quinta-feira, 30 de junho de 2011

Duas reuniões, três candidatos e nenhuma definição.

É algo que pode ser considerado bisonho. É algo que pode ser considerado sem rumo. A oposição em Araripina, aliada agora ao pedaço que se despreendeu de Lula Sampaio, está batendo cabeça. Com a lógica difundida no Palácio de que Lula Sampaio perde até para um poste (versão dos palacianos de colarinho branco), todos querem ser o poste.
Alguns aliados do prefeito se afastaram, e outros começam a se preparar para correr do barco, sob alegações diversas, mas um medo só: de ações fulminantes dos agentes de controle externo e de gente vestida com cores e roupas assustadoras. Resta saber o que o sistema de blindagem do prefeito acha disso; se está sorrindo ou se está tremendo. O fato é que a turma que se profissionalizou em chegar em fim de festa (de qualquer governo) começa a encostar para ocupar espaço e 'prestar' solidariedade - sem fechar a boca.

AS REUNIÕES
Não vamos citar fontes; nem lugares; nem desfechos. Mas vamos ao centro, sem titubear. Araripina conta com um candidato de oposição que já percorreu a distância da lua fazendo campanha, lançado que foi por Emanuel Bringel. Este candidato atende pelo nome Valmir Filho. A abençoá-lo todos os dias está outro que atende também pelo nome de Valmir e é seu pai, que por acaso, provavelmente, seria candidato a prefeito se o filho perdesse o gosto por política e decidisse apenas ganhar dinheiro com a medicina. Valmir Filho participou de várias reuniões produtivas, recentemente, com gente de várias tendências, que estão dispostas a abdicar de projetos pesoais pelo bem de Araripina.
Outros fragmentos de grupos se reuniram também. Uns levando recados de outros, recados elegantes, mas que não dizem nada de concreto.
Valdeir Batista, agora se desgarrando definitivamente de Lula, também tenta pavimentar a volta. Aceita até conversar com Bringel. Já conversa com Raimundo Pimentel. O deputado, por sua vez, vai saindo do grupo de Lula sem sentir muita saudade, mas conhecendo perfeitamente o tamanho dos desejos e ambições dos que hoje voltam a abraçá-lo. Pimentel é desconfiado; já disse e já ouviu; já gravou e foi gravado; e sabe que o eleitor é meio desconfiado.
Alexandre Arraes, o primo do governador, tem deste a confiança, mas só será lançado se formar um grupo capaz de tranquilizar Eduardo Campos. Com tanta gente querendo a cadeira de Lula, é pouco provável que ele consiga juntar tantos opostos a seu lado. E Eduardo Campos quer a prefeitura de Araripina em outras mãos, mas não vai cortar o pescoço de Armando Monteiro usando facão.

Por tudo que se percebe, nada mais resta a dizer. Apenas que deixem de frescura e de perda de tempo. Quem quer ser candidato a prefeito deve dizer que quer; Quem quer mas tem medo, deve sair do meio e abrir espaço para os raçudos. E quem quer lançar candidato apenas para rachar a oposição, pagando por algo que já recebeu, deve se encorajar para apunhalar logo os aliados.

Pois o certo é que Lula Sampaio é candidato a releição. Fraco ou forte, aprovado ou reprovado, ele vai tentar se manter na cadeira. Valmir Filho também é candidato, visto que já fez investimentos graúdos (e prévios) para colocar na rua uma campanha de vulto. Valdeir Batista, com muita vontade, ainda não disse que é. Mas tendo vontade, ninguém duvida que tenha dinheiro. Então que diga que quer ser e que quer se viabilizar. Bringel, ex-prefeito e suplente de deputado que deve assumir o mandato com a união de Sérgio Guerra e Eduardo Campos, lançou Valmir Filho mas todos sabem que o seu desejo é retornar a prefeitura. Pois que se lance também. Alexandre Arraes, que tem vontade e a simpatia do governador, que parta para o ataque, traga obras, mostre prestígio que (realmente e verdadeiramente) tem, e se lance também. Tadeu do Banco, Dr. Cássio, Dra. Socorro, Conselheiro Acássio e Salvador Daqui, que façam o mesmo.
E, desse jeito, seja lá o que Deus quiser. Quem está aí, na moita, dando rasteiras de um lado e de outro, tramando para que o prefeito desande; ou amarrando para que a oposição não avance, que jogue às claras e arque com as consequências.
Quem tiver café no bule para disputar a prefeitura que prove; quem se contentar com mandato de vereador que se abra; quem quiser apenas continuar deputado que seja claro; e quem quer ser federal que adiante o desejo, antes que outros digam o mesmo e pisem no quadrado com antecedência.

Sabendo todos que, saindo Lula e Valdeir Batista candidatos, e estando a oposição unida, sem rasteiras nem recuos, o futuro prefeito sai da opisição. Mas saindo quatro candidatos, dois do lado de Lula, com Valmir Filho e outro de oposição no páreo, a prefeitura cointinuará com Lula. Nem é preciso dizer quem venceria se todos se juntassem contra Lula, daí a não conjectura.
Serve para todos um alerta: o eleitor não é mais o bobo de antes.

Boa, mas não lida. Então devemos propagá-la com a dedicação de sempre.

Governo Dilma é o governo Lula sem efeitos especiais

Blog de Augusto Nunes

Depois de resolver que a obra mais importante de um presidente da República é eleger o sucessor, Lula dispensou-se de questões administrativas, abandonou o local de trabalho e passou seis meses fazendo um comício por dia. Ou dois.

De 1° de julho a 31 de dezembro de 2010, o palanqueiro ambulante acampou nas cercanias de quadras esportivas já em funcionamento, creches inacabadas e buracos de pedras fundamentais, para induzir a plateia a acreditar que contemplava mais uma etapa da construção do Brasil Maravilha.

Muito barulho por nada, avisa o balanço dos últimos seis meses do governo Lula. Além da eleição de Dilma Rousseff, não foi concluída nenhuma obra efetivamente importante. Administrativamente, foi um semestre perdido.

Tão perdido quanto o primeiro semestre do governo Dilma. Mãe do PAC e Madrinha do Pré-Sal, a candidata apresentou-se durante a campanha eleitoral como parteira do país mais que perfeito que Lula concebeu. Tinha tanta intimidade com a máquina administrativa que os retoques finais no Brasil Maravilha começariam já no dia da posse.

Pura tapeação. Passados seis meses, continuam nos palanques de 2010 as 500 Unidades de Pronto Atendimento, as 8 mil Unidades Básicas de Saúde, as 800 Praças do PAC, os 2.800 postos de polícia comunitária e as escolas de educação infantil, fora o resto.

Um caminhão de ladrão

Mais um prefeito é preso no Ceará.
O prefeito de Senador Pompeu (CE), Antônio Teixeira de Oliveira, e o vice, Luís Flávio Mendes de Carvalho, estão presos no quartel do Comando-Geral do Corpo de Bombeiros, no bairro Jacarecanga, em Fortaleza. A informação foi confirmada pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). O advogado Hélio Leitão chegou a pedir habeas corpus para os gestores, mas o ministro Gilson Dipp, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), negou, segundo o portal Ceará Agora.
Prefeito e vice estavam foragidos há oito dias, juntamente com outras pessoas acusadas de participação no desvio de recursos públicos e pagamentos indevidos. Segundo noticiou o portal Ceará Agora, Antônio Teixeira fugiu em um ônibus alugado, acompanhado de secretários e servidores municipais.

O então advogado de defesa, Paulo Quesado, havia confirmado a apresentação de Teixeira para a última sexta-feira (24), o que não aconteceu. Houve uma mudança no caso e o advogado Hélio Leitão assumiu a defesa dos gestores.

Fica agora uma dúvida: No Ceará tem mais prefeito ladrão que em Pernambuco ou a justiça de lá funciona mais do que a nossa?

Alfabetização etílica

Teve radialista que 'aprendeu' a escrever depois dos quarenta. Em apenas cinco dias, diga-se de passagem. E sem largar o copo, o que é mais interessante. Isso é que se pode chamar de método eficiente de alfabetização.

Festa, festa, festa!

Pode faltar estrada; pode faltar médico; pode faltar merenda e anestesia no posto médico. Só não pode faltar festa de agora em diante. A decisão é de certos prefeitos que tentarão a reeleição. Além de alegrar o povo, ainda sobra o dinheiro de comprar liderança vagabunda que vende o voto como prostituta vende o corpo.

Vereador é ameaçado em Serra Talhada

O vereador Zé Raimundo, da bancada do PTB na Câmara de Serra Talhada, está sefrendo ameaças de morte, segundo o blog de Júnior Duarte. Tudo porque propôs uma audiência pública para discutir o aumento praticado por alguns mototaxistas na cidade. As ameaças, segundo ele, são por conta de sua postura contrária ao aumento arbitrário e sem critérios que elevou em 50% a tarifa, pulando de R$ 2,00 para R$ 3,00.

O vereador revelou ainda que as ameaças partiram de um telefone público (orelhão) e que os autores das ameaças não foram identificados. Zé Raimundo não procurou a polícia para registrar queixa e disse que as ameaças não o amedrontam nem vão fazer com que mude de opinião.

Ele defende um diálogo amplo entre as partes (mototaxistas e usuários) para que ninguém saia prejudicado. Não existe lei no município que regulamenta o aumento de serviços desta natureza. As ameaças de morte ao vereador foram ao ar no programa Rádio Verdade, na emissora Vilabela FM, apresentado por Júnior Duarte e o jornalista Giovanni Sá.

Prévias

Tucanos começam a brigar às claras.

A realização de prévias para a escolha de candidatos a cargos majoritários voltou ao centro do debate no PSDB e aproximou o ex-governador José Serra à ala ligada ao governador de São Paulo, Geraldo Alckmin. No comando do Conselho Político do partido, Serra tem trabalhado pela consulta aos filiados para a definição do postulante à Presidência em 2014, como forma de impedir que o senador Aécio Neves (MG) seja lançado candidato por um acordo da cúpula tucana.O grupo alckmista defende as prévias para evitar que o partido não passe por episódios semelhantes ao que aconteceu recentemente na escolha dos integrantes do diretório da capital paulista. Sem acordo, seis vereadores deixaram o partido alegando falta de espaço na sigla. Para o presidente do diretório municipal, Júlio Semeghini, as prévias ajudarão a unificar o partido. "Chegou a hora de o PSDB se reestruturar. Quem for derrotado na prévia saberá que a disputa foi aberta, limpa. Além disso, vai melhorar a nossa organização, nosso cronograma, porque o partido não ficará dependente da decisão de um nome na última hora. Quem quiser concorrer, vai ter de se manifestar na prévia", afirmou.


O líder do PSDB na Câmara dos Deputados, Duarte Nogueira (SP), disse que pesquisas internas do partido indicam a necessidade de prévias. "É importante ter essas regras claras para 2014", disse. Caberá ao Conselho Político, que fez sua primeira reunião ontem, em Brasília, definir as regras para a consulta: se todos os filiados terão direito a voto ou se serão apenas delegados do partido. O Estatuto do PSDB já possibilita a realização de prévias a cargos majoritários quando houver mais de um candidato, mas não obriga a consulta aos filiados

Serra assume o seu papel de maior líder da oposição.

Os últimos acontecimentos recolocam José Serra(PSDB-SP) como o grande nome da oposição ao governo. É dele a carta que está para sair criticando duramente o governo Dilma. São deles as críticas mais contundentes contra o PT. Hoje, coube a José Serra encerrar a sequência de homenagens aos 80 anos do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, na solenidade realizada no Senado. Em seu discurso, Serra alfinetou o PT, afirmando que Fernando Henrique "jamais buscou dividir o Brasil, muito pelo contrário, buscou unir".Numa crítica indireta ao governo do PT e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Serra destacou a postura do ex-presidente tucano que, segundo ele, não tomou atitudes que a oposição atribui aos petistas, como o "aparelhamento do Estado" e a utilização dos bens públicos como se fossem privados. Aécio Neves (PSDB-MG), recuperando-se de um tombo, enviou um vídeo.

Boato da vez: Leonardo Farias vai romper com Lula

Araripina é a capital do boato. O da vez tem pouca chance de virar verdade: rompimento político entre Leonardo Farias e Lula Sampaio. Leonar foi presidente da Câmara de Vereadores, com poderes para emparedar e não o fez. Dificilmente o faria agora. A não ser que venha chumbo grosso por aí e ele não queira estar dentro de um barco que não ajudou a levar para águas produndas e turvas. Difícil.

