pagot, no segundo mandato do governador Blairo Maggi, hoje senador pelo PR. Foi Pagot quem convidou Cajar para o cargo.


A chegada de Cajar ao Dnit obrigou o órgão de controle de contas a repassar os processos de Augusto Nardes para Raimundo Carreiro, um ministro fiel aos senadores. Carreiro chegou ao TCU em 2007, com o apoio do atual presidente do Congresso, o senador José Sarney (PMDB-AP). Irmão do senador Magno Malta (PR-ES), Maurício Pereira Malta foi guindado à posição de chefe da Assessoria Parlamentar do Dnit em 2007 - três anos depois do irmão ser eleito para o Senado. Na terça-feira passada, Magno Malta, líder do PR, não participou da sabatina do diretor afastado do Dnit Luiz Antonio Pagot na Comissão de Infraestrutura. Mandou dizer que estava "com dores lombares" e que havia pedido ao senador Clésio Andrade (PR-MG), que é presidente da Confederação Nacional dos Transportes (CNT), para substituí-lo. Os senadores não costumam desperdiçar esses momentos de exposição aos holofotes, onde passam horas fazendo perguntas diante das câmaras das emissoras de televisão

As pesquisas, por favor!

Em anos normais, a pesquisa CNT-Sensus, comandada pelo senador do PR, o mineiro Clésio Andrade, já teria feito três levantamentos: janeiro, março e maio. Já a pesquisa CNI-Ibope, comandada pelo ex-socialista e atual peemedebista Paulo Skaf, já deveria ter saído em junho, no meio do furacão Palocci. Também não saiu. Há um imenso esforço midiático para colocar a presidente Dilma como a faxineira da corrupção deixada pelo Lula. E já começam as "plantações" na mídia de que a popularidade dela está em alta. Mas pesquisa mesmo que é bom, até agora nada.

O Bode de Trindade não foi bem assado

"Trindade: gesso é explorado em regime de escravidão"
Este foi o título de extensa reportagem 'denúncia' de um blogueiro que recentemente comeu bode pelas mãos de Lula Sampaio.
O bode de Gerôncio não foi bem assado, se é que foi servido.
O blogueiro ainda diz que o "Ministério do Trabalho precisa, urgentemente, fiscalizar com mais rigor as empresas de gesso em Trindade, no sertão pernambucano".
Isto é que se pode chamar de notícia 'sem gosto de bode'.
Uma série de fotos ilustra a narrativa.
Somente quem não tem um pingo de zelo ao que chama de credibilidade pode dar tanto na cara. É como se o polo gesseiro, com suas 'riquezas' e também 'mazelas' fosse restrito ao município que não possuiuma única mina. Só a extrema falta de compromisso

Valmir Filho e Alexandre Arraes, mais cinco vereadores de oposição, se reúnem hoje ao meio dia.

Em poucos minutos, o médico Valmir Filho, o vice-prefeito Alexandre Arraes, acompanhados dos cinco vereadores de oposição (Severino Lacerda, Francisco Edvaldo, Luciano Capitão, João Dias e Zé Bolacha) estarão reunidos para traçar metas imediatas e também de longo prazo.
O prato principal não será a galinha de capoeira que a ser servida num restaurante típico situado na Feira Nova, reduto político de Lula Sampaio e do próprio médico e pré-candidato Valmir Filho. O tema central será a disputa de 2012. Valmir Filho e Alexandre Arraes estão afinadíssimos. Muito provavelmente, a chapa de prefeito e vice esteja entre dois.
Não por acaso, o lugar escolhido para o encontro é passagem do vereador Leonardo Farias, ainda aliado do prefeito Lula Sampaio. Não será mera coincidência, portanto, se o mesmo 'se agarrar com o coração e a coxa da galinha'. Ele anda aborrecido com a falsificação de assinaturas na AEDA, e segundo consta, fizeram uso até mesmo do nome de sua esposa, a Dra. Gabriela.

OPOSIÇÃO PRA VALER
A decisão de Raimundo Pimentel já era dada como certa pelo grupo que está se reunindo neste momento. Contudo, a demora para anunciar vinha amarrando a oposição, que esperava o fato novo para decidir a melhor forma de atuar. Isto, no entender de muita gente, parecia comodismo, e o próprio deputado Raimundo Pimentel disse em sua entrevista que os vereadores agora seriam chamados a 'fiscalizar e fazer oposição consistente'. Na verdade, a oposição que vinha sendo feita era mais cartorial e menos de manchetes. Prova disso é que Lula Sampaio foi logo cedo 'batizado' pelo Tribunal de Contas, diferente de outros gestores que começaram a enfrentar tais problemas apenas no final de seuss mandatos.
Amanhã, na câmara municipal, pode surgir o primeiro sinal de que a calmaria acabou. Uma CPI estaria sendo elaborada, inclusive com a colaboração de gente infiltrada na administração municipal. Outras duas já estariam prontas para iniciar os trabalhos, o que resultaria em muito assunto e até mesmo muitos resultados práticos.
A devolução dos alegados 12 milhões devidos à previsência dos servidores municipais é combustível extra. Para este, 'os organismos' de controle não fechariam os olhos, na opinião de quase todos os vereadores e líderes de oposição. A partir de agora, a luta da oposição vai se concentrar em capitalizar o Arariprev. Cerca de 1 milão por mês a ser compulsoriamente sacado da conta do FPM, até o último mês da gestão Lula Sampaio. Com isto, duas coisas estariam resolvidas: O equilíbrio financeiro da previdência dos Servidores e a falência política do atual prefeito. A oposição quer chegar ao poder com a casa em ordem e para isso não vai deixar de atuar nas frentes certas. Agora, com um reforço de peso: o deputado estadual Raimundo Pimentel.
Pirão de galinha com leite campeão é o prato de hoje na Feira Nova. O resto é frango de granja sem corante.

Apartou!

Chega ao fim um casamento político de 13 anos. Raimundo Pimentel anuncia rompimento com Lula Sampaio. Em entrevista, sai atirando com chumbo grosso.

Esta reportagem será construída em etapas. O editor está 'contando dinheiro' e ao mesmo tempo vasculhando o passado para entender o presente, e assim não se enganar com o fututo.


Leia sempre aqui neste mesma postagem as atualizaões. Estarão em cores distintas para facilitar. O fato não pode ser quebrado por quem viveu episódios que se somam desde o surgimento dos 'rebentos'.


Se encontrar mais erros de português do que o usual, releve. O tempo é pouco e o assunto é muito. Aos poucos, corigiremos, sem mudar o conteúdo.
Chega ao fim o mais antigo casamento político de Araripina, aquele que mais deu resultados nas urnas: três mandatos de deputado estadual e um de prefeito. Entre 'tapas' e 'beijos', Pimentel e Lula convivem desde 1998, quando o médico disputou sem sucesso sua primeira eleição de deputado estadual, à época dissidente do grupo de Bringel, que ajudara a eleger em 1996.
Raimundo Pimentel, o deputado deste casamento, foi à Rádio Arari FM, na manhã deste quinta-feira, dia 21 de julho de 2011, e escreveu importante página da história do município, anunciando seu rompimento com Lula Sampaio e expondo assim os pontos fracos de um relacionamento que deu mandatos mas deu também muito trabalho. Entre os destaques de sua fala, selecionamos as seguintes frases:
- 12 milhões de Reais é o rombo da previdência própria de Araripina
- Usaram o CPF da minha esposa para uma fraude
- Só numa auditoria o TCE encontou um desvio de mais de 2 milhões de Reais

Estas foram algumas das razões alegadas pelo parlamentar para romper politicamente com o prefeito que ajudou a aleger. Em entrevista de quase uma hora concedida a Martinho Filho, da Rádio Arari, ficou exposta uma chaga que alguns conheciam, mas muitos tentavam curar com pó anaseptil e mercúrio cromo, só agravando-a. Raimundo Pimentel é cirurgião e preferiu 'amputar'.