Araripina sem médicos é fato estranhado por Gerôncio Figueiredo

Numa estocada indireta em Lula Sampaio, o presidente do Consórcio de Saúde de Saúde do Araripe, Gerôncio Figueiredo, em entevista a ume rádio de Trindade, disse estranhar o fato de Araripina não dispor de médicos nos hospitais. Segundo ele, na sua cidade a população é bem assistida.

Lula Sampaio precisa dar uma reposta urgentemente. Ou para dizer que o culpado é Gerôncio, o presidente do consórcio; ou para detalhar como gasta o dinheiro.
Gerôncio não tem culpa por ter transferido a gestão da saúde para Ouricuri. Ele é de lá (nasceu lá). Culpado é o prefeito de cidade maior que permite isso. E que depois se cala quando emparedado pelo mau serviço prestado no setor.
Uma só canetada de Lula devolveria à Araripina o direito de gerir todos os recursos, pois o consórcio só existe se todos os seus signatários estiverem justos e acordados. Se por acaso o prefeito de Araripina não tomou conhecimento da cutucada que levou numa rádio de Trindade, basta chamar o assessor Zé Silva e pedir cópia da entrevista. Ver o prefeito de Araripina bater pé e exigir que os filhos de Araripina que são médicos venham atender no Hospital Santa Maria e Casa de Saúde é colírio para os olhos e glicose na veia de quem desmaiou. Faz isso, prefeito! Afinal, foi para isto que mais da metade da populãção te elegeu.
Quem acha que vai se reeleger prefeito de cidade pólo lançando candidatura de governador a presidente, das duas uma: ou está muito fraco ou muito mal assessorado. Ou as duas coisas e mais uma: essa esclerose política de não saber aproveitar o mote da saúde e faturar com a mudança.


FALA, LULA!
O prefeito de Araripina bem que poderia sair da fogueira, da seguinte forma:
1) Infomando quais hospitais e clínicas recebem recursos da prefeitura;
2) Quanto transfere mensalmente para cada prestador de serviço;
3) Serviços contratados.

Caberia ao povo, sabendo quanto paga, cobrar pelos serviços contratados. Isto se chama transparência.
Se falar vai sangrar? Aplica Transamim antes!
O que não pode acontecer mais é o povo sangrar nas filas; morrer nas filas; sofrer nas filas e até brigar sem voz nas filas.

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Abre o olho, Araripina: SUS vai estabelecer metas de atendimento

A meta número 1 de Araripina é recuperar o que perdeu para o Hospital Regional de Ouricuri.

O Ministério da saúde, pela primeira vez, vai estabelecer metas de atendimento pelo Sistema Único de Saúde – SUS – para estados e municípios através de contratos de gestão. Pelo plano em elaboração, haverá a fixação de metas regionais, estaduais e municipais. E, de acordo com a eficiência no atendimento, mais recursos serão repassados a essas unidades. Mas, a cidade que não cumprir essas metas poderá ter redução no repasse das verbas e até a suspensão de recursos.

Segundo informações colhidas nesta quarta-feira (29), será fixado, por exemplo, número de cirurgias; especialidades entre outras normas a serem seguidas. E, mais para a frente, a ideia é, inclusive, também definir indicadores de tempo de espera para o atendimento no SUS.

É a primeira vez que vai se fixar indicadores específicos na área de saúde e que irá punir ou premiar quem não cumprir essas metas ou quem superar as expectativas. Para isso, foi assinado pela presidente Dilma Rousseff e publicado nesta quarta-feira no DOU decreto que cria o marco para o SUS (Sistema Único de Saúde), definindo as obrigações dos Estados e dos municípios.

O governo já começou a mapear quais são os serviços de saúde oferecidos em todo Brasil e vai dividir o país em cerca de 500 regiões de saúde (conjunto de cidades com condições econômicas e sociais semelhantes). De posse dessas informações, o Ministério da Saúde vai definir metas específicas para cada região, de acordo com a realidade local. Pelo sistema atual, o governo define a cada quatro anos metas gerais pelo Plano Nacional de Saúde, mas não existe nenhum tipo de monitoramento nem de punição.

Encontro de Petrolina: PMDB convida




LOCAL: Auditório SEST/SENAT (Serviço Social dos Transportes) – Rua Zito de
Souza Leão, Nº 10 – Km 02 – Petrolina - Pernambuco

14h30 ABERTURA OFICIAL:
Presidentes Nacionais do PMDB Sen. Valdir Raupp
Presidente da FUG Nacional Eliseu Padilha
Presidente da FUG Estadual Inácio Farias
Presidente Estadual do PMDB Dorany Sampaio
Dep. Raul Henry
Pref. Julio Lossio

15h30 Refazendo a Política Brasileira
Palestrante: Eliseu Padilha Presidente da FUG Nacional

16h15 Estrutura e organização dos diretórios municipais rumo a 2012
Palestrante: Francisco Donato Presidente da FUG/ES

17h Nossas Bandeiras
Palestrante: Esacheu do Nascimento Pres. Diretório Estadual PMDB/MS


17h30 Lançamento do curso Dicção e Oratória
Palestrante: Joel Maciel

18h Pronunciamento das Lideranças Locais (falam ao final do evento)

18h30 Encerramento

CCJ aprova fim de coligação nas eleições proporcionais

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou hoje, por maioria de votos, a proposta de emenda constitucional (PEC) que acaba com as coligações eleitorais nas eleições proporcionais (vereadores, deputados estaduais e federais). A PEC integra o conjunto de propostas da Comissão de Reforma Política do Senado. Para efetivar a nova regra, a PEC ainda precisa passar pelo plenário do Senado e pela Câmara.

As coligações partidárias serão permitidas, entretanto, nas eleições majoritárias (presidente da República, governadores, senadores e prefeitos). Em defesa do fim das coligações nas eleições proporcionais, o relator da matéria, senador Valdir Raupp (PMDB-RO), argumentou que esse modelo de alianças, em geral, "constituem uniões passageiras, estabelecidas durante o período eleitoral por mera conveniência, sem qualquer afinidade entre os partidos coligados no tocante ao programa de governo ou ideologia".

Ainda segundo Raupp, essas coligações "objetivam, sobretudo, aumentar o tempo de propaganda eleitoral no rádio e na televisão de partidos maiores e viabilizar a conquista de um maior número de cadeiras nas Casas Legislativas por partidos menores". Para o relator, o fim das coligações nas eleições proporcionais permitirá que o eleitor identifique o "ideário político de cada candidato" e que sejam eleitos representantes comprometidos com os programas partidários, contribuindo para o fortalecimento dos partidos políticos.

Eleições municipais serão realizadas em 7 e 28 de outubro de 2012

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) aprovou nesta terça-feira (28) o calendário eleitoral para as eleições municipais de 2012. O plenário do tribunal definiu que o primeiro turno será realizado em 7 de outubro. Nos municípios onde a disputa chegar ao segundo turno, o novo pleito acontecerá no dia 28 do mesmo mês.

No ano que vem, candidatos disputam os cargos de prefeitos, vice-prefeitos e vereadores.

Os partidos que ainda estão em formação só poderão participar das eleições de 2012 se cumprirem todos os requisitos e obtiverem o registro no TSE um ano antes do pleito, ou seja, 7 de outubro de 2011.


A partir de 1º de janeiro de 2012, todos os órgãos de administração pública ficam proibidos de distribuir bens, valores ou benefícios de forma gratuita, e os institutos de pesquisa ficam obrigados a registrar seus levantamentos

Lula desmente assessores

O prefeito Lula Sampaio usou o blog de Inaldo Sampaio para tentar se reaproximar do empresário Valdeir Batista.
Lula simplesmente desmentiu os assessores que culparam o ex-prefeito pelos problemas que enfrenta sua administração. A nota de Lula saiu depois da resposta de Valdeir Batista, que jogou lenha na fogueira ao se defender atacando.
O empresário disse que deixou dinheiro em caixa e levantou suspeitas sobre o destino da receita milionária do Arariprev.
Lula não se aprofundou na questão. Apenas disse que não disse.

Falta agora saber o que Lula Sampaio fará com os assessores que falam pelos cotovelos. E se vai desdizer o que foi dito a respeito de Bringel, que entregou a prefeitura quatro anos antes de Valdeir Batista.

Roubalheira no Ceará

Denúncias de desvio de recursos públicos ou fraudes em processos licitatórios virou moda no Ceará. A Procuradoria de Crimes Contra a Administração Pública (Procap), do Ministério Público Estadual (MPE), investiga dezenas de prefeituras acusadas de corrupção. Os últimos casos envolvem os municípios de Ubajara, Tianguá e Santana do Aracaú, segundo o site Ceará Agora.
O promotor de Justiça Igor Pinheiro, que investiga a participação do ex-prefeito de Tianguá, Gilberto Moita, e de outras seis pessoas em processos licitatórios fraudulentos com empresas fantasmas em Santana do Acaraú, classifica os recentes escândalos como "metástase da corrupção com dinheiro público".

PMDB faz dia 8 encontro nacional em Petrolina

O PMDB, através da Fundação Ulisses Guimarães, promove em Petrolina, próximo dia 8, um evento de caráter nacional para discutir as eleições de 2012, as novas bandeiras do partido e as questões nacionais sob o tema "Refazendo a política brasileira". Já confirmaram presenças o presidente do diretório nacional em exercício, Valdir Ralp; o presidente da Fundação, Eliseu Padilha, e presidentes de diretórios de vários Estados, entre eles Dorany Sampaio, de Pernambuco.

Nada de Valdeir

Os encarecedores de notícias estão inconsoláveis. Não estão conseguindo arrancar nada do empresário Valdeir Batista. Nada mesmo. Nem vírgulas, nem pontos. Que dirá, contos. As conversas dele estão mais reservadas.

Serra pede abertura das investigações do Dossiê dos Aloprados.

O ex-governador de São Paulo José Serra (PSDB) cobrou hoje a retomada das investigações do episódio que ficou conhecido como "dossiê dos aloprados" na campanha eleitoral para a prefeitura de São Paulo de 2006. Ele acusou o ministro da Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante, de coordenar a tentativa de compra de um dossiê contra ele e afirmou que os novos fatos revelados pela revista Veja viabilizam a reabertura do caso.


"Passaram-se cinco anos que um milhão e 700 mil reais foram apreendidos (pela Polícia Federal) e até hoje não se sabe a origem desse dinheiro. O processo foi coordenado pelo então candidato ao governo de São Paulo, senador Aloizio Mercadante, isso todo mundo sabe, inclusive as paredes", afirmou o tucano.Segundo ele, a entrevista concedida à Veja pelo petista Expedito Veloso, apontando Mercadante como o "mentor intelectual" da tentativa de compra do dossiê contra Serra, respalda a reabertura das investigações. "Agora não só as paredes sabem, como um integrante do PT deu uma entrevista (à revista) falando desse envolvimento do atual ministro da Ciência e Tecnologia no caso", cobrou.


Em entrevista à Veja, Expedito Veloso, um dos petistas envolvidos no caso, afirmou que o ministro era um dos responsáveis por arrecadar parte do R$ 1,7 milhão que seria usado para a compra de informações e acabou apreendido pela Polícia Federal às vésperas da eleição. Ainda segundo Veloso, o dinheiro teria sido arrecadado em parceria com o ex-governador de São Paulo e presidente regional do PMDB, Orestes Quércia, que morreu em dezembro.

Uma mão lava a outra e as duas colocam no bolso

Haja água para tanta lama.

Em março de 2010, ele declarou o seu apoio à Dilma, dando o tom da campanha eleitoral muito antes dela começar: "Ela tem condições de levar esse legado em frente, até porque Lula vai ajudar. A Dilma tem todas as condições pelos conhecimentos dela, e até porque o Lula vai ajudar. Ele não vai ficar omisso." Em junho de 2010, foi a sua mulher que reuniu 40 amigas para um chá da tarde, para conhecer "as idéias de Dilma". Um dia depois da eleição de Dilma, ele fez uma carta para todos os funcionários, onde dizia: "Desejo muito sucesso a Dilma. Que Deus a proteja, lhe dê saúde e ilumine seu caminho. De minha parte, continuarei trabalhando firme para ajudar a construir um Brasil melhor, mais humano e solidário. Continuarei fazendo aquilo que acredito ser a maior contribuição de um empresário comprometido com o seu país e com o social: crescer sustentavelmente, gerar empregos e contribuir com o aumento e distribuição de renda".


Abílio Diniz, presidente do Grupo Pão de Açúcar não foi ministro porque não quis. Agora está explicado. O BNDES está colocando R$ 4 bilhões na sua mão para que ele domine 32% do varejo de alimentos do país. Leia, abaixo, matéria da Folha de São Paulo:


Contra a vontade do sócio francês Casino, o empresário Abilio Diniz se associou ao banco BTG Pactual e ao BNDES para comprar as operações do Carrefour no Brasil, formando um gigante sem concorrente à altura e com 32% do varejo supermercadista brasileiro. Para viabilizar o negócio, o banco BTG Pactual, de André Esteves, propôs uma complexa engenharia financeira que colocará os brasileiros na posição de maiores acionistas do Carrefour no mundo.

No Brasil, Pão de Açúcar e Carrefour passarão a ter 2.386 pontos de venda em 178 municípios, com receita anual de R$ 65 bilhões. Isso se a operação for aprovada. Já a nova empresa terá 11,7% do Carrefour mundial. Há temor de que o poder da nova rede se reflita nos preços aos consumidores, reduza o poder de barganha de fornecedores e motive a demissão de funcionários.

Olha o racha aí, gente!

"O prefeito de São José do Egito, Evandro Valadares, perdeu a presidência do PSB no município e provavelmente não a terá de volta por ter definido os candidatos a sua sucessão sem discutir com o partido: o vice Eclériston Ramos (PTB) na cabeça e Augusto Valadares na vice".


EMPURRÃO EM ARMANDO MONTEIRO
A notinha acima revela bem o que existe por trás da cortina. O prefeito de São José do Egito, Evandro Valadares, é um dos 'autênticos' e resistentes do PSB araesista. Contudo, perdeu o controle do partido 'em casa' por ter definido apoio à candidatura de um aliado de Armando Monteiro. Imagine o que vem por aí nessa cruzada de Eduardo Campos para impedir que Armando Minteiro crie costelas no estado.

Pimentel desmente Inaldo Sampaio

O título é assim mesmo: Pimentel desmente Inaldo Sampaio. Poderia ser Pimentel nega teor de nota. Mas o fato é que Inaldo Sampaio se especializou em jogar verde para colher madura. Em vez de ouvir as fontes, prefere informar inverdade para arrancar meias verdades, fazendo seus leitores de bobos.

Nós aqui advertimos sobre o fato. Hoje o deputado Raimundo Pimentel desmente o blogueiro do Palácio, com a notinha abaixo. Que também é só meia verdade, diga-se de passagem.

Leia o que publicou Inaldo Sampaio na coluna de hoje:
Sem acordo – Raimundo Pimentel (PSB) nega ter feito acordo com o ex-deputado Emanuel Bringel (PSDB), em Araripina, pelo qual o apoiaria para prefeito em troca do apoio dele à sua candidatura de federal. “Não há ambiente na cidade para que isso possa acontecer”, garante Pimentel, que está em conversações adiantadas, isto sim, com o ex-prefeito Valdeir Batista.
COMENTÁRIO NOSSO:
Começa a surgir o cenário ideal para Valmir Filho. Aos poucos, o grupo de Lula Sampaio começa a desmoronar. Primeiro saiu o vice-prefeito Alexandre Arraes; agora, está saindo o deputado Raimundo Pimentel.
É dado como certo o fim das relações 'informais' entre Lula e Valdeir Batista, principalmente depois da nota 'desajustada' de sua assessoria, na qual acusa o empresário de ter desequilibrado as finanças da prefeitura.

Confirmando-se uma candidatura de Valdeir Batista, tendo este o apoio de Raimundo Pimentel, o grupo formal de Lula terá perdido dois pesos pesados (Alexandre Arraes e Pimentel) e o informal todo o seu corpo, haja vista Valdeir Batista ter aberto as secretarias da prefeitura para Boba comandar a campanha do irmão em 2008.

Com isto, o médico Valmir Filho enfrentará o prefeito Lula Sampaio divido e desgastado, enquanto Valdeir Batista atuará como neutralizador do poder financeiro da campanha do atual prefeito.
Este é o cenário ideal trabalhado pelo médico e por seus aliados. Os 'assesores' de Lula que plantam notas e que combatem os adversários com desaforos demoram bastante a acordar. Melhor assim.

terça-feira, 28 de junho de 2011

Valmir Bezerra deixará o bode?

O Bode está fora de campo, como se não existisse como time. Contudo, isto não abalou, até o momento, o humor do presidente do clube, Valmir Bezerra.

Isto pode mudar. A rusga criada pela assessoria de Lula Sampaio, atacando gratuitamente (na alegria do São João) o empresário e ex-prefeito Valdeir Batista pode mudar a postura do jovem presidente do Araripina. Alguém pode até desconhecer, mas ele é sobrinho de Valdeir Batista.

Por falar em agredir, a assessoria do prefeito Lula está imitando cachorro doido, ao morder quem aparece na frente. Um que se esbaldou no São João acaba de 'morder' o pré-candidato a prefeito Valmir Filho, que no momento é o principal candidato de oposição.
Assim vai longe. Este é um típico caso de prefeito que paga assessores para comprar inimigos, quando deveria está juntando perto de si todos e mais um.
Parece fogo amigo. E é?

Assessoria de Lula Sampaio lhe cria grande encrenca com o ex-prefeito Valdeir Batista

Empresário e ex-prefeito responde a ataque da assessoria de Lula Sampaio no Blog de Inaldo Sampaio. Leia a postagem em seu inteiro teor:

Ex-prefeito Valdeir Batista nega ter ''quebrado'' Araripina
Acusado por assessores do prefeito Lula Sampaio (PTB) de ter sido responsável junto com o também ex-prefeito Emanuel Bringel (PSDB) pela crise financeira em que se encontra a prefeitura de Araripina, o ex-prefeito, ex-deputado estadual (e empresário) Valdeir Batista enviou ao Blog o seguinte esclarecimento:

Caro Jornalista Inaldo Sampaio,

Em virtude de declaração atribuída ao prefeito Lula Sampaio, de Araripina, em nota publicada neste Blog, em que tenta justificar os problemas de sua administração, lançando culpa aos seus antecessores, inclusive a minha pessoa, gostaria de esclarecer os seguintes pontos :

1) Considero muito estranho que o prefeito Lula venha fazer esta declaração tendo se passado 2 (dois) anos e meio da sua posse. Portanto, ele teve tempo suficiente para imprimir a "sua marca" na administração municipal.

2) Deixei a Prefeitura em dezembro de 2008, com cerca de R$ 1 milhão e meio em caixa, e as demais despesas devidamente empenhadas.

3) Ficaram ainda R$ 1.9990,00 (Um milhão novecentos e noventa mil reais) de saldo no Fundo de Previdência dos Servidores Públicos Municipais - ARARIPREV. Fundo este, que segundo informações, encontra-se com seu caixa praticamente "ZERADO".

Atenciosamente,

Valdeir Batista



NOSSO COMENTÁRIO:
Este blog alertou acerca dos riscos que o prefeito corria em virtude de uma 'alegria verbal' de seus 'marqueteiros' ou 'assessores'. Aqui foi dito que Valdeir Batista pouco se importa com o que circula ou deixa de circular em Araripina, mesmo que os comentários sejam negativos. Para ele vale a lógica de que deve sempre ser lembrado (para não ser esquecido).
Mas essa lógica não funciona para o que circula de infomação na capital a seu respeito. Ele sempre reagiu e continuará reagindo, pelo simples fato de lá ser o seu verdadeiro habitat empresarial, onde credibilidade é tudo.
Portanto, aqueles que abusaram da boa vontade de Valdeir Batista, usando sua própria emissora para culpá-lo pelas dificuldades enfrentadas por Lula Sampaio não avaliaram que a paróquia não entra do radar do empresário e o que chega a ele de informação é tratado como boato.
Talvez tenham acabado as facilidades para usar a Arari como antes. De hoje em diante, o filtro poderá ser acionado para Lula como foi acionado para outros que não conseguiram usar a emissora para fazer oposição.

Dilma só quer versão do filme

A presidenta Dilma está tentando esconder seu passado, com o chamado sigilo eterno dos documentos oficiais. Na verdade, ela quer que prevaleça apenas a versão do filme que decidiu encomendar e patrocinar sobre sua trajetória de terrorista que virou presidenta. Certamente, não abordará bombas, sequestros e assaltos que praticou.

Faculdade de graça em todo estado

Eduardo Campos lança o Universidade para Todos em Pernambuco. Já tem político de Araripina tentando lucrar politicamente sem nada ter feito


A partir do segundo semestre deste ano, alunos das 13 Autarquias Municipais de Ensino Superior do Estado serão contemplados com bolsas de estudo integrais e parciais para licenciaturas e cursos de graduação dessas instituições. A iniciativa será possível graças ao “Programa Universidade para Todos em Pernambuco” (Proupe), que será lançado nesta terça-feira (28/06), às 09 horas, pelo governador Eduardo Campos, no Palácio do Campo das Princesas.

As bolsas integrais e parciais serão concedidas em quantitativos a serem definidos semestralmente por decreto do governador e repassados às autarquias por cada aluno bolsista. O estudante não receberá o valor da bolsa em dinheiro, e sim terá seu curso 100%, 50% ou 25% custeado.


Poderá ser beneficiado o estudante matriculado na respectiva autarquia e que tenha cursado o ensino médio completo em escola da rede pública ou em instituições privadas na condição de bolsista integral; o estudante portador de necessidade especial devidamente matriculado na instituição; e o professor não licenciado da rede pública de ensino, no exercício da docência, que opte por uma das licenciaturas da autarquia.

Dívida ativa

Tem gente em prefeituras dando risada da 'montanha' em que se transformou a dívida ativa de alguns políticos. Dívida ativa é o fruto de gasto não 'digerido' pelo tribunal de contas, que o gestor (da hora) é obrigado a escriturar em nome do 'condenado'. Em alguns casos, já passa de 2 milhões.
Sem pagá-la, não há sequer pré-candidatura. A menos que algum funcionário faça serviço sujo e apague o registro ou forneça certidão falsa de nada consta. Mas, neste caso, sobra cadeia para muita gente. O resto é conversa fiada.

Inaldo Sampaio está sendo usado por políticos de Araripina

Tudo que acontece aqui aparece dito de forma contrária no blog da capital

As verdadeiras negociações políticas que ocorrem em Araripina não aparecem no Blog de Inaldo Sampaio, e nem poderia. Aliás, negociação política que tem consequência prática não aparece em blog algum. Do contrário, o político é destrambelado.
De qualquer modo, fica uma lição nova: quando um deputado começa a deixar que versões difundidas por um ex-deputado se tornem 'confiáveis', é por que ele já mudou de lado. Ou, do contrário, estaria apenas fazendo rapa-pé para ser ternurado, o que não é o caso.

Negociações em curso
Pouca gente em Araripina realmente está pleiteando o espaço de candidato a prefeito. Muitos, contudo, postulam espaço em alianças, visando outros cargos eletivos. Nos últimos dias, jovens na política, mas responsáveis no trato e nas decisões, estão avançando nas negociações visando montar um palanque fortíssimo, talvez imbatível, e de certa forma blindado a 'maluquices'. Aparentemente, os filhos de Ararirpina que amam esta terra estão dispostos a engolir 'orgulhos e traumas' em nome de um projeto maior e duradouro.
Sabemos pouco. E o pouco que sabemos não será contado enquanto não estiver consolidado. A única coisa que o Meu Araripe pode informar é que os blogs da capital estão chutando fora até mesmo da arquibancada. Das duas uma: Ou jogando verde para colher madura; ou (convenientemente) sendo usado para despistar lideranças locais.

Inseto na refeição do brasileiro - Sobrará carne suculenta para exportar.

Um empresário de Betim (MG) propôs ao governo legalizar a venda de insetos como fonte de proteína para humanos. Segundo Luiz Otávio Pôssas Gonçalves, dono da empresa Nutrinsecta, a criação de insetos é mais produtiva que a de bovinos e gera menos impacto ambiental.
O pedido de registro de 'estabelecimento produtor de insetos para consumo humano' chegou ao Ministério da Agricultura em abril. O governo estuda a entomofagia (prática de comer insetos) e não tem data para responder.
Dilma poderá entrar para a história como a mulher que colocou inseto na refeição do brasileiro. Olha o grilo!

FHC descobriu que não era garanhão; só um chantageado.