ATUALIZADO ÀS 12:18

Em 1998, Araripina vivia um momento turbulento na sua vida política. Por um lado, Bringel iniciava seu conturbado início de mandato como prefeito de Araripina, depois de ter vencido nas urnas o ex-governador José Ramos. Em 1996, uma ampla frente se juntou para que isto acontecesse. Além do decisivo apoio do Palácio, que à época oficialmente era comandado por Miguel Arraes, mas na prática era tocado por Eduardo Campos, Bringel contou com a importante colaboração de Valdeir Batista e Dr. Mimi; do empresário Adriano Sampaio, que à época cruzava os céus do Araripe num avião particular; e do jovem médico Raimundo Pimentel, recém chegado de Alagoas determinado a fazer carreira política na terra da esposa, Dra. Socorro, que também empolgava a militância com seu estilo arrojado e jeito despojado.
Do ‘ajuntamento’ político de 1996, que resultou na eleição de Bringel para prefeito de Araripina, algumas sementes caíram no solo, germinaram e frutificaram. Tanto em função da vitória de Bringel como até mesmo da derrota de um de seus adversários. Naquele ano, Lula Sampaio se firmou como terceira força, passando em seguida para segunda e hoje primeira, com tendência novamente de declínio.
A militância ‘especializada de Dr. Raimundo e Dra. Socorro resultaram em cargos. Ele foi indicado para comandar a antiga GERE (Gerência Regional de Saúde) pelo então deputado estadual Valdeir Batista e ela nomeada secretária de Saúde do município, por determinação e ato de Bringel. Acontece que ele queria ser deputado e ela prefeita, sonhos realizados pela metade e, segundo dizem, agora invertidos (ele quer ser prefeito e ela quer ser deputada – ambos combinados , mas ninguém prova).
Para que isto acontecesse era preciso uma tomada de atitude drástica. O calor da campanha de Bringel já tinha se transformado em gelo; a militância estava enfurecida nos primeiros momentos, sem cargos e sem obras para esfregar na cara dos ‘feitores’ ou ‘pedreiros’, como eram chamados os ‘benfeitores’ José Ramos e Valmir Lacerda, sempre que alguém argumentava que todas as obras importantes foram realizadas pela dupla (e a verdade continua a mesma, devendo ser mantido o apelido). Repetindo: Para que o sonho de Dr. Raimundo se tornasse realidade, era preciso a decisão de impacto, e mais do que isso, era preciso espaço no espectro político da cidade e da região. E a tomada de decisão aconteceu: Dra. Socorro saiu da secretaria de saúde ‘condenando as falhas e atitudes’ de Bringel e Raimundo Pimentel saiu da Gerência de Saúde ‘culpando’ Valdeir Batista, desta feita na rádio Voluntários da Pátria, de Ouricuri. Analistas podem alegar que a decisão e canetada partiram de A ou de B, desconsiderando o planejamento estratégico, que é o nosso foco. Os arquivos não mentem. Os fatos se repetem. Revendo ‘relíquias’, me deparei com um ‘presente’ recebido do então deputado estadual Eduardo Farias: uma fita k7 trazida de Ouricuri, contendo uma contundente entrevista de Dr. Raimundo, alegando suas razões para ter saído da Gerência de Regional Saúde. Naquele momento não restava outro caminho ao médico. Se quisesse mesmo ser eleito deputado, precisava sair da sombra de Valdeir Batista e Bringel, que tinham outros planos: Valdeir Federal e Eduardo Rodovalho estadual. Numa outra hipótese, Valdeir Federal e Valmir Lacerda estadual. Portanto, pouco ou quase nada de espaço restava a Pimentel, a não ser a dissidência e criação do seu próprio espaço.