Durante muito tempo, uma jornalista plantada pelo PT assustou FHC com um suposto fruto de ato sexual extra conjugal. Atribuem a ela toda fraqueza política do ex-presidente, que chegou a atirar José Serra às piranhas na eleição que perdeu para Lula. Até aquela infeliz frase chamando aposentados de vagabundos ele teria sido obrigado a pronunciar, sob ameaça de o escândalo estourar.
Agora sai a versão final: a jornalista Mirian Dutra era apenas uma chantagista sem filho do ex-presidente. Fazia trabalho sujo, a partir da Europa, para enterrar politicamente os tucanos ligados a FHC. Ele sempre tentou preservar a relação com a falecida Dona Ruth. O exame de DNA desmontou a farsa. Mas o estrago político está feito.
Tomás Dutra Schmidt, 19, não é filho do ex-presidente. Restarão, a partir de agora, desmentidos vagos e demonstrações de carinho. Algumas falsas e outras verdadeiras. Quem pagou o maior pato, contudo, foi José Serra, o alvo principal da chantagem, já que FHC fez tudo que o PT mandava.

Obras paralisadas e prefeito batendo palmas.

As obras da transposição do São Francisco pararam no município de Cabrobó e em vários lotes da região, desempregando muita gente e fechando empresas terceirizadas. Os comerciantes estão reclamando de calote.
Enquando isso, o prefeito daquele município não para de bajular a presidenta e o governador. Parece um índio fazendo unga-unga. Na falta de liderança, cabe ao povo espernear.

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Mercadante já era. Lula já sabia.

Veja libera gravação que incrimina Mercadante.

Clique aqui e ouça. O aloprado Expedito detona a companheirada, dizendo como e porquê foi feito o Dossiê dos Aloprados. Mercadante já era. O PT do B está destruindo o PT do C, seja lá o que isso queira dizer.

Nota transparente

As escolas da rede pública de Pernambuco poderão ser obrigadas a afixar cartazes informando a respectiva nota obtida no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). A determinação está prevista em matéria distribuída, nesta segunda (27 de junho), durante reunião extraordinária da Comissão de Justiça.

Apresentado pelo deputado Tony Gel, do Democratas, o projeto de lei tem o objetivo de tornar mais transparente para a sociedade o nível das escolas públicas municipais e estaduais. Criado em 2007 pelo Ministério da Educação, o Ideb atribui notas de zero a dez às unidades educacionais, baseando-se no resultado de provas aplicadas junto aos estudantes

Ainda não apaguei a fogueira

Você está voltando aqui aos poucos. A vida, assim, começa a voltar ao normal. Não para quem é empresário nesse País que gosta de 'pular fogueira' por tantos dias seguidos. O meu banco não é do Brasil; é só do PT. Parou na terça e até hoje não colocou minhas migalhas no lugar certo. Para lascar o resto da lenha, mudou limites nos sistemas, sem a minha autorização ou interferência, me impedindo de 'transar on-line'. Só pode ter sido coisa dos hackers que atacaram sites oficiais, ou consequência disso.
Bom: o fato é que estou sem poder voltar a dar minhas dedadas aqui. O São João da minha terra acabou prematuramente, quando nos anos anteriores estava só esquentando. E nem assim o banco que me cobra por tudo, até dois cadastros obrigatórios por ano, decide queimar a fogueira da vida real. Este é o Brasil. O resto é traque molhado.
Mas estou preparando uma canjica aqui. Se não aparecer caroço eu sirvo.
Viram o blog de Inaldo Sampaio? Só dá Araripina lá: Raimundo Pimentel rompendo com Lula; Bringel anunciando frente ampla, até com Valdeir Batista pelo meio- apoiando Valmir Filho?; Lula descendo a lenha em Bringel e Valdeir. Pense num pé-de-moleque com quentão.... Olha o traque!


Meus amigos do banco merecem descansar mais do que cinco dias seguidos, merecem salários justos e garantias amplas. O banco não! O banco precisa está sempre a serviço do cliente. Ganha muito, paga pouco e presta serviço precário. Por isso, precisa dobrar o efetivo para que escalas de trabalho justas para as partes interessadas sejam estabelecidas.

domingo, 26 de junho de 2011

Estudantes 'chegam atrasados' para o São João - 'Meia fogueira'.

Ontem, 25 de junho, chegou ao fim a programação do São João no parque de eventos de Araripina, com a apresentação de Zé Augusto. Geralmente, a festa se estende até o dia 30.
Por este motivo, muitos jovens de Araripina e região foram obrigados a desconvidar os colegas da capital. A chateação é de certa forma compreensível, mas não podemos admitir que chamem a festa de "Meia fogueira", já que os 'estrategistas' da prefeitura 'sabem' o que fazem. Ou não?
O fato é que os jovens chegaram tarde ou o São João terminou cedo. "No próximo ano os colégios das capitais 'se ajustarão' ao calendário de festas", resmungou um no orkut.
Sem meias palavras: 2012 é ano eleitoral e o prefeito vai pagar festa até entrar em julho, fazendo uma 'fogueira e meia'.

Agora, não adianta mais chorar o leite derramado. Cabe bares da cidade não deixarem a fama da cidade ir para a cinza da 'meia fogueria', abrindo espaço para Ouricuri se assanhar em 2012. O Portal, a Casa de Maínha e Maria de Ló têm a responsabilidade de deixar a cidade no clima e os estudantes que retornam com alguma opção. Afinal de contas, chegar para dormir na rede não está nos planos de nenhum estudante que retorna nesse período de férias curtas.

sábado, 25 de junho de 2011

Agrofobia.

Do Painel da Folha, mostrando que a presidente ainda acha que terá, um dia, os votos dos verdes. Diferentemente do que pensa, perderá todos os votos da agropecuária brasileira.


Por que não? Liderados por Roberto Rodrigues, 12 ex-ministros da Agricultura que solicitaram audiência com Dilma para discutir o novo Código Florestal estão incomodados com o silêncio da presidente. O pedido foi feito há cerca de 20 dias. Durante a tramitação do texto na Câmara, ela recebeu ex-ministros do Meio Ambiente.

Um estudo de consultoria que Palocci fez mas não divulgou

Pressões virão do reajuste do salário mínimo, subsídios dados pelo BNDES, investimentos da Copa e das Olimpíadas, entre outros


O governo vem empurrando com a barriga uma série de despesas cuja fatura será cobrada em 2012, tornando o quadro econômico do ano que vem bastante complicado. Um grande reajuste do salário mínimo, quitação de subsídios dados pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), investimentos, inclusive os da Copa e das Olimpíadas, e as pressões da base política em ano eleitoral são apenas alguns exemplos dos problemas que terão de ser enfrentados.

Nessa conta ainda tem de ser acrescentada a soma da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que mandou o governo pagar de uma vez só a dívida referente a decisão judicial (precatório) que havia sido parcelada em dez anos.

A Advocacia-Geral da União (AGU) está tentando reverter a decisão, mas caso isso não seja possível serão aproximadamente mais R$ 9,5 bilhões, quase o dobro do que o governo investirá nos aeroportos nas cidades sedes da Copa. A gastança que se prenuncia no ano que vem não traz, porém, risco de o País ter de dar um calote em sua dívida pública.

O estoque do endividamento pode continuar caindo mesmo que o governo passe a economizar menos do que faz hoje. Não por acaso, a agência de classificação de risco Moody’s elevou a nota dos papéis brasileiros na terça-feira passada, elogiando a condução da política fiscal.
Se você é homem de negócio, saiba tirar proveito disso.

Gringos rindo de nós: Brasileiro, o povo mais otimista do mundo

O que falta é escola. Ou usamos muito os óculos escuros da vaidade burra?
O Brasil é o recordista mundial de felicidade futura, de acordo com um estudo da FGV com base em pesquisa do Gallup. Numa escala de 0 a 10, o brasileiro dá uma nota média de 8,7 à sua expectativa de satisfação com a vida em 2014.

A marca superou todos os demais 144 países da amostra. Na expectativa com relação a 2011, o Brasil já ocupava o topo. Agora, no entanto, a distância em relação ao segundo colocado aumentou.

Um jovem compra um celular, gasta tudo o que ganha com a tarifa mais cara do mundo; mata aula na pior escola da América Latina; acredita que está estudando quando senta no banco da praça; não se informa de como anda a vida ao redor do planeta e responde conforme determina a propaganda do governo: ótimo!
Sabe por que o governo quer que o povo ache que a vida vai ser melhor? Sabe porque gasta tanto com propaganda para iludir os tolos? Para que o tolo nunca tente mudar através do voto. E assim segue.

sexta-feira, 24 de junho de 2011

Seu sigilo no mundo

Hackers podem ter acessado dados oficiais, diz analista

Dados oficiais do governo podem ter sido comprometidos com os recentes ataques virtuais às páginas de órgãos da União esta semana, na avaliação do analista de segurança da Arcon, empresa especializada em serviços de segurança da informação, Luiz Improta. Para o especialista, hackers podem ter tido acesso a bancos de dados oficiais, além de deixarem fora do ar os portais.

Esta semana, dois diferentes grupos atacaram os portais da Presidência da República; do Senado, do Ministério do Esporte, da Receita Federal, da Petrobras, e do IBGE. O especialista em segurança admitiu que uma prática comum de ataque dos hackers a portais na internet é redirecionar as páginas hackeadas para outro domínio.

Chávez continua em Cuba, em estado crítico de saúde.

Mesmo tendo aparecido no twitter, depois de 12 dias, Hugo Chávez continua em Cuba, acometido de uma doença não esclarecida. Segundo o jornal El Nuevo Herald, " el presidente venezolano Hugo Chávez, quien se encuentra internado en un hospital de La Habana, estaría atravesando por un “cuadro clínico crítico”, dijeron el viernes fuentes de inteligencia estadounidenses. Las fuentes, que hablaron bajo condición de anonimato, dijeron que no podían confirmar versiones de que el mandatario venezolano está siendo tratado de un cáncer de la próstata, versión que está siendo susurrada con cada vez más frecuencia en las altas esferas venezolanas". Nada justifica que um presidente da República suma em outro país, lá estando hospitalizado, sem que existam boletins oficiais e o dia-a-dia seja acompanhado pela imprensa. Pouca coisa não é.

Lula e sua assessoria 'tocam fogo' em Valdeir Batista e Bringel: "Desorganizaram o município".

O Blog de Inaldo Sampaio recebeu foto e informações da 'assessoria' do prefeito Lula Sampaio. Melhor que a tal assessoria tivesse silenciado. A culpa pelo desempenho do atual prefeito foi colocada em Valdeir Batista e Bringel. O primeiro deixou a prefeitura a três anos atrás e Bringel a exatamente sete anos. O irônico de tudo isso é que grande parte da assessoria de Bringel assessorou Valdeir e agora está assessorando Lula Sampaio. Ou seja: sendo verdadeiras as elegações, a culpa seria, em parte, deles mesmos (assessores 'vitalícios da prefeitura').
Sabe-se que Valdeir Batista é sempre criticado por aliados por abrir sua rádio para nela 'apanhar' de Lula e de seus seguidores e assessores. Sabe-se também que o empresário dá pouca importância ao que repercute ou deixa de repercutir em Araripina. Mas não é este o caso de algo que seja dito em Recife e se torne notícia nacional. Quando isto ocorre, o telefone do empresário é sempre acionado por alguém que aborda o tema, o que o leva a se aborrecer. Talvez isto ocorra agora - a menos que tenha perdido os amigos e admiradores/defensores de antes.
Espera-se para amanhã uma resposta de Valdeir e outra de Bringel. Do contrário, terão declarado, com o silêncio, que aceitam as alegações de Lula Sampaio, dando-as por verdadeiras. E assim ficará dito e entendido.


Eis a nota publicada por Inaldo Sampaio:

"O prefeito de Araripina, Lula Sampaio (PTB), confirmou na solenidade de abertura do “São João”, que é o maior do Sertão do Araripe, que vai disputar a reeleição com apoio da maioria dos vereadores, entre eles Maria Augusta (PP), que foi a mais votada em 2008.

Cerca de 20 mil pessoas, segundo sua assessoria, participaram da abertura do “São João”. O prefeito discursou na ocasião e, de acordo ainda com seus assessores, foi bastante aplaudido.

Desde que assumiu a prefeitura, em 1º de janeiro de 2009, Lula Sampaio enfrenta uma série de problemas. Ele culpa seus antecessores Emanuel Bringel (PSDB) e Valdeir Batista (PR) por esses problemas alegando que ambos desorganizaram financeiramente o município".