O ESPAÇO SURGIU COM LULA SAMPAIO
Os sete mil votos obtidos por Lula Sampaio se transformaram em combustível para credenciá-lo a comandar a oposição, dado que no antigo PFL ninguém tinha perfil populista para correr atrás de Bringel e a decisão era de esperar sua queda natural para retomar a rotina de construir Araripina, na condição de ‘pedreiros graduados’.
Ocorre que em política as coisas não funcionam assim. Os ‘benfeitores’ de Araripina acreditavam piamente na consciência do povo; que as obras eram de fato o elemento decisivo para a reconquista do poder, inclusive desconsiderando que as rádios da cidade trabalhavam dia e noite para apagar esses ‘símbolos ‘ da mente do povo.
Rompido com Valdeir Batista e Bringel, Raimundo Pimentel, na época apenas Dr. Raimundo (na plaqueta do hospital os diretores complicavam informando “José Raimundo”) se aproximou de Lula Sampaio. O médico querendo voto para estadual em Araripina, certo de que suas marcas no pólo Ouricuri já lhe assegurariam o status de segunda força. E, por sua vez, Lula queria transferir votos para o deputado Federal Armando Monteiro Neto. O casamento se deu, mas Dr. Raimundo ainda levou sérias ‘chifradas’ de Marcantônio Dourado, o deputado estadual que Lula Sampaio trouxera para Araripina antes. Tais chifradas deram início às feridas que jamais cicatrizaram. O orçamento de campanha enviado em planilhas por Armando Monteiro também nunca batia com os ‘dados de campo’ colhidos pelo deputado, que resmungava no ouvido da esposa e de alguns poucos aliados de confiança.
A campanha não foi vitoriosa. Mas foi transformado em substrato, adubo, para fazer crescer a árvore plantada. Pimentel não se elegeu, mas teve a ‘sorte’ de não ser esmagado nas urnas, uma vez que a derrota bateu a porta de todos, impiedosamente. Valdeir Batista não se elegeu federal, ficando fora por menos de mil votos; seu sobrinho Eduardo Rodovalho ficou numa distante suplência e Valmir Lacerda, o então líder da oposição, ficou fora da assembléia também por poucos votos, vitima de apoios prometidos e não dados lá fora por Pedro Correa, e na região, atropelado por uma enxurrada de candidatos inexpressivos. Com esta ‘terra arrasada’ para caminhar, Pimentel não falhou.

ENCONTRO DECISIVO NO HOTEL POUSADA
Em 1996, um jovem vereador se elegeu pelo então PFL, com os decisivos votos de Lagoa do Barro. Chama-se Evilásio Matheus, que voltou à cena agora com um caminhão de votos na eleição de 2008. Ele era a voz da oposição a Bringel. Fazia uso da Rádio Tropical FM, montada pelo ‘queridíssimo de todos’ Antônio Lacerda, de saudosa memória. A outra voz era a “Voz do Sertão’, jornal editado pelo engenheiro agrônomo Ronaldo Lacerda. Com este jornal, a oposição se movimentava, fazendo chegar seu recado aos quatro cantos, vez que a potência da Rádio Tropical era limitada ao que determina a ANATEL para uma rádio comunitária. Era um tempo de governo e oposição bem definidos, bem claros; um exigindo do outro o maior empenho possivel.

O Hotel
Num evento realizado no Hotel Pousada do Araripe, o editor do Jornal Voz do Sertão, Ronaldo Lacerda, encontra o então suplente de deputado Raimundo Pimentel. Depois dos cumprimentos de praxe, em que jornal e fonte se manifestam, cada um com o seu interesse, ocorreu um convite para que o médico se aproximasse, junto com seu ‘amigo’ Lula Sampaio, da outra banda da oposição, que no campo era comandada pelo vereador Evilásio e pelo Jornal Voz do Sertão, e no alto comando seguia diretrizes de Valmir Lacerda e José Ramos, ambos 'atropelados' por Bringel na escada do Palácio agora já governado por Jarbas - colheu os frutos de parcerias em torno de obras.
Convite feito e convite aceito. Mas havia uma pedra, pedra grande e magoada. Foi preciso muita conversa e pressão de ‘dentro para dentro’ para que um dos ‘cardeais’ aceitasse ao menos cumprimentar o médico e suplente de deputado Raimundo Pimentel. Valmir Lacerda e Dionéa Lacerda fizeram as primeiras cortesias ‘da casa’, recebendo e triangulando, a ponto de Valmir Lacerda ter aberto mão de disputar a prefeitura em 2000, assegurando a unidade da oposição, dando a Dra. Socorro e ao próprio Raimundo o seu apoio incondicional. Raimundo, contudo, foi mais fiel a Lula Sampaio do que se imaginava. Ouvindo as duas alas, sabia perfeitamente o que fazer. Não só abriu mão de se firmar ou de firmar o nome da esposa como liderança de oposição na capital do gesso, como agiu em favor de Lula Sampaio. Numa reunião que demorou quase uma semana em Recife (lá e cá), costurou para que Lula fosse o candidato único das oposições, com apoio de José Ramos, Valmir Lacerda, Dionéa Lacerda, Antônio Lacerda e até do empresário Onofre Lacerda. Inclusive, coube ao deputado a ‘missão’ de ligar para o editor do Jornal Voz do Sertão, que também estava na capital, para dar a notícia do desfecho, para em seguida pegarem o ‘voo da pressa’ num avião do empresário Onofre Lacerda, a fim de ainda encontrar brecha no calendário para realizar uma convenção ‘acalorada’ no Clube Arca, no limite do prazo previsto em lei. O editor do Jornal Voz do Sertão pegou o mesmo avião de volta à capital e desistiu de disputar o mandato de vereador anunciado naquela convenção. Mesmo assim, cuidou da propaganda eleitoral e da coordenação de eventos da campanha de Lula, de cuja atuação extraiu valiosas lições.

2002 foi a prova de fogo de Pimentel
Pimentel passou a ser a esperança do militante de oposição em Araripina e também em Ouricuri. Mas tinha um porém: as lideraças maiores não o queriam candidato a deputado. Havia até mesmo uma espécie de trato. Rezava a ‘lenda’ que se José Ramos não apoiasse Raimundo Pimentel em Araripina, Biu Ramos também não apoiaria em Ouricuri. E eram favas contadas: José Ramos estava mesmo decidido a não apoiar o médico, fato conhecido por qualquer aliado de confiança que sentasse no sofá da casa do ex-governador para ouvir suas ponderações. O nome de Ciro Coelho chegou a ser anunciado como ‘candidato do grupo’, o que agradava a muita gente que era menos direta, mas conspirava para que José Ramos não admitisse esquecer as mágoas da eleição de 1996 – Até aquele momento, José Ramos não escondia de ninguém que não aceitava dar apoio a Pimentel e isso era do conhecimento público, não se tratando de jogo sujo e sim de postura de homem correto que não esconde suas decisões e sentimentos. Lula Sampaio queria ficar livre para dar o seu apoio a deputado de fora, talvez o próprio Marcantônio Dourado. Estava certo de que o doutor voltaria às Alagoas sem realizar seu sonho. Este também era o desejo de algumas lideranças que sonhavam em ‘conversar separado’ com algum deputado de fora (sabe como é...).
Contudo, dois personagens foram decisivos no desfecho favorável ao deputado. Valmir Lacerda bateu o pé e disse que se Raimundo Pimentel servia para operar e para atender até altas horas da madrugada, também servia para ser o candidato a deputado do grupo. Disse isso e anunciou: "Raimundo Pimentel é o meu candidato".
Por outro lado, o Jornal Voz do Sertão acompanhava de perto todos os lances e anunciava, a cada edição, mais conquistas de apoio do Doutor. Era fundamental. Aquilo passava a idéia de uma avalanche de gente que surgia nos sítios e distritos de cidades do Araripe querendo agradecer um favor do 'doutor'. O jornal narrava tudo com riqueza de detalhes, transformando tudo em grande ato de ‘lideranças que aderiam’. Aquilo causava impacto e criava um ambiente de vitória. Bodocó era uma das cidades que faziam resistência na região. O prefeito de agora era também o prefeito da época, e este defendia com unhas e dentes os candidatos da família Coelho, tanto para estadual quanto para federal. Brivaldo era do DEM e seus interesses eram os mesmos do DEM de José Ramos, que cumpria missões partidárias.
Por fim, no apagar das luzes, (tudo orquestrado) o Jornal fez o ‘serviço final’: antes que alguém desligasse ‘os fios’ da candidatura do médico de uma vez por todas, o Voz do Sertão anunciou: “José Ramos apóia Raimundo Pimentel’, fato narrado com as maiores letras que comportavam dentro dos 37 centímetros de largura do periódico que marcou época. A tiragem foi triplicada, com custo adicional para o editor , a quase 15 mil exemplares foram ‘despejados’ dentro de Ouricuri e cidades vizinhas, para causar impacto naqueles que apostavam numa negativa de José Ramos, que certamente seria seguida por Biu Ramos, e assim em cadeia, também seguido por lideranças menos expressivas interessadas em ‘conversar’ com os deputados de fora. Foi um sucesso. Em vez de um desfecho final em que José Ramos declarava não alinhamento com o médico, sendo seguido por Biu Ramos e por dezenas de lideranças, num efeito dominó, se deu o contrário: o mesmo Clube Arca, que dois anos atrás recebeu centenas de militantes eufóricos para aplaudir Lula Sampaio em sua convenção, numa noite memorável recebia a mesma militância aguerrida para aplaudir Raimundo Pimentel e dezenas de lideranças regionais, entre elas José Ramos e Biu Ramos, que quase ‘mata’ o agora deputado de susto de tanto demorar a chegar com seu grupo. Até hoje o editor do jornal Voz do Sertão 'não mostrou' a gravação de José Ramos confessando que realmente apoiaria Raimundo Pimentel, mas o fato é que na hora do último ‘escanteio’ do jogo a notícia levou Biu Ramos a entrar de corpo e alma na campanha de Raimundo Pimentel. Para quem esqueceu, Biu Ramos terminou também sendo eleito prefeito de Ouricuri, um mandato antes de Lula Sampaio. Portanto, o projeto de Raimundo Pimentel rendeu mais do que três mandatos de deputado estadual e o mandato de Lula em Araripina. Outras lideranças também conquistaram prefeituras na região e até mesmo fora do Araripe.
Agora, contudo, o vôo de Raimundo mudará de rota e de altitude. Há quem diga que ele tem pré-acerto para disputar a prefeitura e há quem garanta que ele está prestes a fechar um amplo acordo para se eleger deputado federal. Se souber respeitar os fatos e a luta de outros que almejam e fazem por onde chegar ao topo, poderá seguir em frente e gerar muitos frutos para o Araripe, se tornando o primeiro deputado federal da região. Do contrário, se planejar e executar no sentido de chegar a prefeitura, certamente dividirá a oposição a que agora pertence, jogando tudo por terra e, até mesmo, pondo em condições viáveis de disputa o prefeito que hoje abandona.