Novo chefe da quadrilha

O ex-ministro José Dirceu (PT) receberá hoje, em sua mansão em Vinhedo, a 80km de São Paulo, cerca de 500 convidados para uma festa junina. No e-mail que ele mesmo enviou a amigos e parentes, pediu para as pessoas levarem "uma prenda e um trem de comer ou beber". O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a ex-primeira dama Marisa Letícia também foram chamados, mas não confirmaram presença. O casal tinha a tradição de promover uma badalada festa de são-joão na Granja do Torto, nos oito anos em que Lula passou no Palácio do Planalto.


A festa de Dirceu ganhou o apelido de Arraiá do Zé e da Eva e foi organizada pela esposa do político, Evanise Santos. Até as 18h ontem, pelo menos 150 pessoas haviam confirmado presença. O prefeito de Campinas (SP), Hélio de Oliveira Santos, o Dr. Hélio (PDT), acusado de corrupção pelo Ministério Público (MP), está entre os convidados. O próprio Dirceu responde a inquérito no Supremo Tribunal Federal, ao lado de outros 38 réus, devido à suspeita de envolvimento no episódio do mensalão.


A celebração foi planejada especialmente porque a presidente Dilma Rousseff não manterá a tradição do antecessor. Segundo fontes do PT de São Paulo, o motivo alegado por Dilma seria que a festa de Lula acabava se transformando num encontro político e a nova presidente não estaria bem disposta para um encontro como esse. Dilma Rousseff também foi convidada, mas, como Lula e Dona Marisa, não confirmou presença na festa de Dirceu. Até ontem, o casal Lula estava em dúvida se organizava uma festa íntima em uma chácara na Zona Rural de São Bernardo do Campo (SP) ou se ia para o são-joão em Vinhedo.

Prepare o bolso

Dilma e o seu trem da alegria.
Hoje o Valor Econômico informa que apesar de todo o silêncio do governo sobre o assunto, o adiamento do leilão do trem de alta velocidade (TAV), pela terceira vez, já é dado como certo.O governo já está fazendo duas alterações brutais no projeto, em favor dos interessados: a flexibilização de locais para a construção das estações do trem-bala e a adequação dos processos de transferência tecnológica, que agora será definida com o consenso do governo e o consórcio construtor, e não mais uma decisão unilateral do poder público, como cantarolou o governo, inicialmente. Mas a bomba maior não é essa. Embora as cinco maiores construtoras do país - Camargo Corrêa, Odebrecht, Andrade Gutierrez, OAS e Queiroz Galvão - não confirmem, há uma expectativa de que elas entrem juntas no negócio, formando um único bloco. Obviamente, vencerão a concorrência contra qualquer outro grupo. A obra está orçada em R$ 33,4 bilhões pelo governo, embora a fatura estimada pelo mercado ultrapasse R$ 50 bilhões. Se o consórcio acima for homologado, não há dúvida alguma que será o verdadeiro trem da alegria dos maiores doadores do PT, com direito a financiamento total do BNDES.

Record: Dilma fará 50 privatizações em 6 meses.

O PT não prcisa de discurso e sim de dinheiro. O povo nem liga; esquece rápido.
Privatizar é bom, desmonta o discurso mentiroso e caquético do PT, mas não "a la loca". Depois de decidir que cinco grandes aeroportos serão entregues á iniciativa privada, o governo federal resolve privatizar quarenta e cinco portos de uma só tacada, sem informar qual o plano que existe por trás disso, em termos estratégicos. Onde está a revisão do Plano Nacional de Logística e Transportes? Quanto das metas previstas para o período 2008 a 2011 serão cumpridas? Quanto foi efetivamente investido pelo PAC nesta área? O Brasil assiste, mais uma vez, uma cessão do patrimônio nacional às escuras, sem nenhum debate com quem produz e comercializa no Brasil.


No ciclo de privatizações dos governos tucanos, houve o máximo de cuidado para impedir uma cartelização de setores, como na telefonia. Agora as agências reguladoras estão desmontadas, entulhadas de companheiros incompetentes, perderam completamente a credibilidade. Vejam o perigo nos portos: "Quem vencer vai administrar e operar tudo dentro do porto, com a supervisão da Antaq", explicou ao Estado o diretor da agência, Tiago Lima.


O PSDB e a oposição apenas saudaram a quebra do discurso mentiroso do PT. Chegou a hora de analisar e questionar imediatamente se não está havendo uma quebra da espinha dorsal da economia do país: a sua logística.

quinta-feira, 23 de junho de 2011

Um gás a mais para o Brasil

Gás em MG é estimado em 25% do Brasil-Bolívia.O gás natural na bacia do rio São Francisco pode atingir 194 bilhões de metros cúbicos

O primeiro estudo sobre a viabilidade econômica do gás natural na bacia sedimentar do rio São Francisco revelou uma reserva bastante significativa, que abre perspectivas para uma nova fronteira exploratória terrestre no País, anunciou ontem o consórcio responsável pela exploração na área.

O consórcio Cobasf - que reúne a estatal Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas (Codemig), a Orteng, a Delp e a Imetame - informou que estudos conduzidos pela Schlumberger, gigante internacional prestadora de serviços na área petrolífera, apontaram para um volume estimado entre 17,5 bilhões e 194,6 bilhões de metros cúbicos de gás natural.

O consórcio Cobasf foi responsável pelo primeiro poço perfurado na região, no ano passado, no município de Morada Nova de Minas, na região do Alto São Francisco, a 280 quilômetros de Belo Horizonte.

CE: Um ônibus lotadinho de ladrões.

Prefeito do PT acusado de corrupção foge de ônibus

O prefeito de Senador Pompeu, no Ceará, Antônio Teixeira de Oliveira (PT), está foragido desde o último domingo, 19, quando deixou a cidade em um ônibus alugado levando outros 36 suspeitos de corrupção. A Justiça cearense fez o pedido de prisão preventiva deles, mas até agora somente um funcionário da Prefeitura foi preso.

O prefeito, vice-prefeito, secretários e assessores são acusados pelo desembargador Darival Bezerra de fraude em licitações, desvio de dinheiro público, envolvimento em crimes de lavagem ou ocultação de bens, direitos e valores, falsidade ideológica, peculato e formação de quadrilha.

Além da prisão, o magistrado determinou o afastamento de Antônio Teixeira de Oliveira, do vice Luís Flávio Mendes de Carvalho, e do vice-presidente da Câmara Municipal, vereador Tárcido Francisco de Lima Baia.

Uma vez filha, sempre filha

Filhos de Alencar herdam ação de paternidade
O ex-vice-presidente José Alencar morreu sem obedecer a ordem judicial de ceder material para exame de DNA, na ação de investigação de paternidade movida por Rosemary de Morais, já declarada sua filha pela Justiça. Agora no Tribunal de Justiça de Minas em grau de apelação, os sucessores (filhos) herdaram a condição de réus. Alencar pediu para ser cremado, gesto final para postergar o desfecho da ação.

Gafe imperdoável


Ontem, na entrega das medalhas da Olimpíada de Matemática, um momento emocionante. A premiação da menina Laura. Ela é cega desde muito pequena e estuda no interior de Minas Gerais. A professora dela aprendeu braile para poder ensiná-la e agora Laura é medalhista de ouro. “Minha professora me ajudou bastante”, contou a menina. Na foto , a nossa presidente Dilma aponta aquele conhecido dedinho para algum lugar, convidando a menina Laura a observar alguma coisa, ao longe.

Agora só falta dar um emprego para Battisti no Palácio do Planalto.

Lembram da mulher do Olivério Medina, o narcotraficante sequestrador das FARC que o Brasil abrigou? Virou CC do Palácio do Planalto. Hoje foi concedido o visto de permanência no Brasil para o terrorista assassino italiano Cesare Battisti, recentemente absolvido de quatro crimes pelo STF, por pedido do Lula. Agora só falta dar um emprego para ele. Uma Bolsa Terrorista. Se dá para terrorista brasileiro, porque não dar para um italiano também?

PSDB começa a encolher em Pernambuco. Deve ser para se compor com Eduardo Campos.

Menos de um mês separa a reeleição de Sérgio Guerra do início do encolhimento do PSDB em Pernambuco. Quem primeiro 'arrombou' a porta e colocou a cara fora foi o suplente de deputado Bruno Rdrigues, aquele mesmo que Sérgio Guerra usou para 'detonar' o mirrado orçamento da campanha de segundo turno de José Serra. Além de nada fazer com o pouco dinheiro da campanha, Bruno Rodrigues ainda afastou o pouco que funcionava, justamente o núcleo jarbista que sofreu para colocar o materia (que faltava) na rua, contra a vontade de dez em dez tucanos vendidos ao PT.

A saída de Bruno Rodrugues do PSDB, sua consequente entrada no PTB, assim como a ida de André de Paula, o outro suplente que deixou o DEM para criar o PSD, indicam que vem conta para o contribuinte pagar. Tudo indica que uma secretaria de Estado será dada a alguém do PSDB e algum cargo federal será cedido a Andréde Paula. Para resultar em que? Posse de Bruno Rodrigues, ora! Afinal de contas, essa burguesia mimana e incapaz não sabe fazer outra coisa que não seja sugar os impostos que nós pagamos. Um dia essa sociedade burra acorda e faz um boicote financeiro.

Copa sem cozinha. Que a final da Libertadores sirva de exemplo.

Do Blog de Esportes do Estadão:


A vida não está fácil para os uruguaios no Pacaembu. Do lado de fora, os torcedores do Peñarol – cerca de 2,5 mil – sofrem com as pedradas dos santistas. Entre os jornalistas do país vizinho, o descaso é o maior problema. Com apenas 24 lugares para repórteres de imprensa escrita, os uruguaios acabaram sem bancadas para posicionar seus computadores. Pior, sem internet sem fio, eles ainda sofrem para ter conexão. Na despedida de Ronaldo da seleção brasileira, há 15 dias, uma estrutura para cerca de 300 jornalistas foi montada, o que garantiu conforto a todos. Hoje, porém, o Santos e o Brasil mostraram que não pensam na imprensa.


Nada foi organizado para jornalistas. Todos estão se acotovelando, até mesmo brasileiros, brigando por ao menos uma cadeira. Para piorar, funcionários da Federação Paulista de Futebol que deveriam organizar o setor, ainda queriam desalojar os uruguaios. Um tumulto se iniciou e eles acabaram liberados para ficar na vexatória sala de imprensa a céu aberto, ao lado dos torcedores. “E ainda querem fazer Copa aqui no Brasil. Isso aqui é uma vergonha”, protestou um dos cerca de 50 uruguaios presentes ao Pacaembu. A queda de energia nas cabines fechou o pacote de vexames

Marina consegue o que queria. Os gringos agradecem.

Hoje os jornais publicam que o governo regulou a venda de terras para estrangeiros. Ninguém ouviu a Marina Silva falar sobre o tema. Não houve protesto do Greenpeace, da WWF, da Internacional Conservancy. A Pastoral da Terra da CNBB também não abriu a boca. O Zequinha Sarney, aquela alma caridosa do PV, o Ivan Valente, aquele "nacionalista" do PSOL, a ministra Isabella Teixeira, do Meio-Ambiente, também fizeram cara de paisagem. A Miriam Leitão, o André Trigueiro e a imprensa selvagem que passa o dia e a noite atacando o Código Florestal também não dedicaram uma linha ou um segundo ao tema. Deveriam exigir regras mais duras. Deveriam, por exemplo, sair para a rua e exigir que, para cada hectare comprado para plantar, o investidor estrangeiro fosse obrigado a reflorestar outros dois. No entanto, é muito mais fácil lutar contra o Brasil, já que estes patriotas, na sua maioria, comem na mão dos interesses internacionais. O negócio deles é esse mesmo: ferrar com cinco milhões de produtores rurais e preservar o dinheiro que os sustenta, que vem de longe, lá de fora.

Rabo de palha: Aécio já abriu de endurecer

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) já negocia flexibilizar o ponto mais polêmico da proposta que altera a tramitação de medidas provisórias no Congresso. Relator da PEC (proposta de emenda constitucional) no Senado, o tucano deve desistir de propor a criação de uma comissão de 24 congressistas que decidiria se a proposta deve ou não vigorar. Governistas são contra a comissão, por temerem restrição ao poder do Executivo.Aécio deve propor agora que as medidas provisórias passem pelo crivo das comissões de Constituição e Justiça da Câmara e do Senado. As duas comissões são dominadas por aliados do Planalto.Com isso, as CCJs decidiriam, em dez dias, se a proposta atende aos critérios de "urgência e relevância".

Se o tucano recuar, será a segunda concessão ao Planalto desde que a chamada "PEC das MPs" começou a tramitar. Aécio já havia retirado de sua proposta inicial artigo que impedia a vigência imediata de uma MP sem o aval dos congressistas. Hoje, uma medida provisória vigora imediatamente após ser editada, sem passar por comissões no Congresso. Segundo o presidente da CCJ, Eunício Oliveira (PMDB-CE), melhor seria se os textos das medidas fossem de fato analisados por esta comissão, e não pela comissão de 24 congressistas. Para o líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RO), porém, a passagem preliminar do texto de uma MP pela CCJ ainda é dúvida. "Vamos tentar decidir isso na semana que vem."

No que depender do Planalto, a única mudança no rito das MPs será a fixação de prazos para análise na Câmara e no Senado. Em conversa anteontem com a ministra Ideli Salvatti (Relações Institucionais), Jucá disse que tem trabalhado por um acordo que estabeleça prazo de 70 dias para a Câmara analisar as MPs, outros 40 para o Senado e 10 para votar eventuais emendas. O texto de Aécio prevê prazo máximo de 50 dias para a Câmara votar uma MP. Depois, segue para o Senado, que tem 45 dias para discutir o conteúdo. Os demais 15 dias de tramitação seriam para análise de emendas. Hoje não há prazo definido para cada Casa analisar a medida. O Congresso tem 120 dias para votar uma MP. Uma das principais reclamações dos senadores é que as MPs acabam chegando para análise na Casa às vésperas de perder a validade. O texto da "PEC das MPs" terá as emendas apreciadas pela CCJ, depois seguirá para o plenário do Senado para, então, tramitar na Câmara

Araripina: São João sem Pimentel e sem Zé Silva

Ao que parece, o prefeito Lula Sampaio corre o risco de perder dois aliados que são desafetos entre si. O deputado Raimundo Pimentel e o radialista Zé Silva não foram vistos no parque de eventos, onde se reaiza o São João.
A presença de Raimundo Pimentel na abertura dos festejos serviria para dispersar as núvens negras que prenunciam o rompimento. Já a presença de Zé Silva seria garantia de propaganda oficial sem ofensa a adversários, nem ai, nem ui, que tanto irritam a população e fazem a alegria dos afversários de Lula.

A primeira noite, apesar da ausência do deputado e também do radialista que chefia os propagandistas, foi boa. O público foi excelente e o movimento nas barracas deixou bom saldo, apesar do resto do comércio se ressentir bastante.

Ontem foi a noite de Reginaldo Rosse fazer aquilo que mais gosta: beber e cantar.

Muitas fontes garantem que o estilo organizado e frenético de trabalhar de Zé Silva não encontra amparo no jeito oposto de Lula comandar a prefeitura. Assim, aumentam as dúvidas sobre a permanência do radialista na equipe do prefeito a partir de dezembro, quando se encerra o gordo contrato da empresa de Airton Laje com a prefeitura, contrato este que ampara muita gente boa. Mas há contovérsias.
Também por discordar, o deputado Raimundo Pimentel está de malas prontas para deixar o grupo de Lula, a menos que algo de novo aconteça. Se concordam no conteúdo do pensamento sobre, porque discordar da forma de atuar contra? Um é radialista e o outro deputado. Portanto, não precisam se posicionar do mesmo jeito sobre a mesma discordância. Discordância? Discordância sim. Zé Silva pensa hoje da mesma forma que pensava antes. Ou deixou de pensar?

RJ e acidente: buscas que não acabam mais. Corrupção sempre pegou carona em helicópteros.

Dos 18 contratos firmados entre o governo do Estado do Rio de Janeiro e a empreiteira Delta em 2010, 13 foram feitos em caráter emergencial o que dispensa licitações, afirma a Folha Online. Os contratos foram firmados entre setembro e outubro, no valor total de R$ 133,7 milhões. A Secretaria de Estado de Obras informou que a emergência diz respeito às chuvas que atingiram o Estado em abril.O deputado estadual Marcelo Freixo (PSOL-RJ) anunciou que ele e um grupo de quatro deputados pretendem fazer na semana que vem um requerimentopedindo explicações ao governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB), sobre suas relações com empresas que têm contratos com a administração estadual.

Dilma muda programação do São João de Caruaru. Banda de Inaldo Sampaio ganhou sem tocar ou tocou para as paredes.

A 'ex-mulher' de Lula exigiu bandas de renome, que chamassem gente para o pátio.

A programação de ontem, quarta-feira, 22, no Pátio de Eventos Luiz Gonzaga, em Caruru, sofreu alterações de última hora devido à presença da presidente Dilma Rousseff na cidade.

Foram incluídos shows do cantor Geraldinho Lins e da Banda Falamansa (SP). As apresentações dos cantores Heleno dos Oito Baixos e Jailson Rosseti e das Bandas PINGA FOGO e Soxote 'A' continuam mantidas na grade de shows.

Como você percebeu, a programação era um tanto fraquinha e isso ficou claro com a atitude de melhorar o nível para atrair gente a fim de não decepcionar a "ex-mulher" de Lula.

Conte quantas vezes o prefeito de Caruaru, José Queiroz, aparece no blog de Inaldo Sampaio e descubra quanto custa ouvir sua banda sem sal na véspera de São João, na capital do forró. Pinga Fogo já tocou em Araripina, embora só tenha ecoado na coluna do seu prorietário. E assim se mistura jornalismo com política e negócios em Pernambuco. Para prejuízo dos ouvidos, da informação, dos cofres públicos e da programação junina.

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Aliados de Lula traem o chefe e lançam Pimentel candidato a prefeito.

A bebida está falando mais alto neste São João. Gente com direito a microfone está usando outras ferramentas para lançar a candidatura de Raimundo Pimentel a prefeito de Araripina, assegurando um racha que poderia ser evitado com um pouco de habilidade. Quem paga assessor asisim não precisa de adversário.
O prefeito já perdeu o apoio do vice-prefeito Alexandre Arraes desde o ano passado.
O fato é que Raimundo Pimentel só pensa mesmo em ser candidato a deputado federal em 2014.
Valmir Filho está com sorte. Até os assessores de adversários estão ajudando. Até mesmo os mais desgastados insistem em atacá-lo, o que só faz deixá-lo ainda mais em evidência.

terça-feira, 21 de junho de 2011

Consultor sem patrono

Um cidadão que se passa (ou é) Francisco Lopes, recentemente visto pelas cidades do interior de Pernambuco à cata de prefeitos desgastados, não tem procuração ou autorização do Palácio para prestar assessoria visando melhorar os indices de aprovação dos gestores em descompasso com o povo. O secretário de Desenvolvimento Econômico, Geraldo Júlio, esclarece que não autorizou ninguém a fazer consultorias no interior usando o seu nome.
Quem pagou pelo serviço se deu mal. Não terá as portas do Palácio abertas, como esperava.

Próximo: PSDB protocola requerimento para ouvir Mercadante

A bancada do PSDB na Câmara dos Deputados protocolou nesta terça-feira (21) requerimento para ouvir o ministro da Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante (PT-SP), sobre o possível envolvimento dele na compra de um suposto dossiê, em 2006, contra o ex-governador de São Paulo, José Serra. De acordo com o G1, o requerimento foi protocolado pelo deputado Vanderlei Macris (PSDB-SP) na Comissão de Fiscalização e Controle da Câmara.
A queda de Mercadante interessa ao ex-presidente Lula, que não o tolera e quer o caminho aberto para o ministro da Educação, Fernando Haddad, disputar a prefeitura paulistana.

Relatório do TCE aponta irregularidades na administração de Araripina

Vereadores de oposição fizeram a denúncia que resultou no parecer

Uma denúncia de quatro vereadores de Araripina contra atos de gestão do prefeito Luiz Wilson Ulisses Sampaio e outros agentes públicos que integram a administração municipal foi considerada procedente, ontem (20), pela Segunda Câmara do Tribunal de Contas. Os denunciantes foram os vereadores Luciano Wenner , Rodrigues Lima, Francisco Edivaldo Alves Pereira,José Reginaldo Muniz de Souza e Severino Lacerda de Araújo. Eles disseram que a gestão municipal está caracterizada por muitos desmandos administrativos, tendo o processo de Denúncia sido instaurado pela Inspetoria Regional de Petrolina para apurar atos relacionados com a contratação do serviço de transporte escolar.

O relatório prévio de auditoria apontou a existência de vários tipos de irregularidades, tendo o prefeito e seus colaboradores sidos devidamente notificados para apresentação de defesa. Ao confrontar o relatório com as alegações da defesa, o conselheiro e relator do processo,Valdecir Pascoal, considerou que houve vultosos saques de recursos públicos,no montante de R$ 1.851.212,90, que estavam depositados em contas correntes bancárias da prefeitura, sem provas idôneas de que houve a destinação de tais recursos ao atendimento do interesse público, o que viola a determinação constitucional de prestar contas da regular aplicação dos recursos públicos.

Estelionato em curso?

Onde existe droga existe drogado. Onde existe política existe picareta. E por aí vai. O que pouca gente sabe é que 'criar' falsos insitutos de pesquisas para falsificar, vender, ou até mesmo chantagear para 'não divulgar' resultado de pesquisa fraudulenta é crime. Para que uma pesquisa possa assim ser considerada, uma equipe de profissionais é pre-condição. Começa com um estatatístico e termina com um sociólogo. Do contrário, 171 é só o começo. Mas tem gente tomada pelo desejo de ganhar fácil e chantagear fundo que não sabe avaliar os riscos. Sequer sabe que os partidos podem abrir processos que não terminam nunca.
O Meu Araripe tomou conhecimento de armadilhas em curso na região e vai cair em campo para saber se a notícia procede.
Recebemos um áudio apresentado pelo 'coladorador' como sendo comprometedor. É um bom divertimento, no mínimo.

Gente 'saudosa'; gente mentirosa.

Tem gente com saudade do cofre (que fechou) e, na falta de um bolso para 'violar', ou de uma 'gasolina para trocar por álcool', inventa manchete não veiculada por este blog. Não polemizamos com comerciantes de notícia plantada, qualquer que seja ela. O Meu Araripe só tem compromiso com a liberdade de informação e com a verdade. Não temos interesse de promover quem não faz por onde crescer e transforma essa ferramenta dos independentes em balcão de negócios e até em território de chantagem.

Ana Arraes nega que Eduardo Campos seja filho de Chico Buarque

Mãe do governador garante que só conheceu o cantor quando Dudu já tinha 21 anos. Ele não é obrigado a fazer teste de DNA, nem esso é o caso.


Esta é a foto que ilustra as principais reportagens Brasil à fora. Não se trata de nenhuma campanha nacional visando fortalecer o nome do governador para a disputa presidencial, mesmo sendo um assunto antigo e sempre negado.


(De O Globo)

A deputada federal Ana Arraes (PSB-PE), filha do ex-governador Miguel Arraes, divulgou nesta segunda-feira nota negando que o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), seja filho do compositor e cantor Chico Buarque. Foi a primeira vez que Ana Arraes, mãe do governador, abordou publicamente o assunto. O boato circula em Recife há um certo tempo, mas no fim de semana ganhou as redes sociais, depois que um site divulgou que o artista teria descoberto ser o pai do político. O assunto acabou sendo replicado em redes sociais como o Twitter e Facebook.

Um basta

Nesta segunda-feira, Ana Arraes decidiu dar um basta à boataria. Divulgou uma nota afirmando ser a notícia 'inverídica e criminosa' e contando que tomou todas 'as providências legais, no sentido de fazer cessar e punir policial e judicialmente tal aberração'. Ela ainda encaminhou uma queixa à Secretaria de Defesa Social, pedindo que o crime seja investigado pela Polícia Civil. O inquérito foi aberto ainda nesta segunda-feira. A notícia circulou no site 'Diário Pernambucano', que, de acordo com o advogado Antônio Campos, funciona no município de Taquaritinga do Norte, no agreste de Pernambuco.

Antônio é irmão do governador e disse que polícia já teria identificado três pessoas responsáveis pela divulgação da notícia falsa. Os seus nomes, no entanto, eram mantidos em sigilo até o início da noite. Segundo a nota da deputada, o governador é filho dela 'e do escritor Maximiano Campos, já falecido e de saudosa e respeitável memória'. Ana informou, ainda, que só conheceu o cantor, na casa do pai, o ex-governador Miguel Arraes, quando Eduardo já tinha 21 anos.

Araripina pede Socorro?