Muita gente está ‘batendo a porta’ do blog por detalhes. Decidi liberar o texto acima com casca e nó, e ainda inacabado. Aqui é assim. Posso corrigir depois de impresso. Enquanto isso, preparo a atualização, com detalhes do rompimento e também com as primeiros efeitos.

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Papel na mão é vendaval

O problema de um mal feito é que sempre requer um papel. Geralmente um papel assinado e carimbado. Pois muitos papéis estão soltos. E se se soltaram, é porque alguém soltou. Como é perigoso um 'aliado ferido' no lugar errado.
Vai ser difícil a turma do deixa-disso juntar tanto papel que começa a circular.

O seu, o meu, o nosso - que eles embolsam.

Arrecadação federal cresce 12,7% e bate recorde no primeiro semestre

O governo federal arrecadou R$ 471,390 bilhões em impostos e contribuições nos primeiros seis meses deste ano, resultado recorde para um primeiro semestre. O valor representa uma alta de 12,68% em relação ao mesmo período de 2010, quando o total recolhido somou R$ 418,349 bilhões.

Só em junho, informa a Receita, a arrecadação foi de R$ 82,726 bilhões, em termos nominais. O valor também é recorde para o mês.

O resultado representa um crescimento de 15,47% em comparação a maio de 2011 e avanço de 23,07% em relação a junho de 2010. Os valores são corrigidos pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), do IBGE.

9 vereadores são presos por desvio de dinheiro público

Nove vereadores de Fronteira, no Triângulo Mineiro, foram presos [ontem] suspeitos de desvio de dinheiro público e uso irregular da verba indenizatória da Câmara Municipal.

Os vereadores participariam de uma audiência no Fórum da cidade vizinha, Frutal, quando foram surpreendidos por policiais que traziam os pedidos de prisão preventiva emitidos pela Justiça.

Os parlamentares respondem, desde o início deste ano, a processo pelo crime de peculato - quando a pessoa usa de um cargo público para desviar dinheiro público. Os promotores pediram a prisão dos investigados ao constatar que eles continuavam usando a verba indenizatória de forma irregular.

Dessa vez, eles teriam contratado uma empresa de consultoria para auxiliá-los no trabalho de defesa das acusações na Justiça.

Paradeiro da oposição

Leitores do blog perguntam na caixa de mensagem (entupida de flexas deletadas), onde estão os vereadores de oposição, que não vão à Rádio Grande Serra (ou qualquer outra), abordar os assuntos relacionados à crise vivida pelo prefeito Lula Sampaio.
Seria melhor ir à própria rádio ou à câmara perguntar.
Uma abelha bem informada me disse que vão preparar um requerimento de CPI. Acredito. Você também acredita e estou vendo isso em seus olhos.
Falando sério: Eles estão pegando pesado. Não ouriram as últimas de Edvaldo e Luciano?