Hoje é o dia. Tem abertura de São João e tem tira-teima. A conversa de que Araripina pede Socorro começa a perder força. Caso Raimundo Pimentel apareça na abertura dos festejos juninos, terá dado ponto final ao rompimento com Lula Sampaio.
Quanto à candidatura de sua esposa a prefeita de Araripina, esta nunca passou de balão de ensaio sem maiores pretensões. Sempre foi uma forma de o deputado abordar lideranças como patamar a ser rebaixado até encontrar a forma de se compor. Ou nem isso. Até porque ninguém testemunhou que Raimundo Pimentel tenha procurado uma só liderança com a proposta de lançar a candidatura da mulher, receber apoio para ela e por cima o apoio para deputado federal. Em Araripina não existe liderança política de envergadura com tamanha humildade. Bringel não seria tão bonzinho; Valdeir nunca apoiou por apoiar (aliás, sempre quer apoio) e Valmir Filho é candidato pela oposição.
Ademais, para lançar a candidatura de Dra. Socorro, o deputado teria que filiá-la ao PSB de Eduardo Campos. Este, teria que tomar a legenda de Alexandre Arraes e consequentemente bancar esta candidatura. Alguém acredita que o Palácio romperia com Armando Monteiro em Araripina sem que houvesse uma unidade de várias forças daqui?

Aguarda-se para hoje apenas a confirmação, ou não, daquela prometida 'simpática' manifestação de lulistas caso o deputado apareça na hora da abertura.
Quem entende um pouco de política sabe perfeitamente que hoje é o Dia D.

Sinval só mergulhou mais uma vez

Só quem não conhece o jeito Sinval de agir acredita que ele se atritou com Vicente Alencar e também com o prefeito. Se trata de mais um boato sem cabimento. Sinval, como de outras vezes, apenas está se preservando, ao aparecer pouco na prefeitura. Entretanto, do seu escritório, controla quase tudo. 'Inclusive intervindo a seu modo nas nomeações dos concursados, que rendem votos para uma possível disputa à câmara', revelou um 'graduado' em informação de bastidores.
Sinval sabe a hora certa de mergulhar e a hora de colocar a cabeça de fora. Agora está estrategicamente mergulhando. Até quando?

Vicentinho ainda é o cara

Semana passada circulou com intensidade um boato dando conta de uma possível queda de prestígio do Chefe de Gabinete da prefeitura de Araripina, Vicentinho, ou Vicente Alencar. Nada se confirmou. Ele continua dando as cartas na prefeitura e o suposto descontentamento do prefeito em função de uma também suposta 'vaidade' do secretário não passava de 'fogo amigo'. 'Tanto é que a prefeitura pagou o décimo como ele defendia', argumentou uma fonte.
Fato é que o prefeito está tomando gosto pela reeleição e aparecendo algumas vezes para mostrar quem manda e quem tem mandato. Nada de pessoal contra seu novo homem forte. "A verdade é que a presença do prefeito incomoda alguns que faziam a festa com a sua ausência', simplifica o que ocorre, outra fonte do blog. Não é o caso de Vicentinho, que chegou para cumprir tarefas.

Prefeituras nadam em dinheiro

Todos os gestores do País estão pagando os atrasados e quitando a primeira parcela do décimo terceiro salário.

Foi creditada, ontem (20), nas contas de todas as prefeituras brasileiras a segunda parcela dos recursos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), referente ao mês de junho. O valor total repassado foi de R$ 1.100.585.758,46, já com a retenção do Fundo da Educação Básica (Fundeb).

Segundo o presidente da União Brasileira de Municípios (UBAM), Leonardo Santana, o FPM teve uma recuperação em torno de 197% em relação ao repasse do mês passado, algo que demonstra, segundo ele, um significativo aumento dos tributos arrecadados por todo Brasil.

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Sociedade Civil apoia greve dos servidores da justiça estadual.

O Meu Araripe recebeu de um leitor as imagens e informações abaixo. Postamos na íntegra, para demonstrar nosso irrestrito apoio à categoria.



Representantes da Sociedade Civil Organizada marcaram presença no ultimo dia, 13.06.2011, à reunião na Sede da OAB Araripina para ratificar o apoio e demonstrar solidariedade ao movimento de luta dos serventuários do Tribunal de Justiça de Pernambuco, que através da sua pauta de reivindicações, buscam melhores condições de trabalho, reposição salarial dos últimos 03 (três) anos com base no IPCA, progressão e qualificação funcional, dentre outras.


Fazendo valer o seu direito constitucional de greve, o movimento vem sofrendo muitas represálias por parte dos gestores do TJPE e tendo muita dificuldade para solucionar o impasse, portanto, a sociedade vem prestar o seu apoio à categoria por entender que o mesmo é justo e necessário para que se possa alcançar uma prestação jurisdicional célere e efetiva.


As entidades do município que se fizeram presentes na reunião foram:

1. OAB Araripina, por sua representante Stelamares Peixoto de Miranda.
2. LOJA MAÇÔNICA EVOLUÇÃO E TRABALHO, representada pelo venerável Mestre Lídio Santiago.
3. AEDA – Araripina, representada por Terezinha Serra
4. NAJ, representada por Aline Lacerda.
5. ROTARY CLUB de Araripina, representada por Maria Margarida da Cunha.
6. DELEGACIA MUNICIPAL, representada pelo Delegado Romildo Jonas.
7. DELEGACIA SECCIONAL DO ARARIPE, representada por Katiana Alencar Muniz
8. SINDICATO RURAL, representada por Antônio Barros
9. REPRESENTANTE JURIDICO DO MUNICIPIO DE ARAIPINA, na pessoa de Dr. Junior.
10. Vários advogados militantes na Região e Servidores do Poder Judiciário da Região do Araripe.

MP reabre o escândalo do Dossiê dos Aloprados. A decisão é irrevogável.

Da Veja:


A Procuradoria da República em Mato Grosso pediu que a Polícia Federal (PF) retome as investigações sobre o escândalo do Dossiês dos Aloprados. O procurador Douglas Santos Araújo fez o pedido nesta segunda-feira. O inquérito, que está em poder da Justiça Federal, deve ser devolvido ao Ministério Público. Como o antigo responsável pelo caso, Márcio Lúcio de Avelar, deixou o posto, um novo relator será sorteado. A Procuradoria foi responsável por investigar o caso dos aloprados em 2006, mas as investigações pararam por falta de novos elementos. Com as revelações de VEJA, o caso foi retomado. Os procuradores não dão detalhes sobre o tipo de diligências solicitadas à Polícia Federal.


Mala - O caso veio à tona Em 2006. Às vésperas do primeiro turno das eleições, a PF prendeu em um hotel de São Paulo petistas carregando uma mala com 1,7 milhão de reais. O dinheiro seria usado para a compra de documentos falsos ligando o tucano José Serra, candidato ao governo paulista, a um esquema de fraudes no Ministério da Saúde.


Reportagem de VEJA desta semana desvenda o mistério cinco anos depois. A revista teve acesso às gravações de conversas de um dos acusados do crime, o bancário Expedito Veloso, atual secretário adjunto de Desenvolvimento Econômico do Distrito Federal. VEJA demonstra que o mentor e principal beneficiário da farsa foi o ex-senador e atual ministro da Ciência e Tecnologia Aloizio Mercadante. Procurado pela reportagem, Expedito confirmou o teor das conversas, ao mesmo tempo em que se mostrou surpreso com o fato de terem sido gravadas. "Era um desabafo dirigido a colegas do partido", disse. Não é a primeira vez que o nome do ministro surge na investigação. A PF chegou a indiciá-lo por considerar que era o único beneficiado pelo esquema. Mas a acusação acabou anulada por falta de provas. "Agora surgem elementos mais do que concretos para esclarecer de uma vez por todas a verdade sobre o caso", diz a reportagem

Lula quer Haddad prefeito de São Paulo e tenta derrubar Mercadante.



Assistam ao vídeo que, além de engraçado pela qualidade da petista entrevistadora, mostra quem chegou junto com Lula no Encontro dos "Blogueiros Progressistas": Agnelo Queiroz, governador petista do Distrito Federal. Sabem de quem o petista Agnelo é chefe? Do petista Expedito Veloso, que afirma que Aloizio Marcadante foi o mentor intelectual e material do Dossiê dos Aloprados, confissão explosiva que saiu na Veja desta semana. Pois é. Lula quer o petista Haddad disputando 2012 em São Paulo. Lula anda de mãozinha com o petista Agnelo, que é o chefe do petista Expedito. Mercadante que se cuide;

Sem São João no Torto

Dilma na festa de São João de Lula, em 2009.

Ao contrário do seu antecessor, a presidente Dilma Rousseff não fará o tradicional "arraiá" presidencial da Granja do Torto, segundo a assessoria de imprensa do Palácio do Planalto, que não explicou o porquê da decisão. Durante os dois mandatos de Lula, a então primeira-dama, Marisa, organizou pessoalmente as festas juninas que acabaram virando tradição em Brasília. Familiares, amigos, ministros e políticos aliados frequentavam a festa realizada na residência oficial. As informações são do Correio Braziliense

Um acidente e suspeitas de corrupção

Quando cessarem o choro e o sofrimento, e passada a missa de sétimo dia em virtude do falecimento de sete passageiros de um helicóptero que afundou no mar do Sul baiano, estará o governador Sérgio Cabral, do Rio, convocado a entrar no centro de uma crise sem precedentes. Ele estava lá, no lugar errado, cercado pelas pessoas erradas e discutindo temas delicados, proibidos até. As verbas da Copa, e por tabela do Pan, serão discutidas à exaustão. O Pan foi encarecido em dez vezes. O 'patrono' do helicópetro era o empreiteiro, e continua sendo, com interesse nas obras 'secretas' de 2014.
Muito dinheiro e laços de família estão agora tirando o sono de Sérgio Cabral.

Prefeitura pagou a banda; Valmir Filho fez a festa na Feira Nova

A festa que Leonardo Farias realiza na Feira Nova, em época de São João, teve o patrocínio da prefeitura. Mas quem tirou proveito político foi Valmir Filho, que além de morar na região, se relaciona bem com a turma toda. Parecia o anfitrião e só saiu no cisco, se divertindo com e no meio do povão. O prefeito, se compareceu, não foi visto por nenhuma fonte deste blog.
A Feira Nova já foi território exclusivo de Lula Sampaio. Hoje Valmir Filho tem fazenda e residência por lá e divide as atenções da população.
Por falar em Valmir Filho, este está sendo atacado quase que diariamente por assessores do prefeito, prova de que 2012 já começou.

Lenha na fogueira que queima Globo e pendiricalhos

Uma carta redigida ao final do 'II Encontro Nacional dos Blogueiros Progressistas' pede novo marco regulatório dos meios de comunicação (conjunto de leis e diretrizes que regulam o funcionamento do setor) e faz ataques à mídia.

'A blogosfera consolidou-se como um espaço fundamental no cenário político brasileiro. É a blogosfera que tem garantido de fato maior pluralidade e diversidade informativas. Tem sido o contraponto às manipulações dos grupos tradicionais de comunicação, cujos interesses são contrários a liberdade de expressão no país', diz trecho da carta aprovada hoje.

Os blogueiros pedem ainda a divulgação imediata do projeto redigido pelo então ministro Franklin Martins (Secretaria de Comunicação Social na gestão Lula). 'Para que ele possa ser apreciado e debatido pela sociedade. Defendemos, por exemplo, que esse marco regulatório contemple o fim da propriedade cruzada dos meios de comunicação no Brasil.'

Calote socialista

Proprietários de carros-pipas que abastecem áreas cujos reservatórios secaram no semi-árido pernambucano reclamam que estão sem receber o pagamento da fatura, via IPA, há cinco meses. São mais de 300 pipeiros, contratados pelo valor médio mensal de R$ 4,2 mil. O IPA alega que não tem dinheiro em caixa

Não precisa de hospital

Hoje, logo pela manhã, ouvi uma pessoa falando coisas que deixa uma certeza: ela não é de Araripina; não tem amor a Araripina e acima de tudo, não precisa de médico.
A bajulação a Eduardo Campos era de provocar náuseas. Coisa de quem defende um emprego ou coisa do gênero. Deveria ter ido ontem, ou hoje, ou qualquer dia, ao Hospital Santa Maria para saber o que as pessoas pensam, sempre que precisam de médico e ouvem a informação que devem se dirigir a Ouricuri até para trocar curativo.

FHC traiu Serra e ajudou Lula em 2002, segundo Ricardo Noblat.

Não cobramos desmentido, nem pedido de desculpas. O silêncio de FHC bastaria.