Na ética do PT, se a economia crescer pode roubar à vontade.

Vejam só o que o líder do PT, Paullo Teixeira, aquele que defende maconha plantada em casa, tipo assim agricultura familiar, sobre as críticas do PSDB à corrupção que tomou conta do governo federal:

"Esse é um governo de coalizão, que se monta em cima de valores éticos. O PSDB não tem moral para falar do nosso governo, que vem gerando o crescimento da economia e gerando renda".

Os valores éticos do PT se contam em milhões. Milhões desviados no Ministério dos Transportes, milhões passados para ONGs na Petrobras, milhões não explicados na Casa Civil e por aí vai. E o que geração de renda e crescimento econômico tem a ver com corrupção? Ah, entendido, é uma sofisticação do famoso "rouba, mas faz". Quem diria.

Ontem foi Socorro, hoje foi Venilton, amanhã será Raimundo.

Tudo com Doutor, para não diminuir o louvor nem desmerecer o investimento que 'papai e mamãe' fizeram ao londo de uma vida - Dra. Socorro, Dr. Venilton e Dr. Raimundo.
Se Meu Araripe fosse grosseiro, rebuscaria conversas de 2003 e reacenderia a memória do deputado: "Eu avisei, você está atrasado sete anos!". Mas deixa pra lá.
O fato é que ontem Dra. Socorro, ao seu modo, foi à Rádio Arari tocar fogo no secretário de saúde e sua equipe. Hoje, Dr. Venilton Carlos foi à mesma rádio e se defendeu, todo zem e poderoso. Nem se aborrece com tanto CPF cadastrado no Ministerio da Saúde e com tantos profissionais 'prestando serviço' em vários programas e a diversas entidades. Mesmo sabendo que o MP e a PF estão investigando, secreta e até abertamente, cruzando dados e mais dados - (olha a cobra!). E, mais do que isso, que a Rede Globo está com suas câmeras espiãs pra tudo quanto é lado, a fim de proteger dona Dilma e enlamear 'matutos' sem munição nem patrono.
Pois bem. Amanhã Dr. Raimundo vai à Rádio Arari falar ao meu amigo (que não me conhece) Martinho Filho. Basicamente, vai dizer por que está se afastando de Lula. Certamente, não vai dizer um centésimo dos motivos nem um milésimo do que sabe. Como bom discípulo de 'Nicolau',vai deixar os cartuchos mais potentes para usar depois que o prefeito se pronunciar. Por isso, é muito provável que Lula Sampaio responda a Pimentel com a mesma mansidão de Dr. Venilton. Correm o risco de o povo que ouve perguntar: se se gostam tanto, por que romperam?
Boa pergunta: Por que romperam?
Eu sei mas não antecipo. Deixa que o deputado conte um bocadinho amanhã. A menos que Martinho esqueça de perguntar. Aliás, amanhã Martinho Filho escreverá importante página da história de Araripina.

O que reage é o bolso, idiota.

Quem sustenta o PT e agregados roubando no poder é a política econômica bem sucedida criada pelo PSDB. Por isso, é preciso saber vencer. Eleição presidencial e qualquer outra.
Depois de pegar Bin Laden, a popularidade de Obama saltou para mais de 70%. Não foram poucos os analistas que gritaram: está reeleito! Trinta dias depois, a popularidade do presidente americano voltou para a casa dos 40%. Motivo: o bolso. A crise econômica que afeta os Estados Unidos da América é que vai determinar o resultado das eleições. Parece um raciocínio singelo, mas agora apliquem ao Brasil.


Muitos analistas, movidos pelo artigo do jornalista do El País, entraram na onda de analisar porque os brasileiros não ficam indignados com a corrupção. Singelamente: porque não há crise econômica afetando as camadas mais pobres da população. A Bolsa Família comprou os mais pobres. Os financiamentos a longo prazo compraram as camadas médias. Vender e fazer negócio fácil e rápido com toda esta gente comprou os bancos, empresas e demais organizações. Singelo demais? A economia é um negócio singelo, tão singelo quanto a lei da oferta e da procura.


O que está mantendo o PT no poder, junto com a sua base podre e corrupta, é a economia. O discurso contra a corrupção rende manchetes e mais manchetes. No entanto, não rende votos para eleger um presidente da república. É bom que a oposição acorde.

terça-feira, 19 de julho de 2011

Parente ferido é parente a ser afagado. E logo.

Certo dia, muito recentemente, duas fontes deste blog embarcavam na Rodoviária. Encontraram uma pessoa do mesmíssimo sangue do prefeito, que abriu o verbo.
Pelo teor das informações e tamanho das feridas no coração, é bem provável que esta e seus 'herdeiros' sejam chamados para uma conversa e, sobretudo, para um acerto de contas.
As palavras não podem aqui ser repetidas. Ninguém acreditaria. Nem mesmo que pessoa tão próxima e importante no processo estivesse tão revoltada.

Comitê de crise: grupo se reúne sob vidro

Parece que o 'planejamento' pulou para o teto. Um comitê de crise foi instalado. Uma reunião de avaliação e tomada de providências de impacto foi convocada. Varou a tarde. Absorveu mentes e cordas vocais. Paralizou a casa. Mas teve um ponto mais que fraco: não houve monitoramento da frequência. Detalhes estão saindo a todo momento. Por questão de prudência e até de respeito, detalhes serão detalhes, ficando fora do noticiário. Aparentemente, o prefeito perdeu o controle. Alias, nem sabe mais de onde podem partir as flexas. O pânico toma conta. Há quem se sinta dormindo numa casa de 'caboclo'.
A reunião deveria ser secreta. Mas é como se tivesse acontecido num imenso aquário exposto à visitação pública. Nada a ver com teto de vidro, mas de visibilidade mesmo.


Agora Araripina
Não é verdade que o prefeito tenha decidido demitir o secretário de Saúde, seu genro Venilton Carlos. Tampouco procede a informação de que o vereador Evilásio Matheus tenha decidido romper com o prefeito. Isto faz parte do terror que 'aliados' revoltados espalham pelos quatro cantos da cidade.

Olha a cobra!


Meus amigos de Ouricuri, que entram aqui tanto quanto os americanos entram na 'vida alheia', estão vibrando com a cobra que fuma solta em Araripina. E torcem, abertamente, para que o deputado Raimundo Pimentel também jogue uma dessas no gabinete do prefeito de lá.


- Joga não... Tem medo não!



Por falar na cobra, um 'rapaz' de determinada secretaria deu um pulo ao acessar o site. Quase fez desmaiar quem ouviu o grito.

Recife vende mal os seus 'retratos'












A av. Agamenon Magalhães é duas vezes mais larga, dez vezes mais longa e mil vezes mais bela que a Av. Paulista. Mas, quem diz e mostra isso na PCR?
Vi imagens de Recife agora mesmo, pensei nos passeios noturnos que vez por outra dou por lá e lembrei da época que Jarbas Vasconcelos vendia a imagem da cidade para o Brasil inteiro e para o resto do mundo também, num tempo que era difícil fazer circular imagens e notícias, vez que a internet ainda engatinhava.
Era uma enxurrada de notícias e de exposição das imagens de Boa Viagem, que se entrelaçavam às de Porto de Galinhas e Olinda, quando necessário, e não parava de usar as belezas do Recife antigo e das muitas pontes.
Sempre que ando por lá - mesmo sendo pernambucano - e quando comparo a Fortaleza e Natal, cidades também visitadas, fico sem entender como Recife abre mão da agressividade nos anúncios que deveriam vendê-la como destino turístico. É boa vizinhança além da conta.
Até parece que a rede hoteleira tem medo de expor suas falhas. Ou se engana erroneamente, entendendo ser turista o amargurado acompanhante que chega aos hospitais da melhor rede de saúde do Nordeste com um ente querido em busca de salvar a vida. Recife recebe muita gente para fazer negócio e tratar doenças. Poderia receber três vezes mais se abrisse as portas e o sorriso para os visitantes. Fortaleza, Natal e Salvador teriam vergonha de expor a cara na TV.

Digo isto e mostro as imagens para provar que o PT nem cartão postal sabe vender.