Sempre foi do conhecimento de todos que FHC decidiu queimar os barcos para que nenhum outro tucano atravessasse o mar dos comuns para assumir a presidência. Quebrou todas as pontes também; implodiu todas as chances. Já concluía seu segundo mandato, não queria um aliado mais preparado em seu lugar. Serra poderia fazer história, revolucionando o País. Achava que o 'barbudo Lula' deveria ser seu sucessor, acreditando que se transformaria num tremendo fracasso, e que isto bastaria para voltar ao comando do País nos braços do povo, para reinar por mais 8 anos, totalizando 16.
Sabotou José Serra, criando-lhe embaraços, indicando o vice do apagão (José Jorge), dizendo frases fora do contexto, atiçando cobiças e estimulando as traições internas. Estimulou a disputa entre Minas e São Paulo, para prejuízo de Serra. Agora, quando não tem mais futuro na política, defende a maconha, tema predileto dos petistas, apenas para poupá-los do desgaste. Tudo para impedir que os companheiros de partido cheguem à presidência e, sobretudo, para nunca sair da mídia.
FHC não deve nada a militância. Ninguém quer nada dele. Mas ressente-se da falta de seu silêncio. Não custa nada defender a maconha apenas para seus netinhos, em momento familiar.

sábado, 18 de junho de 2011

Aécio caiu do cavalo. Literalmente. Quebrou clavícula e cinco costelas.

Aécio não anda levando sorte como condutor.

Depois da Land Rover no Rio de Janeiro, quando teve a habilitação apreendida por recusar o teste do bafômetro, o senador Aécio Neves(PSDB-MG) teve outro incidente de trânsito. Hoje, em Minas, caiu de um cavalo, quebrou a clavícula e mais cinco costelas. Não há maiores detalhes sobre os motivos da queda. A imprensa mineira bloqueia tudo e não revela se o senador montava enquanto bebia, ou se o contrário. Esta é a suspeita da imprensa independente que investiga a 'queda'. O cavalo, segundo as primeiras informações, foi presente de Sérgio Guerra.
Melhoras ao mineiro.

BOLETIM MÉDICO: "O senador passa bem, apesar das dores. A queda resultou na quebra da clavícula e cinco costelas do lado direito. O senhor Aécio Neves ficará com o braço imobilizado pelas próximas oito semanas".

Comentário nosso: O mandato do senador mineiro já estava imobilizado pelas denúncias de enriquecimento ilícito e luxo descabido, inclusive uso de jatinho executivo. O PT apertou, chantageou e ele silenciou. O atestado médico é apenas uma legalização breve da imobilização duradoura. Brasília não sentirá sua falta. A orla carioca, sim.

Vai dar o que falar

Mercadante era chefe dos aloprados. Quércia era seu cúmplice.

Da Veja:


Em 2006, às vésperas do primeiro turno das eleições, a Polícia Federal prendeu em um hotel de São Paulo petistas carregando uma mala com 1,7 milhões de reais. O dinheiro seria usado para a compra de documentos falsos que ligariam o tucano José Serra, candidato ao governo paulista, a um esquema de fraudes no Ministério da Saúde. O episódio ficou conhecido com escândalo do Dossiê dos Aloprados.Nas investigações sobre o caso, a PF colheu 51 depoimentos, realizou 28 diligências, ordenou cinco prisões temporárias, quebrou o sigilo bancário e telefônico dos envolvidos, mas não chegou a lugar algum.Reportagem de VEJA desta semana desvenda o mistério cinco anos depois. A revista teve acesso às gravações de conversas de um dos acusados do crime, o bancário Expedito Veloso, atual secretário adjunto de Desenvolvimento Econômico do Distrito Federal. Procurado pela reportagem, Expedito confirmou o teor das conversas, ao mesmo tempo em que se mostrou surpreso com o fato de terem sido gravadas. "Era um desabafo dirigido a colegas do partido", disse.


VEJA demonstra que o mentor e principal beneficiário da farsa foi o ex-senador e atual ministro da Ciência e Tecnologia Aloizio Mercadante. Não é a primeira vez que o nome do ministro surge na investigação. A PF chegou a indiciá-lo por considerar que era o único beneficiado pelo esquema. Mas a acusação acabou anulada por falta de provas. "Agora surgem elementos mais do que concretos para esclarecer de uma vez por todas a verdade sobre o caso", diz a reportagem.


Em seu "desabafo", Expedito conta que o ministro e o PT apostavam que a estratégia de envolver Serra num escândalo lhes garantiria os votos necessários para que Mercadante conquistasse o governado de São Paulo. Ele explica ainda que a compra do dossiê foi financiada por dinheiro do caixa dois da campanha petista e ainda, de maneira inusitada, pelo então candidato do PMDB ao governo paulista, Orestes Quércia. “Os dois (Mercadante e Quércia) fizeram essa parceria, inclusive financeira”, revela o bancário. “Parte vinha do PT de São Paulo. A mais significativa que eu sei era do Quércia.” Tratava-se de um pacto. “Em caso de vitória do PT, ele (Quércia) ficaria com um naco do governo.” Procurado por VEJA, o ministro Mercadante não quis comentar o episódio.


VEJA mostra ainda que a investida dos aloprados contra Serra não foi a primeira. Esquema semelhante já havia sido testado anteriormente - dessa vez com sucesso - em Mato Grosso. E nem os próprios petistas a bruxaria poupou: quando candidata ao governo matogrossense, a atual senadora Serys Slhessarenko, do PT, foi abatida por um dossiê fabricado e divulgado pelos aloprados

Base prepara represália. Policiais sairão ganhando.

A base aliada na Câmara já tem pronta uma 'agenda de retaliação' ao Palácio do Planalto, caso suas reivindicações de liberação de emendas orçamentárias e de nomeação para os cargos de segundo e terceiro escalões não sejam atendidas pela nova coordenação política. Duas emendas estão no 'kit represália' ao governo: a que estabelece piso salarial nacional para os policiais (a PEC 300) e a proposta que regulamenta os gastos com saúde pela União (a emenda 29).

A ideia dos aliados é votar a emenda da saúde antes do recesso. O sinal verde foi dado nesta semana pelo presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), que prometeu pôr a proposta em pauta depois do fim da votação da medida provisória que permite a realização a toque de caixa das obras para a Copa de 2014 e para a Olimpíada de 2016. O governo é contra a proposta, sob alegação de que haverá aumento das despesas da União com a saúde sem contrapartida financeira.(O Estado de S.Paulo)

Política paulistana: Tudo indica que a lama subirá a ponto de bater no teto

Os próximos rounds da luta declarada pelo prefeito Gilberto Kassab a seus adversários promete momentos de revelações e deve ocorrer, na avaliação de políticos paulistas, na campanha eleitoral do ano que vem.

De acordo com testemunhas do primeiro destempero público do prefeito Gilberto Kassab, revelado por Poder Online e ocorrido no dia 23 de maio, nas Faculdades Metropolitanas Uidas, durante palestra sobre bullying, ele travou o seguinte diálogo com o deputado Gabriel Chalita (PMDB-SP):

- Eu vou quebrar o seu pescoço, o do [Geraldo] Alckmin, do Alexandre [Moraes] e o do Rodrigo [Garcia].

- O que é isso Kassab ? – teria dito Chalita, surpreso com a agressividade do prefeito.

- Tá tudo grampeado – respondeu Kassab.

- Grampeado o quê? Você está me ameaçando? – devolveu o deputado.

Dali pra frente foi Kassab acusando Chalita de fazer e acontecer contra ele e Chalita dizendo que nunca tinha feito nada. Aí o ministro Marco Aurélio Mello, do STF, que mediaria o debate sobre bullying, chamou os dois para começar o evento.

E mais.

No diálogo, se é que a definição seja esta, de quarta-feira, no gabinete do secretário de Desenvolvimento Social, Rodrigo Garcia, Kassab ameaçou:

- Eu sei seus podres.

E ouviu:

- Se eu tenho podres foram feitos ao seu lado.

Muita gente ouviu também. Chalita e Rodrigo Garcia preferiram não comentar os fatos. Alckmin também, de acordo com sua assessoria, calou-se.

Ao que tudo indica, Gilberto Kassab mandou dizer o seguinte: Se ameaçarem o poder aqui na capital eu mando todo mundo para a delegacia de (grandes) roubos e furtos. Kassab e o atual goverador são desafetos. Chalita é 'fruta estragada' de Alckmin.

Corda a quem quer se enforcar!

Dirceu convoca blogueiros contra ‘grande mídia’

Da Agência Estado

Ao participar do Segundo Encontro Nacional de Blogueiros Progressistas, o ex-ministro José Dirceu convocou os blogueiros a se mobilizarem e somarem forças para o embate contra os grandes veículos de comunicação. De acordo com o ex-ministro – que se considera "o grande alvo da mídia" nos últimos dez anos –, existe uma "disputa política do direito de informar" e uma disputa comercial pela verba publicitária do governo.


"É reserva de mercado, não querem nos dar o direito de informar, querem desqualificar os blogs", afirmou Dirceu a um auditório lotado por cerca de 200 blogueiros. Dirceu defendeu a urgente regulamentação dos meios de comunicação, a concretização do programa nacional de banda larga e a aprovação do projeto de lei 116/10, que institui novas regras para o mercado de tevê por assinatura.


"É uma vergonha que isso (a regulamentação) não seja realidade. Não é de interesse de alguns grupos (de comunicação) que estão sendo contra o progresso, eles querem manter o monopólio da informação", criticou. Ele ainda desafiou o Congresso a aprovar a nova lei. "Se o Poder Legislativo é soberano e autônomo, ele fará a reforma (dos meios de comunicação)".


Num tom que lembrava o ex-líder estudantil que lutou contra a ditadura militar, Dirceu prometeu unir-se aos blogueiros no embate contra os grandes meios de comunicação. "Se não travarmos essa batalha, ela não será travada. É hora de dar um grande salto, partir pra mobilização. Estou disposto a travar essa luta junto com vocês".

Não sei o que Zé Dirceu está querendo de fato. Ele tem o rabo de muita gente preso à sua mão. Soube que o ex-guerrilheiro tem vídeos comprometedores que afundariam a reputação da Globo, da Record e do SBT. Coisa relacionada à venda da linha editorial. Ao que tudo indica, essa guerra que chamou para si é uma ameaça. Quer que os grandes veículos passem borracha no mensalão e o recuperem, para ser 'perdoado' pela justiça e pelo povo, logo em seguida. Quer voltar a ser o homem forte do governo e o próximo candidato a presidente do PT, seu grande sonho. O rabo de Dilma, Dirceu só não puxa ainda mais para não arrancar. O de Lula nem se fala. Seu único gargalo é mesmo a 'grande imprensa'. Se Dirceu quer corda, que tome corda. No mínimo, ele arranja uma encrenca para seu partido. E todos nós já sabemos: toda vez que o PT briga entre si, o povo sai ganhando.

Médico e enfermeiro não conseguriram tapar os buracos de PE

Dorany Sampaio, presidente do PMDB de Pernambuco, aproveitou passagem pelo sertão de estradas esburacadas para lembrar que no governo atual o primeiro secretário de Transportes escolhido, Sebastião Oliveira, é médico, e foi substituído por um enfermeiro, Isaltino Nascimento. E arrematou:

"O governador entregou a pasta de Transportes a um médico e depois a um enfermeiro, mas as estradas continuam na UTI", brincou.

Crise entre Itália e Brasil aumenta: italianos querem instalar Câmara de Conciliação. Tudo isso porque Lula defendeu um terrorista assassino.

A Itália pediu ontem às autoridades brasileiras que ativem uma Comissão de Conciliação, prevista nos acordos bilaterais entre os dois países, para examinar a discussão em torno da recusa do Brasil de extraditar o militante Cesare Battisti. "Por ordem do ministro das Relações Exteriores, Franco Frattini, a embaixada da Itália em Brasília pediu formalmente às autoridades brasileiras a ativação da comissão permanente de conciliação", indicou o ministério italiano. A comissão terá três opções: tentar encontrar uma solução por via diplomática, empreender um processo de conciliação ou, em última instância, recorrer ao Tribunal Internacional de Justiça de Haia, encarregado de resolver conflitos entre Estados.


Em seu comunicado, a chancelaria italiana recorda que Roma está decidida a "empreender todas as iniciativas suscetíveis de obter uma revisão da decisão tomada [pelo Brasil] de confirmar a negativa de extraditar Cesare Battisti". No último dia 10, depois da decisão da Justiça brasileira de libertar o terrorista, a Itália convocou para consulta seu embaixador no Brasil. Battisti foi condenado, na Itália, por quatro assassinatos. O caso se arrastava nos tribunais brasileiros desde que ele foi detido no Rio, em março de 2007.